Guia do Investidor
INTER gdi
Notícias Resultados

Banco Inter dá salto de 53% e lucro sobe para R$ 160 mi no 4T23

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Inter (INBR32) encerrou o quarto trimestre de 2023 com resultados impressionantes, demonstrando um forte desempenho financeiro e um crescimento significativo em diversas áreas de sua operação. De acordo com o documento enviado ao mercado nesta quarta-feira (7), o banco digital registrou um lucro líquido de R$ 160 milhões, representando um aumento de 53% em comparação com o terceiro trimestre do mesmo ano. Em relação ao quarto trimestre de 2022, o lucro líquido cresceu cinco vezes, refletindo uma trajetória de crescimento consistente.

No acumulado do ano, a plataforma digital alcançou um lucro de R$ 352 milhões e um lucro antes de impostos de R$ 440 milhões, estabelecendo um recorde para a companhia. Esse desempenho excepcional foi impulsionado por uma receita bruta de R$ 2,2 bilhões, representando um aumento de 29% em relação ao mesmo período de 2022. As operações de crédito e as receitas provenientes de tarifas, como interchange, banking e investimentos, foram os principais impulsionadores desse crescimento.

Leia mais  LUGG11 passa a ter gestão da Inter Asset e capta R$ 18,4 milhões em oferta pública

Além dos resultados financeiros sólidos, o número de clientes do Inter também apresentou um crescimento significativo, atingindo a marca de 30 milhões, um aumento de 23%. Esse aumento substancial na base de clientes reflete a crescente popularidade e aceitação da plataforma digital entre os consumidores.

O CEO do Inter, João Vitor Menin, expressou satisfação com os resultados alcançados, destacando o sucesso do primeiro ano do plano estratégico de cinco anos da empresa, denominado 60-30-30. Esse plano visa superar 30 milhões de clientes, atingir um Índice de Eficiência de 51% e alcançar um Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) de 8,5%. Menin enfatizou que a palavra de ordem para o futuro será o crescimento com rentabilidade, reiterando o compromisso do Inter em oferecer produtos disruptivos e de qualidade que atraiam os consumidores.

Para Alexandre Riccio, representante da empresa, 2024 promete ser um ano de alinhamento de fatores favoráveis, com o crescimento contínuo do banco e uma melhora na economia que pode reduzir o custo de crédito e a inadimplência. Embora a inadimplência tenha sido um ponto de atenção, Riccio observa uma tendência positiva, com uma inflexão alcançada no quarto trimestre e metas de inadimplência continuando a declinar.

Leia mais  IRB (IRBR3) reporta lucro líquido de R$ 38 mi no 4T23

Não perca os melhores investimentos para 2024

Está buscando as melhores oportunidades de investimento para 2024? Com o mercado em constante evolução, é fundamental estar bem informado para fazer escolhas inteligentes e lucrativas.

No Guia do Investidor, trazemos para você uma análise criteriosa e atualizada dos investimentos mais promissores para o ano de 2024. Nosso time de especialistas analisa tendências de mercado, indicadores econômicos e potenciais de crescimento para orientar suas decisões de investimento na direção certa.

Confira algumas das principais tendências do novo ano:

Se você quer estar à frente no jogo dos investimentos, confira as recomendações essenciais que preparamos para você se destacar em 2024. Compreendemos que cada investidor possui objetivos e perfis de risco distintos. Por isso, em nosso portal, oferecemos sugestões que se adaptam a diferentes necessidades, desde o investidor mais conservador até o mais audacioso! Não deixe de clicar aqui para conferir!

Leia mais  Banco Inter dobra número de clientes e tem alta de 8% nos lucros

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Inter anuncia compra de participação do BMG na Granito

Márcia Alves

Dólar dispara com aversão ao risco

Márcia Alves

Ibovespa abriu em queda: confira o resumo do dia

Márcia Alves

Inter registra crescimento no 1T e reporta um lucro recorde

Márcia Alves

Marisa reporta prejuízo de R$ 101,3 milhões no 4T23

Márcia Alves

Arezzo e Soma sofrem desvalorização de R$ 2,5 bi após fusão

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário