Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

R$ 2 bilhões em dividendos: Confira a agenda de pagamento da Cemig em 2023

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio


A Cemig, uma das maiores empresas do setor elétrico brasileiro, anunciou a destinação de seus resultados na Assembleia Geral Ordinária, que será realizada em abril de 2023. Dentre as propostas apresentadas, destaca-se a distribuição de R$ 2,232 bilhões para pagamento de dividendos obrigatórios aos acionistas, a serem pagos em duas parcelas iguais, sendo a primeira até 30 de junho de 2023 e a segunda até 30 de dezembro de 2023.

Além disso, a empresa propõe que R$ 205 milhões sejam mantidos no Patrimônio Líquido na conta de Reserva Legal, conforme estabelecido na Lei 6.404/1976. Dentre os valores destinados ao pagamento de dividendos, R$ 1,983 bilhão foi declarado a título de juros sobre o capital próprio (JCP) e imputados ao dividendo obrigatório, conforme deliberado pela Diretoria Executiva ao longo de 2022, enquanto R$ 249 milhões foram declarados como dividendos obrigatórios, fazendo jus aos acionistas que tiverem posição nos ativos na data da realização da AGO 2023.

Leia mais  Cemig (CMIG4) vai comprar títulos de dívidas por meio de subsidiária

Os dividendos são uma forma de distribuição de lucros de uma empresa aos seus acionistas, proporcionando-lhes um retorno financeiro sobre o investimento realizado na companhia. O pagamento de dividendos é uma decisão da empresa e pode ser influenciado por diversos fatores, como a sua política financeira, o desempenho do mercado e o desempenho da própria companhia.

Os JCP, por sua vez, são uma forma de remuneração aos acionistas que permite a empresa deduzir o valor do imposto de renda a pagar, beneficiando tanto a empresa quanto o acionista. A diferença entre os JCP e os dividendos está no fato de que os JCP são considerados despesas financeiras, enquanto os dividendos são considerados distribuição de lucros. Além disso, os JCP são tributados na fonte com uma alíquota de 15%, enquanto os dividendos são isentos de imposto de renda para pessoas físicas.

Em 2022, os proventos declarados pela Cemig representaram um Dividend Yield de 12,2%, o que destaca a empresa como uma opção interessante para os investidores que buscam retornos financeiros por meio do pagamento de dividendos.

Conhece a Agenda Dividendos?  

Por fim, se você é um investidor que gosta de estar ligado e antenado as empresas que mais pagam dividendos no mercado, precisa acessar a nossa Agenda de Dividendos. Lá é possível conferir as principais datas de pagamentos, e as empresas que mais estão pagando dividendos acionistas. Portanto, não deixe de clicar aqui para conferir. 

Leia mais  Light (LIGT3), Copel (CPLE6) e Cemig (CMIG4) se manifestam sobre lei sancionada que devolve PIS/Cofins cobrado na conta de luz
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Vale (VALE3) compra participação na Aliança Energia

Márcia Alves

CEMIG paga mais de R$300 milhões em dividendos

Rodrigo Mahbub Santana

Lucrar com a queda? É hora de operar “vendido” em CMGI4

Leonardo Bruno

Terror mineiro: ações de Copasa e Cemig desabam após comentários sobre federalização

Leonardo Bruno

Fitch mantém Ratings da Cemig em ‘BB/AA+(bra)’ com Perspectiva Estável

Leonardo Bruno

Cemig anuncia distribuição de R$ 417 milhões em JCP

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário