Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Após Follow-on, ações da CBA (CBAV3) desabam na bolsa

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A CBA (CBAV3) anunciou os detalhes de seu Follow-on, o que geralmente afetam diretamente o valor das ações devido ao golpe direto na liquidez dos ativos. O Follow-on da empresa foi precificado em R$ 19 por ação, um valor menor que a cotação dos papéis no fechamento desta quarta-feira. Ou seja, uma correção não seria nenhuma surpresa e realmente está abalando a cotação nesta tarde.

Fora do índice, CBA (CBAV3) recuava, há pouco, 4,10%, a R$ 18,49. No final da noite de ontem, a companhia informou que precificou em R$ 19 o valor da ação no âmbito de sua a oferta pública de distribuição secundária (follow-on), que movimentou R$ 904,4 milhões.

image 27

Para analistas, o movimento de queda do ativo ocorre especialmente por conta de dúvidas sobre o retorno dessa capitalização, que teria sido pouco transparente. Além disso, o momento é considerado muito crítico para setor diante do contexto do conflito no leste europeu, assim como os gargalos logísticos da China e a ameaça de redução da demanda.

Leia mais  CBA bate recorde de lucro no 4T21 e mostra que está de volta ao jogo

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

CBA sobe com recomendação de compra do Bradesco BBI

Paola Rocha Schwartz

Conselheiro da CBA (CBAV3) renuncia

Rodrigo Mahbub Santana

Resumo Resultados: Confira o desempenho de TIM Brasil, Braskem e CBA no 1T23

Leonardo Bruno

Saiu do vermelho: CBA (CBAV3) reverte prejuízo e lucra R$ 100 milhões no 3T22

Leonardo Bruno

Alta do alumínio ajuda, e lucro da CBA dispara para R$ 511 milhões no 2T22

Leonardo Bruno

CBA (CBAV3) sai do vermelho e lucra R$ 133 milhões no resultado 1T22

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário