Guia do Investidor
Apple Car e Tesla
Notícias

Apple desiste da produção de carros elétricos

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A gigante de tecnologia cancelou o projeto que buscava competir com a Tesla. O anúncio do encerramento ocorreu internamente na terça-feira (27), pelo diretor de Operações, Jeff Williams, e Kevin Lynch, vice-presidente encarregado do projeto. Conforme as fontes da Bloomberg News, O comunicado surpreendeu aproximadamente 2.000 membros da equipe dedicada ao projeto. Durante a comunicação, os dois líderes informaram aos colaboradores que o projeto em questão será gradualmente descontinuado. Além disso, muitos integrantes da equipe dedicada ao desenvolvimento do carro, conhecida como Special Projects Group (SPG), serão realocados para a divisão de Inteligência Artificial, área cada vez mais prioritária para a empresa.

Em postagem no X (antigo Twitter), Elon Musk comemorou a decisão:

image 34
image 34

Impacto da decisão nas ações AAPL

A alteração na direção foi recebida com alívio por alguns investidores, contribuindo para atenuar a queda nas ações na terça-feira (27). Por volta das 15h20 em Nova York, as ações registraram um aumento de aproximadamente 0,70%, atingindo US$ 182,41, após a divulgação da notícia pela Bloomberg News. O anúncio de encerrar definitivamente o projeto representa um impacto significativo para a empresa, marcando o fim de um esforço bilionário que visava posicionar a Apple em uma nova indústria.

Leia mais  Nova geração de QR Codes trará mais praticidade, segurança e inclusão aos pagamentos digitais

Início e Fim do Special Projects Group

A gigante da tecnologia iniciou os trabalhos no carro por volta de 2014, visando um veículo elétrico totalmente autônomo com características semelhantes às de uma limusine e sistema de navegação por voz. No entanto, o projeto enfrentou desafios desde o início, com a Apple realizando mudanças na liderança e na estratégia da equipe em diversas ocasiões. Lynch e Williams assumiram o empreendimento alguns anos atrás, sucedendo Doug Field, que agora ocupa uma posição de destaque na Ford Motor (F). A decisão de encerrar o projeto foi tomada pelos executivos mais graduados da Apple nas últimas semanas, apenas um mês após a Bloomberg News relatar que o projeto estava em uma encruzilhada. A última abordagem discutida internamente era adiar o lançamento do carro até 2028 e reduzir as especificações de direção autônoma de tecnologia de Nível 4 para Nível 2+.

Recentemente, a Apple estimava que o carro teria um preço em torno de US$ 100.000, mas os executivos expressaram preocupações sobre a capacidade do veículo de alcançar as margens de lucro típicas da empresa em seus produtos. Além disso, o conselho da empresa estava inquieto em continuar alocando centenas de milhões de dólares anualmente em um projeto que poderia nunca se concretizar. Apesar disso, a Apple continua investindo consideravelmente em outras áreas. Nos últimos cinco anos, a empresa destinou US$ 113 bilhões em pesquisa e desenvolvimento (P&D), com uma taxa média de crescimento anual de cerca de 16%. Recentemente, lançou o headset Vision Pro, sua primeira incursão em uma nova categoria de produto em quase uma década, e está ativamente desenvolvendo esse segmento de negócios.

Bolsas de NY sobem; Nasdaq atinge recorde e Apple se destaca

As bolsas em NY fecham em alta, com Nasdaq atingindo máxima histórica e ações da Apple subindo após recomendação. As bolsas de Nova York apresentaram um desempenho positivo, com destaque para o Nasdaq, que atingiu uma máxima histórica, impulsionado pelo forte balanço da empresa taiwanesa de semicondutores TSMC.

O Nasdaq registrou um avanço de 1,35%, alcançando 15.055,65 pontos. Um dos principais motores desse desempenho foi a Apple, cujas ações subiram 3,26%, após o Bank of America elevar a recomendação do papel de “neutra” para “compra”.

Leia mais  Elon Musk anuncia implantação de chip em humanos

Mercados de ações em NY têm dia positivo com Nasdaq em alta histórica e Apple se destacando após recomendação de compra

Nesta sessão, as bolsas de valores em Nova York apresentaram um desempenho notável, com destaque para o índice Nasdaq, que atingiu uma máxima histórica. O Nasdaq avançou 1,35%, fechando em 15.055,65 pontos, impulsionado pelo vigoroso desempenho da fabricante taiwanesa de chips TSMC. Essa reviravolta positiva ocorreu após um início de semana desafiador para as gigantes de tecnologia, as chamadas big techs.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Elon Musk anuncia corte de 10% dos funcionários da Tesla

Paola Rocha Schwartz

Musk e Milei se encontram nos EUA

Márcia Alves

SpaceX enfrenta dificuldades para tornar a Starlink lucrativa

Rodrigo Mahbub Santana

Musk e Moraes: Críticas ao STF predominam em redes sociais

Paola Rocha Schwartz

Musk alerta sobre possíveis prisões de funcionários do X no Brasil

Paola Rocha Schwartz

Elon Musk diz que Moraes é “ditador” e “tem Lula na coleira”

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário