Guia do Investidor
aluminio cba
Resultados

CBA (CBAV3) sai do vermelho e lucra R$ 133 milhões no resultado 1T22

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A CBA, Companhia Brasileira de Alumínio, (CBAV3) reverteu o prejuízo de R$ 133 milhões do primeiro trimestre de 2021 em um lucro líquido de R$ 426 milhões entre janeiro e março deste ano, segundo balanço divulgado pela empresa nesta segunda-feira (9).

De acordo com a companhia, o resultado positivo no trimestre se deu devido ao cenário favorável em relação aos preços de alumínio praticados.

Já o Ebitda — lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização — ajustado da companhia saltou 53% na comparação anual, somando R$ 552 milhões no trimestre.

No trimestre, a receita líquida da CBA atingiu os R$ 2,3 bilhões, marcando um avanço de 28% frente ao mesmo período do ano anterior, influenciado principalmente pelo aumento de 32% na receita do negócio de alumínio.

A empresa explica que esse aumento é parcialmente justificado pela alta de 56% do alumínio na LME e pelo aumento dos prêmios praticados pela CBA em todas as linhas de produtos primários e transformados, refletindo um mercado físico apertado e a alta dos insumos e fretes.

Leia mais  CBA (CBAV3), Vivara (VIVA3) e Positivo (POSI3): dividendos confirmados!

A receita também foi beneficiada pelo aumento de 101% na receita do negócio de reciclagem, além de um incremento de 22% na receita de outros segmentos no 1T22, principalmente ligado ao aumento dos preços do trading de lingote (estratégia de compra de lingote para revenda).


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Conselheiro da CBA (CBAV3) renuncia

Rodrigo Mahbub Santana

Resumo Resultados: Confira o desempenho de TIM Brasil, Braskem e CBA no 1T23

Leonardo Bruno

Saiu do vermelho: CBA (CBAV3) reverte prejuízo e lucra R$ 100 milhões no 3T22

Leonardo Bruno

Alta do alumínio ajuda, e lucro da CBA dispara para R$ 511 milhões no 2T22

Leonardo Bruno

CBA (CBAV3), Vivara (VIVA3) e Positivo (POSI3): dividendos confirmados!

Ruan Sousa

Após Follow-on, ações da CBA (CBAV3) desabam na bolsa

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário