Guia do Investidor
tanque de diesel r5 na rpbc foto wilson melo agencia petrobras.jpg
Notícias

Petrobras descobre petróleo em águas da Bacia Potiguar

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Petrobras descobriu uma acumulação de petróleo em águas ultra profundas da Bacia Potiguar.

Na terça-feira (09), a Petrobras informou que descobriu uma acumulação de petróleo em águas ultraprofundas na Bacia Potiguar, no poço exploratório Anhangá, na margem equatorial brasileira, que fica localizada entre os estados do Ceará e Rio Grande do Norte.

De acordo com a petroleira, esta é a segunda descoberta na Bacia Potiguar em 2024 e foi precedida pela comprovação da presença de hidrocarboneto no Poço Pitu Oeste, localizado na Concessão BM-POT-17, a cerca de 24 km de Anhangá. 

“A constatação de reservatórios turbidíticos de idade Albiana portador de petróleo é inédita na Bacia Potiguar e foi realizada através de perfis elétricos e amostras de óleo, que serão posteriormente caracterizados por meio de análises de laboratório”, afirmou a Petrobras em comunicado.

A perfuração deste segundo poço exploratório foi igualmente concluída com total segurança, dentro dos rigorosos protocolos de operação em águas profundas, o que reafirma que a Petrobras está preparada para realizar com total responsabilidade atividades na Margem Equatorial.

A petroleira prevê investir US$ 3,1 bilhões em exploração na Margem Equatorial, que se estende do Amapá ao Rio Grande do Norte, até 2028. Além disso, é esperada a perfuração de 16 novos poços exploratórios na região neste período.

Leia mais  Previsão do Ipea é de estabilidade para setor agropecuário em 2022

Sobre o histórico da Petrobras

“A petroleira possui um histórico de quase 3 mil poços perfurados em ambiente de águas profundas e ultraprofundas, sem qualquer tipo de intercorrência ou impacto ao meio ambiente, o que, associado à capacidade técnica e experiência acumulada em quase 70 anos, habilitam a companhia a abrir novas fronteiras e lidar com total segurança suas operações na Margem Equatorial” afirmou o presidente da Petrobras Jean Paul Prates.

Além das atividades na Margem Equatorial brasileira, a companhia adquiriu, em 2023, novos blocos na Bacia de Pelotas, no Sul do Brasil, e participações em três blocos exploratórios em São Tomé e Príncipe, país da costa oeste da África.


Nos siga no Google News
Leia mais  Fundo administrará US$ 10 bilhões para integração sul-americana

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Contas externas têm saldo negativo de US$ 2,52 bilhões em abril

Agência Brasil

Pessoas físicas doam R$ 35 mi do IR para fundos do RS

Agência Brasil

Magda Chambriard assume comando da Petrobras

Rodrigo Mahbub Santana

Nvidia eleva valor de mercado em R$ 1,1 tri em apenas um dia

Paola Rocha Schwartz

Governo sobretaxa misturas no aço usadas para burlar punições

Agência Brasil

ByeBye Privatização: Petrobras cancela privatização 5 refinarias

Agência Brasil

Deixe seu comentário