Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Recomendações

Klabin ou Suzano? Descubra qual deve disparar em 2024

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O setor de celulose no Brasil, um dos pilares da economia nacional, tem atraído olhares atentos dos investidores e analistas, especialmente em relação às ações de grandes empresas como Suzano e Klabin. Recentemente, o JP Morgan, maior banco dos Estados Unidos, trouxe novidades importantes sobre essas companhias, indicando um panorama misto para o futuro próximo.

O JP Morgan elevou o preço-alvo da Suzano (SUZB3), um dos grandes players do setor, para R$ 76, atribuindo-lhe a classificação de “top pick” no segmento de celulose. Essa decisão vem em um momento crucial, com a Suzano se aproximando do lançamento do seu ambicioso Projeto Cerrado em 2024.

A expectativa é de que, com a finalização deste projeto, os investimentos (capex) da empresa sejam substancialmente reduzidos, impactando positivamente o fluxo de caixa a partir do segundo semestre de 2024. Além disso, prevê-se um crescimento aproximado de 30% no volume de celulose até 2025, conforme o projeto ganha velocidade. Contudo, o JP Morgan alerta para os riscos associados aos preços da celulose e às possíveis flutuações na taxa de câmbio do real.

Leia mais  Ibovespa segue bolsas internacionais, e abre em queda

Apesar do otimismo, a Suzano enfrenta desafios significativos. A desvalorização ou valorização do real além do esperado, bem como investimentos maiores do que os previstos (R$ 22,2 bilhões) no Projeto Cerrado, são pontos de atenção. Há também o risco de atrasos no início do projeto, previsto para 24 de junho.

O que esperar da Klabin?

Por outro lado, a Klabin, outra gigante do setor, recebeu uma recomendação neutra do JP Morgan, com um preço-alvo de R$ 24. A revisão para baixo nos preços do papel e a deterioração dos lucros são fatores que pesam sobre as ações da empresa. Ademais, custos e investimentos elevados em crescimento orgânico são vistos como empecilhos ao sentimento positivo dos investidores.

A Klabin enfrenta riscos relacionados ao ambiente macroeconômico no Brasil e aos impactos potenciais no seu negócio de papel. Investimentos no projeto Puma II e as flutuações nos preços da celulose e na taxa de câmbio do real também são pontos críticos para a empresa.

O setor de celulose no Brasil está claramente sob os holofotes, com grandes empresas como Suzano e Klabin navegando em águas desafiadoras. Enquanto a Suzano se prepara para um período de crescimento e expansão com o Projeto Cerrado, a Klabin enfrenta um cenário mais cauteloso, com revisões de preços e preocupações com custos e investimentos.

Leia mais  Lucro Líquido da Klabin (KLBN11) afunda 21% no resultado 4T21

Investidores e analistas do mercado devem acompanhar de perto os desenvolvimentos nessas empresas, considerando tanto as oportunidades quanto os riscos envolvidos. As decisões e estratégias dessas gigantes do setor de celulose não só impactam significativamente suas ações, mas também refletem as tendências e desafios gerais do mercado brasileiro e global.

Você quer começar a investir na bolsa de valores?

Você possui o desejo de começar sua carreira como investidor? Apesar de parecer complicado, se tornar um “frequentador” da bolsa de valores é mais fácil do que você imagina!

Aqui no Guia do Investidor, nós oferecemos uma ampla seleção de análises, recomendações e indicações de preços-alvo para as principais ações e ativos da bolsa de valores brasileira para você começar a entender todos os caminhos que separam você dos grandes lucros! Nossa equipe de especialistas está sempre atenta ao mercado, identificando as melhores opções e recomendações para você ampliar e diversificar sua carteira.

Se você não sabe por onde começar, pode seguir as 5 dicas que selecionamos para você dar seus primeiros passos na bolsa de valores:

Entendemos que cada investidor tem suas próprias metas e tolerância ao risco. Por isso, oferecemos uma variedade de recomendações que se enquadram em diferentes perfis e objetivos. Seja você um investidor conservador, moderado ou agressivo, encontrará em nosso site análises detalhadas e recomendações fundamentadas para auxiliar em suas decisões de investimento.

Leia mais  Suzano (SUZB3) vai reajustar celulose de eucalipto e fluff em até US$ 80/tonelada em junho

Além disso, sabemos que o mercado financeiro é dinâmico e as oportunidades podem surgir a qualquer momento. Por isso, atualizamos constantemente nossas recomendações para que você possa aproveitar as melhores oportunidades assim que elas aparecem.

Para conferir as últimas análises e recomendações do mercado, basta clicar aqui.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Klabin divulga lista de indicações para conselho de administração

Rodrigo Mahbub Santana

Veja as 10 ações que mais valorizaram em fevereiro

Mateus Sousa

Suzano (SUZB3) anuncia novo CEO

Mateus Sousa

Preço da celulose pode disparar, diz CEO da Suzano

Lara Donnola

Suzano investe 1,8 bilhão em compra de terras do BTG

Leonardo Bruno

Compra de ativos vai trazer a “independência” da Klabin?

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário