Guia do Investidor
brf follow-on
Resultados

BRF (BRFS3) apresenta lucro de R$ 823 milhões no 4º trimestre de 2023

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Em comunicado publicado nesta terça-feira (27), a (BRFS3) demonstra um lucro líquido de R$ 823 milhões no 4° trimestre de 2023. A empresa nacional do ramo alimentício conseguiu reverter um prejuízo de R$ 956 milhões registrado no mesmo período em 2022. Esse desempenho reflete a melhoria do cenário internacional e a redução dos preços das commodities, que representam o principal fator de custo para a empresa.

O Ebitda da BRF cresceu significativamente, atingindo um aumento de 84% nos últimos três meses de 2023, totalizando R$ 1,9 bilhão. Por outro lado, a receita líquida do período apresentou uma ligeira queda de 2,4%, encerrando o quarto trimestre em R$ 14,4 bilhões. A geração de caixa operacional foi robusta, alcançando R$ 1,7 bilhão, com um caixa livre de R$ 613 milhões.

Leia mais  Ultrapar (UGPA3) alcança lucro de R$ 1,1 bilhão no 4° trimestre de 2023

O desempenho registrado no último trimestre de 2023 foi considerado o melhor em muitos anos, marcando o encerramento de um ciclo positivo na BRF. Miguel Gularte, CEO da BRF, destacou que o quarto trimestre consolidou o processo de melhoria contínua iniciado no final de 2022, resultando em melhorias superiores a R$ 2,2 bilhões.

Metas alcançadas

Para o CEO da BRF, Miguel Gularte, esse resultado representa o ponto culminante de um ciclo de melhoria contínua que começou no final de 2022, gerando melhorias superiores a R$ 2,2 bilhões. Gularte destacou que a empresa previu esse desempenho e conseguiu atingir suas metas para o último trimestre, transformando o programa de melhoria contínua em parte da cultura organizacional.

Dois fatores principais contribuíram para os resultados do quarto trimestre: a queda nos preços das commodities, que reduziu os custos de produção, e a recuperação do mercado internacional. Especificamente, o Oriente Médio foi uma região de destaque, onde a BRF se beneficiou da retomada da demanda e dos preços.

Internamente, a decisão estratégica de aumentar a posição comprada em grãos no terceiro trimestre permitiu à empresa evitar os aumentos de preços nos últimos três meses, já que as cotações se recuperaram. Gularte enfatizou a eficácia do modelo preditivo da empresa, que quase acertou 100% dos momentos corretos para compra e venda.

Leia mais  Para expandir produção na Arábia, BRF anuncia nova Joint Venture com a saudita HPDC

Para 2024, Gularte expressou otimismo, afirmando que a BRF iniciou o ano em uma posição sólida. A expectativa é de estabilidade nos preços dos grãos no primeiro semestre, com a possibilidade de uma nova queda na segunda metade do ano, com a entrada da safra americana no mercado.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

BRF (BRFS3) anuncia término do programa de recompra de ações

Paola Rocha Schwartz

Ultrapar (UGPA3) alcança lucro de R$ 1,1 bilhão no 4° trimestre de 2023

Mateus Sousa

Lucro líquido da Kepler Weber (KEPL3) cai 21,2% em 2023

Mateus Sousa

XP alcança lucro de R$ 1,04 bi no 4T23

Mateus Sousa

BRF lucra R$ 823 milhões no 4º trimestre

Guia do Investidor

Prato-Cheio? Ações da BRF são aposta do Goldman Sachs no 4T23

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário