Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Schulz (SHUL3) oficializou uma proposta de aumento de capital social

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Schulz (SHUL3) realizou importante comunicado ao mercado e aos seus acionistas. Isto é, por meio de fato relevante, a empresa oficializou sua proposta de aumento de capital social. Isto é, a ideia da empresa é passar de R$ 364,8 milhões para R$ 525,6 milhões.

Assim sendo, essa operação seria viabilizada através da incorporação de parte do saldo da Reserva de Incentivos Fiscais da Companhia. Isto é, no valor de R$ 160,7 milhões.

Nesse sentido, esse aumento, se for aprovado pelos acionistas, corresponderá à emissão de 178.687.390 ações bonificadas. Ou seja, sendo 76.346.382 ordinárias e 102.341.008 preferenciais.

Diante disso, os acionistas detentores de ações ordinárias e preferenciais receberão, a título de bonificação, 1 (uma) nova ação para cada ação atualmente detida. Isto é, ordinárias ou preferenciais, de que forem titulares na data de realização da Assembleia Geral Extraordinária.

Schulz tem alta de 59,7% em faturamento bruto em 2021

A Schulz (SHUL3) divulgou uma prévia de seu faturamento, com dados não auditados, referente ao exercício de 2021 aos seus acionistas. De acordo com a companhia, houve um crescimento de 59,7% em relação ao mesmo período do exercício anterior, isto é, 2020.

Leia mais  Com alta de 39% lucro da Schulz chega a R$ 75 milhões no 4T21

Assim sendo, com tal crescimento, o faturamento bruto da companhia ultrapassou o valor de R$ 2 bilhões. De acordo com a Schulz, o resultado reflete o bom desempenho das divisões Automotiva e Compressores.

Além disso, afirmou que sua receita líquida somou R$ 1,7 bilhão. Portanto, em relação com o mesmo período do ano anterior, houve um crescimento de 62,3%. Isso mostra como a companhia manteve suas atividades em curso, em meio a um cenário econômico difícil para diversas empresas.

O terceiro trimestre da Schulz

Enquanto os resultados do quarto trimestre não saem, podemos relembrar como foi o trimestre imediatamente anterior da companhia, isto é, o terceiro. Durante o terceiro trimestre deste ano, a Schulz somou uma receita de venda de bens e/ou serviços de R$ 334,1 milhões. Dessa forma, houve um crescimento em relação aos R$ 198,1 milhões do mesmo período do ano passado.

Além disso, a companhia teve uma elevação em seus custos. Isto é, as despesas com vendas somaram R$ 13,7 milhões no período, enquanto que no terceiro trimestre de 2020 a linha somou R$ 9,9 milhões. Ademais, suas despesas gerais e administrativas também aumentaram, saindo de R$ 7,2 milhões no mesmo período do ano passado para os atuais R$ 9,4 milhões. Contudo, suas outras receitas operacionais cresceram bastante no intervalo, saindo de R$ 6 milhões do ano passado para os atuais R$ 20,4 milhões.

Leia mais  Schulz (SHUL3) tem alta de 59,7% em faturamento bruto em 2021

Em relação ao lucro líquido, a companhia somou o valor de R$ 53,9 milhões. Dessa forma, houve um crescimento de 76% em relação aos R$ 30,6 milhões do mesmo período do ano passado.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Você tem direito a bolada? Schulz (SHUL3) irá distribuir R$ 21 milhões em JCP

Leonardo Bruno

Schulz (SHUL4): JCP confirmados pela empresa

Ruan Sousa

A Schulz (SHUL4) aprovou em Assembleia, que será efetuado uma bonificação na proporção de 100%

Ruan Sousa

Com alta de 39% lucro da Schulz chega a R$ 75 milhões no 4T21

Leonardo Bruno

Schulz (SHUL3) tem alta de 59,7% em faturamento bruto em 2021

Diogo Albuquerque

Lucro da Schulz (SHUL4) dispara 76% no resultado 1T21

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário