Guia do Investidor
suzano suzb3
Notícias

Suzano (SUZB3) eleva investimento em 2023 para R$18,5 bilhões

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo, Suzano (SUZB3), anunciou um importante dado para o mercado. Ou seja, trata-se da estimativa de investimento de R$ 18,5 bilhões para o próximo ano. Isto é, acima dos R$ 16,1 bilhões previstos para 2022.

“A elevação em relação a 2022 decorre, em grande parte, do maior investimento no Projeto Cerrado, considerando investimentos industriais, florestais, infraestrutura e logística”

afirmou a Suzano em fato relevante.

Desses R$ 18,5 bilhões, quase metade (R$ 8,9 bilhões) serão investidos no Projeto Cerrado. Isto é, a nova fábrica de celulose que a empresa está construindo no Mato Grosso do Sul. Esta possui capacidade para 2,55 milhões de toneladas por ano, um incremento de 20% na produção da empresa.

Ademais, outros R$ 2,4 bilhões serão usados em terras e florestas, o que inclui a segunda parcela da compra da Parkia, concluída em junho. A Suzano afirmou ainda que esse capital também “contempla investimentos que visam maior competitividade e/ou opcionalidade de crescimento da companhia no longo prazo”.

Além disso, a empresa orçou R$ 6,4 bilhões para manutenção em 2023, um incremento de quase R$ 1 bilhão ante os R$ 5,5 bilhões previstos para este ano.

“O maior dispêndio em relação ao ano anterior refere-se principalmente ao efeito da inflação, principalmente sobre investimentos florestais. Além disso, maior intensidade de projetos e serviços nas plantas industriais, em função da maior quantidade de paradas gerais programadas para manutenção”

afirmou a Suzano
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Preço da celulose pode disparar, diz CEO da Suzano

Lara Donnola

Suzano investe 1,8 bilhão em compra de terras do BTG

Leonardo Bruno

Klabin ou Suzano? Descubra qual deve disparar em 2024

Leonardo Bruno

Suzano aumenta preços da celulose para China, Europa e EUA

Miguel Gonçalves

Receita líquida da Suzano desaba 37% no resultado 3T22

Leonardo Bruno

Suzano se destaca, varejistas têm perdas

Guia do Investidor

Deixe seu comentário