Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Criptomoedas Notícias

Desculpa de SBF para não comparecer à audiência é rejeitada pela Câmara dos EUA

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA, Maxine Waters, fez críticas a respeito do ex-CEO da FTX, Sam Bankman-Fried (SBF), e os motivos dele ter faltado a audiência no Congresso.

SBF afirmou por meio de suas redes sociais que iria depor no Congresso depois de “estudar e revisar o que aconteceu” com a exchange.

Contudo, Waters citou por meio do Twitter que as várias entrevistas concedidas por SBF após a falência da FTX provam de que ele realmente tinha informações “suficientes para testemunhar”.

A presidente do Comitê presidirá uma audiência que vai investigar o colapso da exchange FTX e disse esperar que o ex-CEO da exchange além de outras pessoas envolvidas aos eventos, apareçam para prestar depoimentos.

Para os usuários, o real motivo de SBF não testemunhar, seria o fato dele estar sob juramento e suas declarações serem usadas como prova de uma possível intenção de golpe ou fraude delibera.

Leia mais  89% pretendem aumentar os investimentos em criptomoedas em 2024

Uma matéria da Forbes também afirma que SBF sabia de tudo o que estava acontecendo com a empresa irmã da FTX, a Alameda Research.

SBF sempre afirmou que a Alameda era uma empresa que ele não administrava havia pelo menos dois anos e que ele não conhecia as finanças da gestora profundamente.

“Eu estava apenas superficialmente ciente das finanças da Alameda”, afirmou SBF recemente.

Contudo, segundo a Forbes, SBF sabia de tudo, e não só isso, o mesmo chegou a enviar documentos no começo do ano para comprovar ser um bilionário. Em tais documentos, constatava que ele possuía participações na Alameda (90%) e FTX (cerca de 50%).

De acordo com outros dados enviados por SBF para a Forbes dois meses antes do colapso da FTX, a participação do ex-CEO nos fundos da Alameda totalizava US$ 8,6 bilhões, ou US$ 6,4 bilhões, contando apenas tokens desbloqueados.

A reportagem conclui afirmando que “o nível de detalhes que Bankman-Fried forneceu à Forbes ao longo dos anos mostra que ele tinha conhecimento detalhado sobre tudo”.

Leia mais  Skrill o que é? Veja taxas, se é confiável e como funciona

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Novidade: Brasil Bitcoin expande sua lista com novos tokens; Confira

Lara Donnola

Brasil Bitcoin: é seguro? Como funciona? Conheça a exchange

Lara Donnola

O retorno dos Memes Coins: por que estão fazendo tanto sucesso?

Autor Convidado

Ethereum: por que essa criptomoeda que merece ser observada?

Autor Convidado

Empresa de Trump tem prejuízo de quase US$ 60 bi em 2023

Rodrigo Mahbub Santana

BTG Pactual rebaixa recomendação da Vale em meio a tumulto

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário