Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Desktop segue crescendo seu segmento de Fibra Ótica apostando em aquisições

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A companhia Desktop (DESK3) é uma das maiores plataformas de fornecimento de internet do Brasil, sendo a maior plataforma Ido segmento do interior do Estado de São Paulo, conforme dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). 

A empresa atua majoritariamente no mercado de prestação de serviços de internet de banda larga com tecnologia de fibra óptica de alta velocidade com foco no consumidor pessoa física. 

Para manter sua estratégia de negócio competitiva no mercado, a Desktop vem apostando forte nas aquisições. 

Neste sentido, a companhia acaba de adquirir a Fasternet e a IDC, duas provedoras regionais de telecom que operam no interior de São Paulo.  

A transação vai adicionar 155 mil novos acessos à companhia, o equivalente a 22% de sua base atual, e coloca a Desktop em 50 cidades onde ela ainda não tinha operação. As companhias adquiridas estão em regiões adjacentes às que a Desktop opera: a Fasternet (a maior das duas) opera em cidades como Tatuí, Cerquilho, Itu e Boituva; já a IDC atua em municípios como Guararema e Biritiba Mirim.  

Leia mais  Com salto de 72%, Desktop (DESK3) lucra R$ 9 milhões no resultado 1T22

A aquisição de hoje é a quinta da Desktop desde seu IPO em julho do ano passado, quando a companhia controlada pela HIG Capital levantou R$ 700 milhões para sua tese de consolidação do interior de São Paulo.  

De lá para cá, a Desktop já adicionou 360 mil novos acessos (contando as duas aquisições de hoje), mais que dobrando de tamanho. Na época do IPO, ela tinha apenas 321 mil acessos em 53 cidades. Na Faria Lima, um dos alicerces da tese de investimento na Desktop “é a capacidade da companhia de encontrar regiões adensadas e com renda elevada, mas que ao mesmo tempo tenham competição reduzida. 

 Por enquanto, eles têm conseguido fazer muito bem esse cherry picking,” disse Bernardo Guttmann, que cobre a empresa na XP.  

A companhia tem dito a investidores que planeja terminar a consolidação do estado de São Paulo até o final do ano, e depois entrar em cidades do interior de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. Com uma oferta de planos de banda larga com fibra óptica e TV digital, a Desktop opera em regiões em que muitas vezes já compete com as grandes operadoras.  

Leia mais  Desktop registra 11.011 adições líquidas orgânicas de clientes

Para se diferenciar, uma das apostas é no preço.  

A companhia tem uma estratégia comercial agressiva, com preços de entrada a partir de R$ 100. “Eles também têm uma capacidade de execução muito boa. Conseguem crescer rápido e entregando produto,” disse Bernardo. 


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa abriu em queda: confira o resumo do dia

Márcia Alves

Desktop registra 11.011 adições líquidas orgânicas de clientes

Márcia Alves

Desktop tem lucro líquido de R$ 15,4 milhões no 4T22 e receita cresce 60%

Leonardo Bruno

Desktop (DESK3) aprova aumento de capital de até R$ 300 milhões

Leonardo Bruno

A Oi em pedacinhos: qual concorrente dominará seu mercado?

Leonardo Bruno

Desktop (DESK3) “foi às compras”: confira as novas aquisições

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário