Guia do Investidor
Orizon
Notícias

De lixo a energia: Confira o investimento milionário da Orizon em reciclagem

Se as tendências ditam o mercado de capitais no mundo da sustentabilidade, as companhias de gestão de resíduos são as líderes destes mercado. Afinal, tem como modelo de negócio, promover soluções sustentáveis para toda a cadeia produtiva. E se o foco e gerar novas receitas enquanto gera benefícios a sociedade, a Orizon (ORVR3) não brinca em serviço.

A companhia acaba de anunciar um investimento de R$ 240 milhões em um aterro de Paulínia, localizado no interior de São Paulo e parte dos ativos da Estre, para gerar biometano e energia elétrica a partir de resíduos.

“Faz parte da mola mestra da Orizon a aquisição de aterros para acessar a matéria-prima, o lixo que chega ali, e agregar valor com investimento em tecnologia”.

É o que afirma o CEO da companhia, Milton Pilão, em entrevista exclusiva ao NeoFeed.

Este será o primeiro aterro da Orizon a produzir biometano. Até o momento, os ecoparques da companhia utilizavam exclusivamente o biogás extraído para a geração de energia elétrica.

Previsto para começar a operar já no segundo trimestre, o Ecoparque de Paulínia irá aplicar parte do investimento anunciado na infraestrutura necessária para captura do biogás e na sua transformação em biometano, produzido por meio da purificação do gás gerado nos ecoparques.

Leia mais  Orizon (ORVR3) reverte prejuízo e lucra R$ 6,9 milhões no 4T20

Uma parte do biometano vai ser vendida de forma gasosa, injetado na rede da distribuidora da região. O plano é comercializar para a distribuidora e também diretamente para as indústrias, dentro do formato do mercado livre de energia, negociando preços e volumes diretamente com a Orizon.

Com Paulínia, a Orizon quer aproveitar os efeitos da valorização do gás natural no País e no mundo e do avanço da agenda ESG nas empresas, que cada vez mais são cobradas a adotarem matrizes energéticas limpas e renováveis.

Segundo Pilão, boa parte do biometano a ser produzido já está contratado, em contratos firmes, com previsibilidade de reajuste, considerando que o preço não segue as cotações internacionais para o gás natural.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Em abril, aposte em ações de ESG; Confira as melhores indicações segundo o BTG Pactual

Leonardo Bruno

Quais as melhores Small Caps para comprar em Abril?

Leonardo Bruno

Orizon (ORVR3) reverte lucro, e tem prejuízo de R$ 15 milhões no 4T21

Leonardo Bruno

Ações sustentáveis: Confira as melhores ações ESG para Março

Leonardo Bruno

Small Caps: Confira as opções do BTG Pactual para Março

Leonardo Bruno

As melhores Small Caps para fevereiro segundo o BTG

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário