Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Primeiro ETF de Ouro será lançado no Brasil, pela XP

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Nesta quarta-feira, 16, a XP Inc irá lançar o primeiro ETF – exchange traded fund – atrelado ao ouro do Brasil. De acordo com a corretora, o produto tentará replicar o preço do ouro em dólar por meio do ativo offshore iShares Gold Trust, que é gerido pela BlackRock. As cotas serão compostas por, no mínimo, 95% do seu patrimônio.

Portanto, a valorização do ETF não dependerá apenas da variação do preço do ouro, mas também da cotação do dólar.

Além disso, o índice de referência será o LBMA Gold Price, da London Bullion Market Association. Ou seja, uma referência mundial para o acompanhamento do preço da commodity.

Dessa forma, o ETF será aberto aos investidores de varejo e terá um investimento mínimo em torno de R$ 10. O produto, que será negociado na B3 (B3SA3) sob o ticker GOLD11 terá 0,30% ao ano de taxa de administração.

De acordo com Fabiano Cintra, especialista em fundos da XP, o novo produto dá ao investidor uma nova forma de investir no metal. Hoje, as opções para tal investimento se resumem a fundos, contratos de ouro e a compra efetiva do metal físico.

“O ETF oferece vantagens como facilidade de negociação, preço em tela e liquidez intradiária, além de buscar seguir um índice de referência amplamente conhecido e transparente”

Assim sendo, este é o segundo ETF lançado pela XP. No dia 30 de novembro, a corretora lançou o ETF XFIX11, que tem por objetivo replicar o IFIX – índice de fundos imobiliários da B3.

Leia mais  A XP tá sonhando? Corretora aposta em Ibovespa a 128 mil pontos

O ouro como proteção

Naturalmente, o ouro é considerado um dos ativos mais seguros da economia mundial. Pois, além de ser um ativo físico, lastreia a reserva monetária de várias economias ao redor do globo.

Dessa forma, o ouro acaba assumindo a posição de reserva de valor em momento de crise e instabilidade financeira. Portanto, se valoriza bastante em momentos descrentes do mercado acionário e dos títulos de dívida de um país.

O dólar também pode assumir essa função, entretanto, como também sujeita-se a crises, o ouro acaba sendo o preferido.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais  WEB311: ETF da Hashdex que aposta em Web 3.0 estreia na B3

Leia mais

XP revela programa de recompra de ações em até R$ 1 bilhão

Paola Rocha Schwartz

XP registra alta de 29% em seu lucro líquido no 1T24

Márcia Alves

XP anuncia mudanças no conselho de administração

Márcia Alves

Ações da Tesla disparam e fusão entre companhias: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

BlackRock compra mais ações da Copel

Márcia Alves

XP alcança lucro de R$ 1,04 bi no 4T23

Mateus Sousa

Deixe seu comentário