Guia do Investidor
Imagem/Reprodução
Notícias

Dólar atinge máxima em seis meses com tensões no Oriente Médio

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

  • Tensões geopolíticas no Oriente Médio e questões técnicas do mercado de câmbio impulsionam nova alta do dólar.
  • Dólar atinge máxima de R$ 5,1482 durante a tarde, encerrando o pregão cotado a R$ 5,1212.
  • Fortalecimento global do dólar devido à perspectiva de adiamento do corte de juros nos EUA e aumento da aversão ao risco.
  • Sinais de possível ataque do Irã a Israel alimentam movimento de fuga para ativos seguros, como dólar e Treasuries.
  • Índice DXY atinge maiores níveis desde novembro, superando os 106,000 pontos.
  • Peso mexicano registra pior desempenho entre as divisas emergentes.
  • Vencimento de NTN-As no valor de US$ 3,8 bilhões na próxima segunda-feira aumenta demanda por dólares no mercado futuro.
  • Contexto geopolítico tenso, perspectivas da política monetária nos EUA e fatores técnicos locais impulsionam o dólar para novas altas.

Tensões geopolíticas no Oriente Médio e questões técnicas do mercado de câmbio impulsionam uma nova escalada do dólar nesta sexta-feira (12). Com máxima registrada em R$ 5,1482 durante a tarde, o dólar à vista encerra o pregão em alta de 0,60%, cotado a R$ 5,1212. Este valor representa um dos maiores patamares desde meados de outubro. Na semana, o dólar avançou 1,10%, estendendo os ganhos no mês para 2,11%.

Leia mais  Com nova administração, ações da Petrobras podem crescer, diz BTG

O fortalecimento global do dólar é evidenciado pela perspectiva de que o Federal Reserve adiará o corte de juros nos EUA para o segundo semestre. Esse cenário impulsiona ainda mais o dólar, especialmente diante do aumento da aversão ao risco. Sinais de um possível ataque iminente do Irã a Israel provocam um movimento de fuga para ativos considerados seguros. A ameaça de um conflito direto entre Estados Unidos e Oriente Médio alimenta a busca por refúgio no dólar e em Treasuries.

O índice DXY, termômetro do comportamento do dólar em relação a seis divisas fortes, opera nos maiores níveis desde novembro, superando os 106,000 pontos, com máxima registrada aos 106,109 pontos. Entre as divisas emergentes, o peso mexicano é impactado negativamente, amargando o pior desempenho devido à realização de lucros de ganhos recentes.

Além dos fatores externos, a formação da taxa de câmbio é influenciada por questões técnicas. Na próxima segunda-feira, 15, vencem NTN-As no valor de US$ 3,8 bilhões, cuja liquidação é determinada pela taxa ptax desta sexta-feira. Detentores desses títulos, ao recompor suas posições, aumentam a demanda por dólares no mercado futuro, elevando a cotação da moeda.

Considerando o contexto geopolítico tenso, as perspectivas da política monetária nos EUA e os fatores técnicos do mercado local, o dólar registra novas altas, consolidando-se como um ativo de refúgio em meio à incerteza global.

Ibovespa hoje

No fechamento do mercado de hoje, apenas seis ativos registram ganhos, liderados pela PRIO (PRIO3), que avança 2,13%. A alta é impulsionada por uma decisão arbitral favorável relacionada ao campo de Wahoo, combinada com o aumento dos preços do petróleo. No entanto, a Agência Internacional de Energia (AIE) emitiu um alerta indicando uma desaceleração adicional na demanda por petróleo até 2025.

Leia mais  Lucro do Itaú (ITUB4) cresce 55,6% no resultado do 2T21

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

A Eletrobras (ELET3) também sobe timidamente, recuperando parte das perdas significativas de ontem. Por outro lado, a Vale (VALE3) recua 0,37%, apesar do avanço nos preços do minério de ferro ao longo do dia.

Leia mais  Ibovespa inicia com queda, junto às baixas de Petrobras e B3

A Petrobras (PETR4) enfrenta mais um dia de turbulências, com questões administrativas afetando o desempenho da empresa. O presidente do Conselho foi destituído pela Justiça, e a discussão sobre dividendos extras volta à tona.

Os principais bancos brasileiros também sofrem com a influência negativa dos mercados internacionais, com o Bradesco (BBDC4) e o Itaú Unibanco (ITUB4) registrando quedas de 1,25% e 1,04%, respectivamente.

Além disso, a Azul (AZUL4) enfrenta uma queda acentuada de 10,07%, contribuindo para a pressão de baixa no índice IBOV.

Mais negociadas hoje

AtivoNegóciosDia (%)Taxa (%)Variação (pp)Semana (%)Abril (%)2024 (%)
ValeVALE357.981-0,3761,63-0,233,221,32-16,60
Petrobras PNPETR449.127-0,9238,94-0,362,204,234,56
HapvidaHAPV347.730-2,023,88-0,08-2,274,86-12,81
PRIOPRIO347.6152,1350,861,060,814,3510,45
Itaú UnibancoITUB436.773-1,0432,46-0,34-0,82-6,25-0,55
BRFBRFS331.587-3,8516,25-0,650,49-0,4317,67
B3B3SA331.429-2,2511,71-0,27-2,42-2,34-18,28
Fonte: Ibovespa

Maiores altas hoje

AtivoDia (%)Taxa (%)Variação (pp)NegóciosSemana (%)Abril (%)2024 (%)
PRIOPRIO32,1350,861,06476150,814,3510,45
CieloCIEL31,305,470,07148630,551,3021,02
Eletrobras ONELET30,4639,020,1829326-4,97-6,43-8,04
Eletrobras PNBELET60,3243,780,146784-4,45-6,11-6,81
CSNCSNA30,2114,350,0313680-4,01-8,60-27,01
RaiadrogasilRADL30,0426,360,0186911,00-3,56-10,22
Fonte: Ibovespa

Menos negociadas hoje

AtivoDia (%)Taxa (%)Variação (pp)NegóciosSemana (%)Abril (%)2024 (%)
AzulAZUL4-10,0711,16-1,2528.763-13,89-14,42-30,29
MRVMRVE3-6,196,67-0,4417.525-9,13-14,38-40,61
EztecEZTC3-5,7614,40-0,888.018-4,57-11,66-22,58
São MartinhoSMTO3-5,5429,01-1,7010.882-3,88-6,51-1,02
YduqsYDUQ3-5,2114,91-0,827.915-10,45-17,67-33,50
CVCCVCB3-5,082,24-0,1215.850-17,95-22,76-36,00
Cyrela CYRE3-4,9022,72-1,1714.933-3,03-8,90-5,65
Fonte: Ibovespa

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Irresponsabilidade Fiscal no Governo e mais: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

IBOV: Yduqs dispara e Suzano cai em dia volátil no mercado

Rodrigo Mahbub Santana

Petrobras anuncia cumprimento do plano de negócios

Márcia Alves

Balde de água fria na Bolsa: entenda o motivo

Márcia Alves

China anuncia nova medida e anima ações da Vale

Márcia Alves

Ibovespa abre com queda seguido por baixas da B3 e Eletrobras

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário