Guia do Investidor
novo logo santander fundo vermelho
Notícias

Santander anuncia distribuição de Juros sobre o Capital Próprio no valor de R$1,5 bilhão

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Santander (SANB11), um dos maiores bancos do Brasil, divulgou recentemente a aprovação da distribuição de Juros sobre o Capital Próprio (JCP) no montante bruto de impressionantes R$1,5 bilhão. Essa distribuição representa um valor de R$0,19206934435 por ação ordinária, R$0,21127627878 por ação preferencial e R$0,40334562313 por Unit.

A medida foi aprovada pelos acionistas em assembleia geral e visa recompensar os investidores pela sua participação na empresa. Os acionistas que estiverem registrados nos livros da companhia até o dia 20 de julho de 2023 serão os beneficiários desses JCP.

É importante ressaltar que, a partir do dia 21 de julho de 2023, as ações da empresa serão negociadas “Ex-Juros Sobre o Capital Próprio”. Isso significa que os investidores que adquirirem ações a partir dessa data não terão direito aos JCP, já que eles serão direcionados aos acionistas registrados até o dia 20 de julho.

O pagamento de dividendos, como os Juros sobre o Capital Próprio, é uma forma de recompensar os acionistas por seu investimento na empresa. Existem várias razões pelas quais as empresas optam por distribuir dividendos aos seus acionistas.

Uma das principais razões é o desejo de atrair investidores. Empresas que distribuem dividendos consistentes e atrativos tendem a atrair mais investidores interessados em obter um retorno estável sobre seu investimento. Essa política de pagamento de dividendos pode ser vista como um indicativo de solidez financeira e saúde da empresa, o que aumenta a confiança dos investidores.

Além disso, o pagamento de dividendos também pode ser uma estratégia para maximizar o valor para os acionistas. Muitos investidores veem os dividendos como uma forma de renda passiva, permitindo-lhes desfrutar de um fluxo de caixa regular sem ter que vender suas ações. Isso é particularmente atraente para investidores de longo prazo, como aposentados que buscam fontes de renda estáveis.

É importante ressaltar que os Juros sobre o Capital Próprio possuem algumas diferenças em relação aos dividendos convencionais. Enquanto os dividendos são distribuídos diretamente aos acionistas, os JCP são tributados na fonte a uma alíquota de 15%. Dessa forma, o valor líquido recebido pelos acionistas é inferior ao montante bruto anunciado.

No entanto, uma vantagem dos JCP é que eles podem ser deduzidos como despesa operacional para fins de cálculo do Imposto de Renda das empresas. Isso significa que a distribuição de JCP pode ter benefícios fiscais para a empresa, o que pode ser considerado na tomada de decisão sobre o pagamento aos acionistas.

Em resumo, o Santander anuncia a distribuição de Juros sobre o Capital Próprio no valor de R$1,5 bilhão, uma medida que visa recompensar os acionistas por seu investimento na empresa. Essa distribuição de dividendos é uma estratégia para atrair investidores e maximizar o valor para os acionistas. Os acionistas registrados até o dia 20 de julho de 2023 serão os beneficiários desses JCP, e a partir do dia 21 de julho, as ações da empresa serão negociadas “Ex-Juros Sobre o Capital Próprio”. É importante destacar que os JCP possuem diferenças em relação aos dividendos convencionais, como a tributação na fonte e a possibilidade de dedução como despesa operacional para as empresas.

Conhece a Nova Agenda Dividendos do GDI? 

Por fim, se você é um investidor que gosta de estar ligado e antenado as empresas que mais pagam dividendos no mercado, precisa acessar a nova e repaginada Agenda de Dividendos do Guia do Investidor!

image 32
Agenda Dividendos do GDI

Lá é possível conferir as principais datas de pagamentos, as empresas que mais estão pagando dividendos acionistas e os tipos de dividendos que serão distribuídos nos próximos dias! Portanto, não deixe de clicar aqui para conferir e encher seu bolso!

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Selic vai continuar em queda? Santander revela projeções

Leonardo Bruno

Santander: Alta de 30% no lucro anual não empolgou o mercado?

Leonardo Bruno

Decisão judicial favorável ao Santander na recuperação da Light; entenda

Miguel Gonçalves

Santander está menos pessimista com bolsa internacional

Guia do Investidor

Economista do Santander antecipa desaceleração econômica para 2024

Miguel Gonçalves

Descubra as 11 ações que o “Papai Noel do Santander” separou para dezembro

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário