Guia do Investidor
brf
Notícias

BRF lucra R$ 823 milhões no 4º trimestre

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Após prejuízo, BRF registra lucro de R$ 823 mi no último trimestre de 2023, impulsionado por melhorias no mercado internacional e queda nos preços das commodities.

A BRF encerrou o último trimestre de 2023 com lucro líquido de R$ 823 milhões, revertendo prejuízo anterior. Melhorias no mercado global e redução nos custos de produção impulsionaram os resultados, com destaque para o Oriente Médio. O CEO Miguel Gularte atribui o sucesso ao programa de melhoria contínua, prevendo estabilidade nos preços das commodities em 2024.

BRF reverte prejuízo e alcança lucro expressivo no quarto trimestre

A BRF (BRFS3) anunciou um lucro líquido de R$ 823 milhões no último trimestre de 2023, revertendo significativamente o prejuízo de R$ 956 milhões do mesmo período do ano anterior. Esse desempenho foi impulsionado por uma série de fatores, incluindo melhorias no mercado internacional e uma queda nos preços das commodities, que são um dos principais custos da empresa.

Leia mais  BRF dispara 13% e puxa ações do setor em novo rally

O Ebitda da companhia cresceu 84% durante o período, totalizando R$ 1,9 bilhão. Embora a receita líquida tenha registrado uma leve queda de 2,4%, fechando em R$ 14,4 bilhões, a geração de caixa operacional foi robusta, atingindo R$ 1,7 bilhão, com um caixa livre de R$ 613 milhões.

Para o CEO da BRF, Miguel Gularte, esse resultado representa o ponto culminante de um ciclo de melhoria contínua que começou no final de 2022, gerando melhorias superiores a R$ 2,2 bilhões. Gularte destacou que a empresa previu esse desempenho e conseguiu atingir suas metas para o último trimestre, transformando o programa de melhoria contínua em parte da cultura organizacional.

Dois fatores principais contribuíram para os resultados do quarto trimestre: a queda nos preços das commodities, que reduziu os custos de produção, e a recuperação do mercado internacional. Especificamente, o Oriente Médio foi uma região de destaque, onde a BRF se beneficiou da retomada da demanda e dos preços.

Internamente, a decisão estratégica de aumentar a posição comprada em grãos no terceiro trimestre permitiu à empresa evitar os aumentos de preços nos últimos três meses, já que as cotações se recuperaram. Gularte enfatizou a eficácia do modelo preditivo da empresa, que quase acertou 100% dos momentos corretos para compra e venda.

Leia mais  Ibovespa segue indicadores americanos, e cai nesta manhã; Confira destaques da bolsa

Para 2024, Gularte expressou otimismo, afirmando que a BRF iniciou o ano em uma posição sólida. A expectativa é de estabilidade nos preços dos grãos no primeiro semestre, com a possibilidade de uma nova queda na segunda metade do ano, com a entrada da safra americana no mercado.

Gerdau (GGBR4) lucra R$ 732 milhões no 4T de 2024

Outra empresa que também apresentou bons resultados ontem, foi a Gerdau, principal produtora de aço no Brasil, que registrou lucro líquido de R$ 732 milhões no 4° trimestre de 2024. Em relação ao mesmo período do ano de 2022, o resultado da empresa sofreu queda de 45,1%. Já em comparação ao 3° trimestre de 2023, o resultado foi 54% inferior ao recorte, conforme o comunicado divulgado ontem, terça-feira (20).

Conforme indicado no relatório de desempenho da empresa, a redução nos resultados pode ser atribuída principalmente à diminuição nos volumes de entregas nas operações, bem como às questões econômicas na Argentina, que afetaram as operações na América do Sul.

Leia mais  Marfrig aumenta sua participação na BRF para 40,05%

A empresa enfatizou que manteve níveis saudáveis de rentabilidade, resultado de sua transformação ao longo dos anos para se tornar mais resiliente e adaptada ao cenário externo. Esse processo incluiu o desenvolvimento de um portfólio de produtos mais equilibrado, permitindo à Gerdau enfrentar desafios e manter sua robustez no mercado.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

BRF (BRFS3) anuncia término do programa de recompra de ações

Paola Rocha Schwartz

BRF (BRFS3) apresenta lucro de R$ 823 milhões no 4º trimestre de 2023

Mateus Sousa

Nubank registra lucro recorde de US$ 395,8 milhões no 4TRI23

Guia do Investidor

Nvidia registra lucro histórico e receita dispara 265%

Guia do Investidor

UE: Montadoras registram lucros variados e Reino Unido em recessão

Guia do Investidor

Prato-Cheio? Ações da BRF são aposta do Goldman Sachs no 4T23

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário