Guia do Investidor
Tenda
Notícias

Tenda (TEND3) cederá carteiras de financiamento direto para emissão de CRIs

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Tenda (TEND3) anunciou que irá ceder carteiras de financiamento direto com a companhia, conhecidas como “pró-soluto”, com o objetivo de emitir certificados de recebíveis imobiliários (CRIs) no valor de até R$ 157,4 milhões. Essa operação será realizada em duas séries e será conduzida pela True Securitizadora.

De acordo com o comunicado da Tenda, os créditos imobiliários serão cedidos por meio da celebração de um Instrumento Particular de Contrato de Cessão de Créditos Imobiliários e Outras Avenças para cada uma das emissões. Esses contratos serão firmados entre a Tenda e a securitizadora, nos quais a Tenda cederá, em definitivo e sem coobrigação, a totalidade dos créditos imobiliários de sua titularidade.

Essa operação de securitização permitirá que a Tenda converta os créditos imobiliários em CRIs, que são títulos financeiros lastreados nesses créditos. Os CRIs são emitidos no mercado de capitais e representam uma forma de captação de recursos pelas empresas do setor imobiliário. Investidores interessados adquirem esses títulos, recebendo em troca os fluxos de pagamentos originados pelos créditos imobiliários.

Essa estratégia de ceder carteiras de financiamento direto para a emissão de CRIs é comum no mercado imobiliário, permitindo que as empresas obtenham recursos de forma antecipada e diversifiquem suas fontes de financiamento. Além disso, essa operação pode contribuir para a redução do endividamento da Tenda e a liberação de capital para novos investimentos.

A Tenda é uma construtora e incorporadora com foco na faixa de renda média e baixa. A empresa atua no desenvolvimento de empreendimentos residenciais e busca oferecer soluções acessíveis para o mercado imobiliário. A securitização dos créditos imobiliários é uma estratégia que pode auxiliar a Tenda na expansão de seus negócios e no aumento de sua capacidade de investimento.

Os detalhes específicos da operação de cedência de carteiras de financiamento direto para a emissão de CRIs ainda não foram divulgados. Os investidores e acionistas da Tenda devem acompanhar atentamente essa movimentação, pois ela pode trazer impactos tanto para a empresa quanto para o mercado imobiliário como um todo.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Tenda projeta “escalada financeira” entre R$ 3,2 e R$ 3,5 bi em 2024

Miguel Gonçalves

Receita líquida da Tenda dispara 37% no resultado 3T23

Leonardo Bruno

Conselho da Tenda aprova redução de capital social; entenda

Miguel Gonçalves

Para se fortalecer no mercado, Tenda precifica oferta de ações em R$ 12,50

Leonardo Bruno

Tenda anuncia planos para captar até R$ 279 milhões em Follow-on

Leonardo Bruno

Tenda (TEND3) planeja oferta de ações para captar até R$ 250 milhões

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário