Guia do Investidor
Free Freepik@liuzishan
Bitcoin / Criptomoedas

O que é stablecoin? Conheça a classe de moedas digitais que inclui o ‘cripto dólar’

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Antes de entender o que é stablecoin, é essencial entendermos o porquê de elas terem surgido, certo?

Sabemos que as negociações com criptomoedas pelo mundo tem se tornado cada dia mais frequentes. No entanto, a alta volatilidade de grande parte dos ativos digitais costuma assustar os investidores que possuem um perfil mais conservador.

Neste contexto, alguns tipos de stablecoin surgiram como alternativas de moedas 100% digitais e de baixa volatilidade, já que o seu preço é pareado ao de um ativo tradicional.

O preço de uma stablecoin pode estar atrelado ao de uma moeda fiduciária, como dólar ou euro; a metais preciosos, como ouro e prata; e até mesmo a commodities, como o café e o petróleo.

Stablecoins são moedas estáveis? Nem todas! Conheça os diferentes tipos

Se uma stablecoin está lastreada num ativo mais estável, é bem simples entender o seu conceito de ‘moeda digital estável’. No entanto, apesar do nome que identifica essa classe de ativos digitais significar ‘moeda estável’, nem toda stablecoin é estável.

Pode parecer confuso, mas você vai entender a seguir. Quer aprofundar um pouco mais o seu conhecimento sobre o que é stablecoin? Então, é só continuar acompanhando este artigo para aprender mais com a gente!

O que é stablecoin

Stablecoins de moedas fiat ou “fiat-backed”

As stablecoins lastreadas em moedas fiduciárias ou “fiat-backed” têm seu preço pareado ao dessas moedas emitidas por um banco central ou uma autoridade monetária. Assim, elas funcionam como representações digitais de moedas como o dólar norte-americano, o euro e o real.

Por isso, é cada dia mais comum ouvir falar nas expressões “cripto dólar” ou “cripto euro” quando estamos nos referindo a stablecoins atreladas a moedas fiat.

É importante destacar que essa classe de stablecoin é centralizada, ou seja, existe uma companhia que controla a sua emissão e precisa deter reservas equivalentes entre a stablecoin e o ativo que ela representa.

A principal stablecoin que segue este modelo é o Tether (USDT), cujos tokens são emitidos pela Tether Operations Limited.

O Tether tem hoje a maior capitalização de mercado entre todas as stablecoins criadas e é amplamente usado por pessoas físicas e empresas, seja para facilitar pagamentos internacionais ou como forma de proteção da inflação, considerando a força do dólar em relação a moedas mais frágeis como o real.

Você pode investir em Tether (USDT), de forma instantânea, por meio do app do Zro Bank.

O que é stablecoin

Stablecoins de commodities

Esse tipo de stablecoin tem seu preço pareado ao de alguma commodity, que é o termo referente a produtos padronizados e comercializado em larga escala, como café, petróleo e soja.

Como esses ativos podem sofrer variações de preço, essas variações vão se refletir no preço da stablecoin. Assim, este tipo de stablecoin pode estar mais sujeito à volatilidade, sendo menos estável que as stablecoins de moeda fiat.

Um exemplo desse tipo de stablecoin é a Pax Gold (PAXG). Cada token PAXG representa 1 onça troy de ouro, ou seja, 31 gramas.

Então, quem investe em tokens de commodities busca os mesmos benefícios de investir diretamente naquele ativo, sacou?

A diferença é que investir em tokens é muito mais prático e acessível, já que a compra e venda desses ativos digitais pode ser feita em poucos minutos, direto nas plataformas de exchanges que negociam esse tipo de token.

Melhores ações 2022

Stablecoins de criptomoedas

Essa é a hora que o cérebro dá aquela travada e aparece uma tela azul. “Como assim stablecoin atrelada a outra criptomoeda?”

É isso mesmo, caro leitor. Existem stablecoins cujo valor é atrelado ao de outras criptomoedas. Logo, por estarem ancoradas em ativos altamente voláteis, elas podem estar mais distantes da estabilidade e apresentar variações de preço maiores.

Melhores Corretoras de Investimentos

Stablecoins algorítimicas

Mais uma excessão para a explicação genérica sobre o que é uma stablecoin. Nem todas as stablecoins têm lastro em um ativo, seja ele físico (como as fiat-backed) ou digital (como as stablecoins de criptomoedas).

As stablecoins algorítmicas são moedas digitais controladas por algoritmos que mantêm o preço delas estável.

Um exemplo desse tipo de stablecoin é um projeto mal sucedido chamado Basis Cash (BAC), cujo protocolo foi criado com o objetivo de estar atrelado ao dólar americano na proporção de 1:1.

Porém, o Basis Cash (CAS) não conseguiu manter sua atrelagem ao dólar americano e acabou perdendo apoio dos investidores.

Por isso é tão importante acompanhar de perto cada projeto, estudar sobre os ativos, avaliar os riscos envolvidos em cada operação e, claro, escolher um banco digital ou corretora que garanta a segurança dos seus investimentos.

Gostou do artigo? Então continue acompanhando a coluna do Zro Bank aqui no Guia do Investidor. Quinzenalmente, trazemos pra você conteúdos quentinhos sobre blockchain, criptomoedas e tudo o que faz parte da nova economia digital.

Autora: Marcela Maranhão, jornalista e coordenadora de Marketing no Zro Bank, primeiro banco digital multimoedas do Brasil. | LinkedIn.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Coinbase surpreende com lucro de US$ 273 milhões no 4º tri de 2023

Fernando Américo

Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” volta atrás e passa a recomendar Bitcoin

Fernando Américo

Bitcoin Hoje: touros buscam R$ 258 mil em rumo a nova alta

Fernando Américo

BlackRock administra mais de 100.000 BTC em seu ETF de Bitcoin

Fernando Américo

ETFs de Bitcoin batem US$ 1 bilhão em volume, BlackRock lidera

Guia do Investidor

PF desmantela esquema de evasão com criptomoedas

Fernando Américo

Deixe seu comentário