Guia do Investidor
bombas petroleo
Notícias

Petróleo sobe com tensões geopolíticas e perspectivas de oferta

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta nesta terça-feira (28)
  • Investidores, contudo, monitoram as expectativas de restrição de oferta pela Opep+
  • O ataque de Israel a Rafah, na Faixa de Gaza, no entanto, continua a influenciar o mercado

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta nesta terça-feira, 28, após feriados em Londres e Nova York. As tensões geopolíticas no Oriente Médio, especialmente a reação às ações de Israel na Faixa de Gaza, aumentam os prêmios de risco da commodity. Além disso, investidores monitoram as expectativas de restrição de oferta pela Opep+, com a reunião do grupo prevista para o próximo final de semana.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para julho subiu 2,71% (US$ 2,11), fechando a US$ 79,83 por barril. Na Intercontinental Exchange (ICE), o Brent para agosto aumentou 1,28% (US$ 1,06), fechando a US$ 83,94 por barril.

O ataque de Israel a Rafah, na Faixa de Gaza, continua a influenciar o mercado, com críticas internacionais à ofensiva. Em resposta, Espanha, Irlanda e Noruega reconheceram oficialmente o Estado da Palestina nas fronteiras anteriores à Guerra dos Seis Dias, em 1967, incluindo Gaza, Cisjordânia e Jerusalém Oriental.

Cortes de produção

O ING projeta que a Opep+ continuará com os cortes de produção durante a reunião do próximo domingo.

“Há um risco de que a Opep+ aperte demais o mercado no terceiro trimestre deste ano”, alerta.

“Os receios geopolíticos e de oferta parecem regularmente impulsionar temporariamente os preços do petróleo. No entanto, o mercado petrolífero parece ter aumentado a sua resiliência aos choques de oferta ao longo dos últimos anos, o que continua a ser pouco reconhecido”, comenta Julius Baer.

“Até agora, o ano trouxe muito ruído geopolítico. Os preços do petróleo subiram acima dos US$ 90 em abril, devido aos receios de uma escalada das tensões no Oriente Médio. Durante estas fases, o mercado petrolífero incorpora temporariamente um prêmio de risco, que reflete a incerteza e os receios em torno de potenciais perturbações no fornecimento na região”, avalia.

Embora o Oriente Médio continue crucial para o abastecimento de petróleo, a dependência da região diminuiu. O banco, portanto, destaca a capacidade de produção excedente, o aumento da produção em países como Estados Unidos, Brasil e Guiana, e o amplo armazenamento de óleo como fatores que diversificam as opções de comércio.

Leia mais  Petróleo sobe com queda do dólar e expectativa de redução dos estoques nos EUA

Exploração de petróleo na costa brasileira é essencial, diz Magda

A nova presidente da PetrobrasMagda Chambriard, defendeu, nessa segunda-feira (27), que o avanço das atividades exploratórias na costa brasileira, incluindo a Margem Equatorial, é essencial para garantir a segurança energética do país e o abastecimento interno de combustíveis. Em sua primeira entrevista depois de tomar posse, ela comentou a situação envolvendo o plano de exploração de petróleo na foz do Rio Amazonas, que enfrenta resistência no Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA). 

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Magda mencionou o compromisso assumido pela empresa de zerar as emissões de carbono em 2050. Alcançando, assim, o net zero, expressão que vem sendo adotada mundialmente.

“O MMA precisa ser mais esclarecido sobre a necessidade do país e da Petrobras de explorar petróleo e gás até para liderar a transição energética. Tem muito investimento sendo feito na direção do net zero: projetos grandiosos de captura de CO2, produção de energia renovável e derivados e petróleo verdes, esforços na direção do hidrogênio. Vamos investir nessa diversidade de geração de energia”, afirmou.

A exploração de petróleo na foz do Amazonas, no entanto, desperta preocupações de grupos ambientalistas, que veem risco de impactos à biodiversidade. Em maio do ano passado, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), autarquia vinculada ao MMA, negou o pedido da Petrobras para realizar atividade de perfuração marítima do bloco FZA-M-59.

Leia mais  Petrobras poderá triplicar dividendos com venda de ações do BNDES

A Petrobras apresentou pedido de reconsideração. No mês passado, o Ibama considerou que a nova solicitação não pode ser analisada sem os estudos relativos ao impacto para os povos indígenas. A estatal, no entanto, sustenta que essa exigência é ilegal neste momento e que ela deve ser apresentada futuramente, em outra fase do processo de licenciamento.

Magda defendeu a preocupação da Petrobras com questões relacionadas à sustentabilidade. “Estamos ofertando, em termos de cuidados com o meio ambiente, muito mais do que a lei demanda”, afirmou a presidente da Petrobras. De acordo com ela, a trajetória da empresa é prova de sua preocupação com a questão ambiental. Como exemplo, lembrou o surgimento do Programa Nacional do Álcool (Proálcool) na década de 1970.


Leia mais  Vale enfrenta incêndio em Salobo 3 e avalia retomada operacional
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Telefônica Brasil anuncia distribuição de R$ 175 mi em JCP

Paola Rocha Schwartz

Cemig anuncia pagamento de R$ 1,5 bi em dividendos e JCP

Paola Rocha Schwartz

PetroReconvaco paga R$ 410 milhões em JCP “surpresa”

Paola Rocha Schwartz

Smart Fit, Odontoprev e Sanepar anunciam pagamento de JCP

Paola Rocha Schwartz

Vale enfrenta incêndio em Salobo 3 e avalia retomada operacional

Paola Rocha Schwartz

Vale (VALE3) busca parcerias para sua plataforma de energia

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário