Guia do Investidor
Foto/Reprodução
Notícias

Ibovespa sobe com ajuda de VALE3 e siderúrgicas

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Ibovespa retoma os 127 mil pontos com alta impulsionada por VALE3 e empresas siderúrgicas devido ao avanço do minério de ferro e promessa de estímulos na China.

Nesta terça-feira, o Ibovespa mostrou recuperação, atingindo novamente os 127 mil pontos. A alta de 0,35% foi impulsionada principalmente pelo desempenho positivo das ações da Vale (VALE3) e das siderúrgicas, graças ao avanço do preço do minério de ferro e às perspectivas de novos estímulos econômicos na China.

Enquanto isso, as ações da Petrobras (PETR4) apresentaram ligeira valorização, e os bancos de grande porte oscilam. Setores como companhias aéreas, construtoras, empresas de educação, petroleiras juniores, varejistas e supermercadistas também registram ganhos.

Ibovespa se recupera com otimismo em relação a VALE3 e siderúrgicas, enquanto investidores aguardam anúncio tributário

O mercado financeiro brasileiro viu o Ibovespa iniciar o dia em alta, recuperando-se da queda de 0,81% registrada na sessão anterior. O índice atingiu a marca dos 127.046,33 pontos, com um ganho de 0,35%. Essa recuperação foi influenciada por uma série de fatores, incluindo o desempenho positivo das ações da Vale (VALE3) e das empresas siderúrgicas.

A Vale, uma das principais empresas do setor de mineração, está com um dia positivo, impulsionada pelo aumento do preço do minério de ferro e pelas expectativas de estímulos econômicos na China, um grande consumidor de commodities. Esse cenário favorece também as empresas siderúrgicas, que viram suas ações valorizarem devido à demanda crescente por aço.

Leia mais  Dia bom e semana ruim: confira os destaques do fechamento da bolsa nesta 6ªF

Além disso, outros setores do mercado brasileiro também apresentam desempenho positivo. As companhias aéreas, construtoras, empresas de educação, petroleiras juniores, varejistas e supermercadistas registram ganhos, refletindo o otimismo dos investidores.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

No entanto, há certa cautela em relação ao anúncio do regime tributário para incentivo à modernização da estrutura portuária (Reporto), agendado para o dia. Enquanto isso, persistem as preocupações em relação ao plano de desenvolvimento do governo para a indústria brasileira, que prevê investimentos significativos, mas também gera debates sobre questões como linhas de crédito, subsídios e requisitos de conteúdo local.

Leia mais  Ibovespa a 93 mil pontos em dezembro: veja ações recomendadas

No cenário internacional, os índices futuros dos Estados Unidos operam de forma mista, após o Dow Jones ter ultrapassado a marca dos 38 mil pontos pela primeira vez. A temporada de resultados corporativos continua, com a Netflix programada para divulgar seus resultados após o fechamento do mercado.

Análise Técnica

No pregão do dia 22, o Ibovespa apresentou dificuldades em acompanhar o desempenho dos mercados americanos, registrando mais uma queda e encerrando próximo ao nível de suporte em 126.400 pontos. A manutenção desse suporte é crucial, pois sua perda poderá indicar uma quebra na tendência de alta, direcionando o índice para a significativa marca de 124.800 pontos. Uma queda abaixo desse patamar poderia marcar o início da primeira tendência de baixa de curto prazo em 2024. No entanto, a dinâmica internacional também desempenha um papel relevante, visto que o SP500 e o Dow Jones recentemente alcançaram novas máximas históricas.

Para uma possível recuperação do Ibovespa, é necessário ultrapassar a primeira resistência em 130.100 pontos. É importante observar que esse padrão de queda também é observado em outros mercados emergentes, como Brasil, México, África do Sul e China.

O SP500 continuou sua tendência de alta, atingindo novas máximas e projetando um possível teste dos níveis de 5.000 ou 5.200 pontos. No entanto, é relevante mencionar que um sinal de realização ganharia força se o índice cair abaixo dos 4.760 pontos, com possíveis suportes em 4.710 ou 4.600 pontos. O indicador RSI (Índice de Força Relativa) em sobrecompra e a presença de uma sombra superior no último candle indicam um maior risco de correção.

Leia mais  Bradesco e Petrobras têm quedas após balanços

O Dólar Futuro G24 também manteve sua trajetória de alta e, ao estar acima da média móvel de 21 dias, projeta testar os níveis de 5.040 ou 5.132 pontos. No entanto, é importante notar que um fechamento abaixo dos 4.910 pontos poderia indicar uma reversão baixista, com possíveis alvos em 4.818 ou 4.760 pontos. O RSI se aproxima da zona de sobrecompra, e um fechamento apontando para baixo poderia sinalizar uma fase de realização de ganhos.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa encerra em alta de 0,15% após seis dias de queda

Rodrigo Mahbub Santana

B3 já possui 19,4 milhões de investidores

Fernando Américo

Balde de água fria na Bolsa: entenda o motivo

Márcia Alves

Ação da Gafisa dispara 24,5%: entenda o motivo

Márcia Alves

BEEF3: Ações da Minerva disparam na Bolsa

Márcia Alves

Ibovespa fecha em alta moderada em dia de cautela nos mercados

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário