Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Energisa anuncia 19ª emissão de debêntures

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Conselho de Administração da Companhia Energisa tomou decisões cruciais em relação à emissão de debêntures.

O Conselho da Energisa decidiu emitir debêntures em quatro séries diferentes. Isso significa que eles estão dividindo o dinheiro que desejam captar em quatro partes. As duas primeiras séries, chamadas “Primeira Série” e “Segunda Série”, terão sua quantidade definida após a realização de um processo chamado “Procedimento de Coleta de Intenções de Investimento”. Isso vai depender de quanto dinheiro os investidores estão dispostos a emprestar à Energisa.

A terceira e quarta séries, chamadas “Terceira Série” e “Quarta Série”, terão sua quantidade definida após o “Procedimento de Bookbuilding”. Aqui também, a decisão vai depender da demanda dos investidores. Se a demanda for baixa, a Energisa pode optar por não emitir todas as debêntures planejadas.

Procedimento de Coleta de Intenções de Investimento e Procedimento de Bookbuilding:

Esses são nomes complicados para processos que ajudam a determinar quantas debêntures serão emitidas em cada série e a que taxa de juros elas pagarão. Durante o “Procedimento de Coleta de Intenções de Investimento”, os investidores manifestam seu interesse em comprar debêntures. Isso ajuda a empresa a entender a demanda e a definir quantas debêntures serão emitidas.

Já o “Procedimento de Bookbuilding” é usado para determinar a taxa de juros das debêntures. Aqui, os investidores indicam a taxa que estão dispostos a receber pelo dinheiro emprestado à empresa. A Energisa escolherá a taxa que seja mais vantajosa para ela, levando em conta as ofertas dos investidores.

Leia mais  Ações do setor imobiliário: Veja as principais de SP

Remuneração das Debêntures:

A remuneração das debêntures é o quanto você receberá de volta em juros. No caso da “Primeira Série”, os juros serão calculados com base em uma taxa de referência do governo, acrescida de um valor extra. Isso significa que a Energisa pagará uma taxa de juros que varia de acordo com o mercado.

Já para a “Segunda Série”, a remuneração funcionará de forma semelhante, mas com uma taxa de referência diferente e um valor extra também.

As deliberações do Conselho estabeleceram as taxas de remuneração das debêntures. Para a Primeira Série, a remuneração será definida na data do Procedimento de Coleta de Intenções de Investimento. Essa taxa será limitada ao maior valor entre um percentual correspondente à taxa interna de retorno do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B) com vencimento em 15 de agosto de 2030, acrescido de um spread anual de 0,45%, ou 5,50% ao ano. A remuneração será calculada em regime de capitalização composta pro rata temporis por dias úteis.

Leia mais  Crédito e investimento: desafios para empresas nos próximos anos

Para a Segunda Série, a remuneração seguirá um processo semelhante, sendo definida na data do Procedimento de Coleta de Intenções de Investimento e limitada ao maior valor entre um percentual correspondente à taxa interna de retorno do Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B) com vencimento em 15 de agosto de 2032, acrescido de um spread anual de 0,70%, ou 5,85% ao ano. A remuneração também será calculada em regime de capitalização composta pro rata temporis por dias úteis.

O Que Isso Significa para um Investidor?

Se você está pensando em investir em debêntures da Energisa ou de qualquer outra empresa, é importante entender alguns pontos-chave:

  • As debêntures podem ser uma forma de diversificar seus investimentos e obter uma renda adicional por meio dos juros pagos.
  • O valor que você receberá de volta no vencimento da debênture depende do valor que investiu e da taxa de juros acordada.
  • Os processos de “Procedimento de Coleta de Intenções de Investimento” e “Procedimento de Bookbuilding” são usados para definir as condições da emissão, e o resultado pode variar de acordo com a demanda dos investidores.
  • É importante avaliar os riscos e benefícios antes de investir em debêntures, considerando fatores como o histórico da empresa emissora e as condições de mercado.
Leia mais  Gestão de risco: entenda a importância para seus investimentos
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Faturamento das PMEs brasileiras tem alta de 17% em fevereiro

Fernando Américo

WhatsApp é uma boa ferramenta de comunicação com empresas

Guia do Investidor

A diferença entre CEO, fundador e time fundador em uma startup

Guia do Investidor

Phenom 300 é o avião brasileiro mais vendido no mundo

Mateus Sousa

IMC (MEAL3) lucra U$S 66 milhões na venda de loja nos EUA

Mateus Sousa

EQI anuncia expansão internacional com primeiro escritório em Miami

Guia do Investidor

Deixe seu comentário