Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

CASH-IN: Méliuz volta a disparar após BC aprovar transferência do Bankly

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

As ações da Méliuz (CASH3) tiveram um desempenho notável nesta segunda-feira (23), registrando fortes ganhos de 9,33%, com os ativos CASH3 alcançando o valor de R$ 7,03. O mercado reagiu positivamente à notícia de que o Banco Central aprovou a transferência do controle societário da fintech Bankly para o banco BV.

A transação, que envolve a venda da fintech Bankly para o BV por R$ 210 milhões, foi assinada em junho e recebeu aprovação do órgão regulador na semana passada. A notícia foi bem recebida pelos investidores, refletindo-se no aumento do valor das ações do Méliuz.

A Genial, uma das empresas do setor financeiro, destacou a transação de forma positiva, pois representa um passo estratégico para o Méliuz. A empresa está se desfazendo de um ativo que estava consumindo caixa significativamente. Além disso, a Genial ressaltou que a empresa planeja distribuir o valor da transação, que totaliza R$ 210 milhões (R$ 225 milhões corrigidos a CDI), aos acionistas. Isso equivaleria a um dividend yield (proporção entre o dividendo pago e o preço da ação) de aproximadamente 36,6%.

Leia mais  Méliuz (CASH3) adquire a Acesso: entenda o racional da operação
image 52
image 52

A venda do Bankly está sujeita a certas condições e será paga em dinheiro no fechamento da operação. Além disso, a transação abrange a totalidade das ações emitidas pelo Bankly e até 100% das ações emitidas pela Acessopar Investimentos e Participações S.A (Acessopar).

A companhia está considerando distribuir a receita da venda aos acionistas como proventos, mas ainda está sujeita a aprovações internas. A empresa não divulgou o mecanismo ou o prazo para essa distribuição.

Os analistas acreditam que a conclusão da venda do Bankly é um passo crucial para que o Méliuz atinja o ponto de equilíbrio financeiro (break-even). A venda deve resultar em uma redução significativa na queima de caixa, uma vez que o Bankly era um dos maiores responsáveis por essa situação.

A empresa também mencionou a possibilidade de distribuir a totalidade do valor da transação, R$ 210 milhões (R$ 225 milhões corrigidos a CDI), aos acionistas, considerando que a empresa possui uma situação de caixa confortável, com cerca de R$ 400 milhões em caixa. Se essa distribuição ocorrer conforme planejado, representaria um dividend yield de aproximadamente 36,6%, com base no valor de mercado da empresa atualmente.

Leia mais  "Cash"out: Prejuízo da Méliuz (CASH3) piora em 510% no resultado 3T22

Essa movimentação no cenário corporativo do Méliuz demonstra a busca da empresa por otimizar sua estrutura de capital e melhorar a eficiência financeira, enquanto ao mesmo tempo recompensa seus acionistas. Os investidores estão atentos ao desenvolvimento dessa estratégia e ao impacto positivo que ela pode ter no desempenho futuro da empresa.

Você quer começar a investir na bolsa de valores?

Você possui o desejo de começar sua carreira como investidor? Apesar de parecer complicado, se tornar um “frequentador” da bolsa de valores é mais fácil do que você imagina!

Aqui no Guia do Investidor, nós oferecemos uma ampla seleção de análises, recomendações e indicações de preços-alvo para as principais ações e ativos da bolsa de valores brasileira para você começar a entender todos os caminhos que separam você dos grandes lucros! Nossa equipe de especialistas está sempre atenta ao mercado, identificando as melhores opções e recomendações para você ampliar e diversificar sua carteira.

Se você não sabe por onde começar, pode seguir as 5 dicas que selecionamos para você dar seus primeiros passos na bolsa de valores:

Entendemos que cada investidor tem suas próprias metas e tolerância ao risco. Por isso, oferecemos uma variedade de recomendações que se enquadram em diferentes perfis e objetivos. Seja você um investidor conservador, moderado ou agressivo, encontrará em nosso site análises detalhadas e recomendações fundamentadas para auxiliar em suas decisões de investimento.

Leia mais  CASH3 no bolso: ações da Méliuz disparam 14% após recomendação de compra pelo BTG Pactual

Além disso, sabemos que o mercado financeiro é dinâmico e as oportunidades podem surgir a qualquer momento. Por isso, atualizamos constantemente nossas recomendações para que você possa aproveitar as melhores oportunidades assim que elas aparecem.

Para conferir as últimas análises e recomendações do mercado, basta clicar aqui.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Méliuz tem prejuízo de R$ 20,7 mi em resultado do 4T23

Márcia Alves

CASH de volta: Méliuz sai do vermelho e volta a lucrar no 3T23

Leonardo Bruno

Ibovespa: Méliuz (CASH3) sai do índice para entrada de PetroRecôncavo (RECV3) e Vamos (VAMO3)

Leonardo Bruno

Sem CASH: Méliuz leva tombo e prejuízo dispara em 73% para R$ 6 milhões no resultado 2T23

Leonardo Bruno

Ainda há CASH3? Méliuz lidera quedas do Ibovespa em realização de Lucros

Leonardo Bruno

Conta Digital Méliuz vale a pena? Conta Meliuz é seguro e boa?

Karine Freitas

Deixe seu comentário