Guia do Investidor
As Melhores Acoes e Setores para Investir em 2024 GDI
Recomendações

As Melhores Ações e Setores para Investir em 2024

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Você está pronto para mergulhar no mundo dos investimentos em 2024? As Melhores Ações e Setores para Investir em 2024 estão na vanguarda da mente de todo investidor. Neste artigo, vamos guiá-lo pelas principais oportunidades para o próximo ano, ajudando-o a tomar decisões informadas e aumentar sua riqueza.

Investir nas ações e setores certos é crucial para alcançar o sucesso financeiro. O ano de 2024 promete oportunidades emocionantes para os investidores, mas é essencial manter-se informado e tomar decisões bem fundamentadas.

Explorando o Cenário de Investimento

Gigantes da Tecnologia

As Melhores Ações e Setores para Investir em 2024 começam com o setor de tecnologia. As principais empresas de tecnologia continuam impulsionando a inovação e o crescimento. Considere investir em gigantes como Apple, Amazon e a empresa-mãe do Google, Alphabet. Essas empresas têm um histórico de crescimento constante e estão posicionadas para ainda mais sucesso em 2024.

Revolução de Energia Renovável

Em um mundo cada vez mais focado na sustentabilidade, o setor de energia renovável apresenta oportunidades promissoras. Empresas especializadas em energia solar e eólica, como Tesla e First Solar, são esperadas para se sair bem em 2024.

Relatório do Itaú BBA: Destaques de 2024

O Itaú BBA divulgou recentemente um relatório que aponta as ações que devem se destacar em 2024. Vamos destacar as principais informações desse relatório e como elas podem influenciar suas escolhas de investimento.

Agronegócio em Destaque

O relatório do Itaú BBA coloca em destaque o agronegócio como um setor promissor para o próximo ano. Entre as principais recomendações, está a Suzano (SUZB3), que figura entre as 10 favoritas do banco em todos os setores.

Os fatores de atenção que o banco destaca para o setor incluem:

  • Evolução global do El Niño;
  • Ritmo de comercialização dos produtores brasileiros;
  • Paridade do etanol nas bombas;
  • Exportações de açúcar;
  • Preços domésticos do diesel;
  • Preços do frete.

Com a perspectiva de uma expressiva safra de soja e milho, tanto para o Brasil como no mercado internacional, o Itaú prefere 3tentos (TTEN3) do que SLC Agrícola (SLCE3) no curto prazo, dado o forte Ebitda CAGR (taxa de crescimento anual composto) dos próximos 5 anos.

Setor Logístico em Ascensão

O Itaú BBA também enxerga boas perspectivas para o setor logístico, com altas nos preços do frete devido à oferta restrita como resultado da safra recorde. Neste contexto, o Itaú prefere Rumo (RAIL3) ao invés de Hidrovias do Brasil (HBSA3).

Setor de Alimentos

No setor de alimentos, o Itaú destaca a JBS (JBSS3) como sua ‘top pick’, devido ao histórico sólido de alocação de capital e um resiliente FCFE (Fluxo de Caixa do Acionista). Apesar dos desafios em 2023, o banco espera que a maioria das divisões da JBS se recupere a partir de 2024.

Papel & Celulose

O setor de Papel & Celulose conta com impulsionadores de longo prazo, como o crescimento populacional, aumento dos rendimentos disponíveis e a baixa penetração na Ásia de produtos relacionados ao consumo, como lenços de papel. A celulose de fibra curta deve ganhar participação em relação à fibra longa, o que é positivo para produtores como a Suzano.

O Itaú destaca Suzano e Klabin (KLBN11) como ações do setor, com preferência pela SUZB3 devido à perspectiva mais forte do mercado de celulose.

Açúcar e Etanol

Para o setor de açúcar e etanol, o banco projeta preços recordes devido à queda das exportações da Índia e outros fatores. No entanto, o Itaú permanece preocupado com os preços do etanol no curto prazo, que estão próximos dos custos caixa das empresas. Portanto, o banco opta por Raízen (RAIZ4) no lugar de São Martinho (SMTO3) e Adecoagro.

O cenário econômico internacional para 2024 parece promissor, de acordo com análises do BTG Pactual. Em um recente relatório de perspectivas, o banco ressaltou que a fase mais desafiadora do aperto monetário já teria ficado para trás, indicando um período potencialmente menos turbulento pela frente.

O foco principal para 2024, segundo o BTG, será a mudança no ciclo monetário, especialmente nos Estados Unidos. Os analistas do banco preveem a possibilidade de cortes nas taxas de juros nas economias desenvolvidas durante o segundo semestre do próximo ano, marcando o início de uma nova fase do ciclo monetário. Essa mudança é vista como um ajuste do juro real, algo que pode ter implicações significativas nos mercados globais.

Apesar dos juros elevados no cenário atual e de eventos geopolíticos de grande relevância, como as eleições americanas, que devem manter os mercados em alerta, o BTG enfatiza a transição monetária como um tema chave para o próximo ano.

No Brasil, o mercado já observou o início de um ciclo de corte de juros em agosto. O BTG Pactual projeta que a taxa Selic alcance um patamar entre 9,5% e 10% até o final de 2024, com o IPCA permanecendo dentro das metas de inflação estabelecidas. A economia brasileira, de acordo com o banco, deve desacelerar, com uma estimativa de crescimento real do PIB em torno de 1,5%, reflexo dos efeitos mais lentos da política monetária.

Melhores Ações para Investir em 2024

Além das análises macroeconômicas, o BTG Pactual também selecionou as que considera serem as seis melhores ações para investir em 2024. O portfólio inclui cinco ações brasileiras e o ADR (American Depositary Receipt) da Alphabet, a empresa-mãe do Google (GOGL34). A escolha da Alphabet se baseia na expectativa de que ela será um dos principais beneficiários da tendência da inteligência artificial, especialmente com o crescimento do Bard e a integração de suas operações com outros segmentos da empresa.

Ações RecomendadasCódigo
SuzanoSUZB3
3tentosTTEN3
RumoRAIL3
JBSJBSS3
KlabinKLBN11
Alphabet (Google)GOGL34
WegWEGE3
CosanCSAN3
ValeVALE3
SabespSBSP3
RaízenRAIZ4

As ações brasileiras selecionadas e suas respectivas características atrativas são as seguintes:

  • Weg (WEGE3): Forte exposição ao dólar e potencial para beneficiar-se de tendências globais como mobilidade elétrica, eficiência energética, digitalização, automação e expansão de projetos de energia renovável.
  • JBS (JBSS3): Expectativa de melhoria nas margens, apoiada por um mercado favorável nos Estados Unidos e a disponibilidade de gado na Austrália e no Brasil.
  • Cosan (CSAN3): Empresa em ponto de alavancagem possivelmente no pico, com potencial para transferir valor da dívida para o acionista em breve e exposição a setores competitivos no Brasil.
  • Vale (VALE3): Principal nome para exposição à retomada econômica chinesa, com expectativa de melhoria na produção e vendas, além da monetização da unidade de metais básicos.
  • Sabesp (SBSP3): Considerada a melhor escolha entre as estatais de serviços básicos, com uma agenda de privatizações em andamento e mudanças regulatórias que favorecem o valor do ativo.

Essas recomendações do BTG Pactual representam uma visão estratégica sobre as oportunidades de investimento para 2024, considerando as mudanças econômicas e monetárias previstas tanto no cenário nacional quanto internacional. Investir de forma informada e alinhada com essas perspectivas pode ser uma estratégia valiosa para alcançar seus objetivos financeiros no próximo ano.

À medida que nos aproximamos de 2024, as oportunidades de investimento estão surgindo em vários setores. É essencial manter-se informado e considerar as recomendações do Itaú BBA e outras fontes confiáveis ao tomar decisões de investimento. Lembre-se de acompanhar os fatores mencionados neste artigo, pois eles podem influenciar o desempenho de diferentes setores no próximo ano. Esteja preparado e tome decisões informadas para alcançar seus objetivos de investimento.

Não se esqueça das ações baratas e dos dividendos

O cenário atual da Bolsa brasileira apresenta uma oportunidade interessante para investidores. De acordo com a avaliação do Ibovespa, as empresas estão sendo negociadas abaixo da sua média histórica. Em novembro de 2023, o múltiplo preço/lucro (P/L) está em 8,1 vezes, enquanto a média histórica gira em torno de 10,9 vezes. Essa diferença pode ser interpretada como uma chance de adquirir “pechinchas” no mercado de ações.

Jennie Li, estrategista chefe da XP, observa que as ações estão em patamares atrativos considerando seus múltiplos. Ela indica que existem oportunidades em diversos setores, desde as grandes ações até as small caps. Ações descontadas, negociadas abaixo do valor intrínseco da empresa, são vistas por muitos analistas como uma janela de oportunidade para investimentos, devido ao potencial de crescimento do papel até atingir seu valor justo.

Para identificar 10 ações “baratas”, o InfoMoney consultou Jennie Li e outros especialistas, levando em conta critérios como potencial de valorização, distribuição de dividendos e a relação preço/lucro. Esses critérios também incluem a qualidade de resultado e possíveis catalizadores positivos no futuro.

A lista final inclui empresas de setores variados da Bolsa brasileira, como commodities, bancos, varejo e agronegócio. Algumas dessas ações se destacam pela possibilidade de mais de 70% de valorização em 12 meses, enquanto outras têm projeção de aumento de dividendos em 2024.

EmpresaCódigoSetorDestaque
3R PetroleumRRRP3Petróleo e GásPotencial de valorização
3TentosTTEN3AgronegócioPotencial de crescimento
Banco do BrasilBBAS3BancárioValorização e dividend yield
Engie BrasilEGIE3EnergiaCrescimento sustentável, dividend yield
KlabinKLBN11Papel e CeluloseExpansão do setor, dividend yield
PetrobrasPETR4Petróleo e GásValorização, dividend yield
Grupo MateusGMAT3VarejoExpansão e crescimento
ItaúITUB4BancárioForte presença no mercado, dividend yield
M. DiasMDIA3AlimentícioCrescimento constante, dividend yield
ValeVALE3MineraçãoAlto potencial de valorização

Entre as ações selecionadas, destacam-se 3R Petroleum (RRRP3), 3Tentos (TTEN3), Banco do Brasil (BBAS3), Engie Brasil (EGIE3), Klabin (KLBN11), Petrobras (PETR4), Grupo Mateus (GMAT3), Itaú (ITUB4), M. Dias (MDIA3) e Vale (VALE3). Cada uma delas possui características específicas que as tornam atrativas, seja pelo potencial de valorização ou pela estimativa de dividend yield.

Ao buscar ações baratas, é fundamental considerar que não existe um único indicador para determinar se uma ação está cara ou barata. Segundo João Tonello, analista da Benndorf Research, é essencial levar em conta as particularidades de cada setor e contexto. Além do P/L, outros indicadores como preço/valor patrimonial (P/VP) e valor da empresa/lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EV/EBITDA) podem ser utilizados. Porém, é crucial avaliar perspectivas de crescimento e condições macroeconômicas para uma análise mais completa.

Tonello adverte que os múltiplos não fornecem uma visão completa e que o desconto em uma ação geralmente tem um motivo. É importante investigar se a razão do desconto é temporária ou permanente. Jefferson Canuto, da Manchester Investimentos, acrescenta que sentimentos de mercado, como notícias, rumores ou especulações, também influenciam as negociações em bolsa e podem resultar em ações sendo negociadas abaixo de seu valor justo por períodos prolongados.

Este cenário ressalta a importância de uma análise cuidadosa e criteriosa ao investir em ações, principalmente em um mercado volátil e repleto de variáveis.

Não fique com dúvidas!

O que é o relatório do Itaú BBA?

O relatório do Itaú BBA é um documento que fornece análises e recomendações sobre ações e setores que devem se destacar no próximo ano. É uma fonte confiável de informações para investidores.

Por que a Suzano é recomendada no setor de agronegócio?

A Suzano (SUZB3) é recomendada devido à sua forte perspectiva no mercado de celulose, impulsionada pela celulose de fibra curta. A empresa é conhecida por seus custos competitivos e escala de produção.

Qual a importância de acompanhar os preços do frete no setor logístico?

Os preços do frete têm um impacto significativo nos resultados do setor logístico. Com a oferta restrita devido à safra recorde, os preços tendem a subir, o que pode beneficiar empresas como a Rumo (RAIL3).

Por que o Itaú BBA prefere Raízen sobre São Martinho no setor de açúcar e etanol?

O Itaú BBA prefere Raízen (RAIZ4) devido à perspectiva de preços recordes no setor de açúcar e etanol. No entanto, o banco está preocupado com os preços do etanol no curto prazo, que estão próximos dos custos caixa das empresas, tornando Raízen uma escolha mais sólida.

Quais são os impulsionadores de longo prazo no setor de Papel & Celulose?

O setor de Papel & Celulose se beneficia do crescimento populacional, aumento dos rendimentos disponíveis e da substituição do plástico descartável, entre outros. A celulose de fibra curta deve ganhar participação de mercado, beneficiando empresas como a Suzano.

Você quer começar a investir na bolsa de valores?

Você possui o desejo de começar sua carreira como investidor? Apesar de parecer complicado, se tornar um “frequentador” da bolsa de valores é mais fácil do que você imagina!

Aqui no Guia do Investidor, nós oferecemos uma ampla seleção de análises, recomendações e indicações de preços-alvo para as principais ações e ativos da bolsa de valores brasileira para você começar a entender todos os caminhos que separam você dos grandes lucros! Nossa equipe de especialistas está sempre atenta ao mercado, identificando as melhores opções e recomendações para você ampliar e diversificar sua carteira.

Se você não sabe por onde começar, pode seguir as 5 dicas que selecionamos para você dar seus primeiros passos na bolsa de valores:

Entendemos que cada investidor tem suas próprias metas e tolerância ao risco. Por isso, oferecemos uma variedade de recomendações que se enquadram em diferentes perfis e objetivos. Seja você um investidor conservador, moderado ou agressivo, encontrará em nosso site análises detalhadas e recomendações fundamentadas para auxiliar em suas decisões de investimento.

Além disso, sabemos que o mercado financeiro é dinâmico e as oportunidades podem surgir a qualquer momento. Por isso, atualizamos constantemente nossas recomendações para que você possa aproveitar as melhores oportunidades assim que elas aparecem.

Para conferir as últimas análises e recomendações do mercado, basta clicar aqui.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Veja as 10 ações que mais valorizaram em fevereiro

Mateus Sousa

Eternit (ETER3) apresenta lucro líquido de R$ 82,9 milhões no 4T23

Mateus Sousa

Mesmo com resultado positivo, ações da IRB (IRBR3) derretem

Mateus Sousa

Ações da Ambev (ABEV3) derretem no pregão desta quinta-feira (29)

Mateus Sousa

XP Inc anunciou programa de recompra de 2,5 milhões de ações

Márcia Alves

Marcopolo (POMO4) encerra 2023 com lucro líquido de R$ 810,8 milhões

Mateus Sousa

Deixe seu comentário