Guia do Investidor
1F7B30CC 8FC7 489C 9A6D 8C100C39A648
Notícias

Apple reforça segurança com “Proteção de Dispositivo Roubado”

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Apple anunciou melhorias significativas na segurança do iPhone por meio do novo recurso “Proteção de Dispositivo Roubado”, integrado à versão 17.3 do iOS, o sistema operacional do smartphone. Este avanço tem como objetivo dificultar o acesso não autorizado a informações sensíveis em casos de roubo ou furto.

Face ID Exclusivo para Acessar Senhas e Configurações

A principal inovação introduzida pela Apple é a restrição do acesso a senhas armazenadas no dispositivo e à capacidade de alterar configurações. Com a implementação da “Proteção de Dispositivo Roubado”, somente o uso do Face ID, o sistema de reconhecimento facial da Apple, permitirá realizar essas ações. A alternativa do código numérico não será mais uma opção, reforçando a segurança dos dados dos usuários.

Leia mais  EUA: 16% dos adultos no país possuem um SmartWatch

Data de Lançamento e Fortalecimento contra Ameaças Emergentes

Embora a Apple não tenha especificado a data exata de disponibilidade para todos os usuários, a empresa sinaliza que o iOS 17.3, que incorpora esse novo recurso, será lançado em breve. A gigante da tecnologia destaca a importância contínua de fortalecer as defesas contra ameaças em constante evolução.

“À medida que as ameaças aos dispositivos dos usuários continuam a evoluir, trabalhamos incansavelmente para desenvolver novas proteções poderosas para nossos usuários e seus dados”, afirmou a Apple em comunicado.

Camada Adicional de Proteção contra Roubos

A Apple enfatiza que o recurso “Proteção de Dispositivo Roubado” oferece uma camada sofisticada de proteção em situações extremamente raras, onde um ladrão observa o usuário inserindo o código de acesso e, posteriormente, rouba o dispositivo. Afinal, essa adição de segurança visa mitigar riscos mesmo em circunstâncias menos comuns.

Expectativa de Lançamento e Contínuo Compromisso com a Segurança

Dessa forma, a Apple destaca o compromisso contínuo da empresa em aprimorar as defesas dos dispositivos, reconhecendo a constante evolução das ameaças de segurança.

Leia mais  Apple escapa de multa em torno de R$100 milhões

Em resumo, o novo recurso representa uma melhoria na segurança do iPhone, proporcionando aos usuários uma proteção ao acesso não autorizado.

Mais notícias

Ação da MRV despenca em meio a especulações sobre prévia e Guidance

MRV, empresa focada no programa Minha Casa Minha Vida, enfrentou uma queda expressiva de 12% em suas ações, contrastando com a oscilação positiva ou estável do Ibovespa.

Volume Negociado Elevado e Especulações no Mercado

O declínio de hoje soma-se a quedas de 4% e 0,7% nos dias anteriores. O volume negociado atingiu R$ 380 milhões na tarde de hoje, mais de seis vezes a média diária de R$ 60 milhões. Duas principais especulações circulam no mercado, contribuindo para a volatilidade.

A primeira especulação sugere que a MRV pode anunciar uma revisão em seu guidance para o lucro líquido. No MRV Day do ano passado, a empresa estabeleceu a expectativa de alcançar um lucro de R$ 1,3 bilhão a R$ 1,6 bilhão até 2025. Portanto, a possibilidade de uma revisão pode estar gerando incertezas entre os investidores.

Leia mais  Apple supera os US$ 3 trilhões em valor de mercado

Antecipação da Prévia Operacional como Fator de Queda

Outra hipótese levantada é que a queda nas ações pode ser uma antecipação à prévia operacional que a MRV planeja anunciar após o fechamento do mercado hoje. Assim, este movimento pode refletir a ansiedade do mercado em relação aos números que serão divulgados, adicionando pressão às ações.

A MRV está programada para realizar um novo Investor Day em 7 de fevereiro, levantando a expectativa de que o guidance possa receber algum tipo de revisão. Então, os investidores parecem reagir de maneira sensível às possíveis mudanças nas projeções da empresa.

Impacto no Valor de Mercado da MRV

Dessa forma, com a queda nas ações, a MRV viu seu valor de mercado reduzido para R$ 4,6 bilhões na B3. Essa desvalorização reflete as incertezas e especulações que permeiam o comportamento do mercado em relação à empresa.

Em resumo, o cenário atual da MRV contém especulações sobre revisões no guidance e antecipações da prévia operacional, o que contribuiu para a abrupta queda nas ações. Afinal, os investidores aguardam ansiosamente os próximos eventos da empresa para ajustar suas estratégias.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Uniao Europeia abre investigação contra Apple, Alphabet e Meta

Paola Rocha Schwartz

Apple desiste da produção de carros elétricos

Mateus Sousa

Pela primeira vez, Microsoft atinge valor de mercado de US$ 3 trilhões

Lara Donnola

Prova de fogo: Tesla e Apple procuram “rendenção” na China

Leonardo Bruno

Ações da Apple vão de mal a pior: entenda o motivo

Miguel Gonçalves

Apple supera os US$ 3 trilhões em valor de mercado

Miguel Gonçalves

Deixe seu comentário