Guia do Investidor
Resultado Locaweb 1T22
Resultados 1T22

Locaweb (LWSA3) tem crescimento de 229,3% no lucro líquido ajustado no 1T22

A Company (LWSA3), um ecossistema de marcas integradas que oferecem soluções digitais completas, integradas e modulares para todos os tamanhos e maturidades de negócios, comunicou hoje à CVM – Comissão de Valores Mobiliários – os resultados financeiros para o 1º trimestre de 2021, demonstrando  de Receita Líquida de 54,6% no primeiro trimestre, quando comparado com ao mesmo período de 2021, somando R$ 248,8 milhões. Veja os destaques:

  • Receita Líquida de R$ 248,8 milhões no , crescimento de 54,6% vs 1T21. No 1T21, a receita líquida havia sido de R$ 160,9 milhões, com alta e 53,9% vs 1T20
  • Commerce atingiu R$ 144,2 milhões de Receita Líquida, crescimento de 120,6% vs 1T21.
  • O segmento de commerce aumentou sua participação na Receita Líquida da Locaweb Company (grupo), de 40,6% no 1T21 para 58% no 1T22.
  • O crescimento orgânico da Receita Líquida do segmento de Commerce no 1T22 vs 1T21 foi de 44%, com aceleração sobre a expansão registrada no 4T21 — que foi de 42% em relação ao mesmo período de 2020.
  • O EBITDA Ajustado foi de R$ 32,9 milhões no 1T22, com manutenção das margens EBITDA orgânicas por três trimestres seguidos e crescimento da margem EBITDA das empresas adquiridas na comparação com o 4T21
  • Base de assinantes de plataforma¹ cresceu 43,4% no 1T22, passando de 93,9 mil no 1T21 para 134,7 mil no 1T22. No 4T22 a base fechou em 123,2 mil assinantes.
  • BeOnline / SaaS atingiu R$ 104,6 milhões de Receita Líquida, crescimento de 9,4% vs 1T21.
  • O TPV Intermediador Vindi (Subadquirência)² apresentou crescimento de 76,9% no 1T22 vs o 1T21, atingindo R$ 1 bilhão, resultado da captura de sinergias no ecossistema e, pelo 2º trimestre consecutivo, maior crescimento da venda em lojas próprias dos nossos lojistas
  • O lucro líquido no 1T22 foi de R$ 4,5 milhões, aumento de 154% vs o mesmo período de 2021, quando a companhia teve o melhor desempenho de sua história

No segmento de Commerce, a Receita Operacional Líquida no 1T22 apresentou crescimento de 120,6%, passando de R$ 65,4 milhões no 1T21 para R$ 144,2 milhões no 1T22. A participação do segmento de Commerce, que considera as receitas de Tray, Tray Corp, Melhor Envio, Vindi, Ideris, Samurai, Dooca, Credisfera, Bling, Bagy, Octadesk e Squid passou de 40,6% no 1T21 para 58,0% no 1T22.

No 1T22, houve aceleração do crescimento da Receita Líquida orgânica do segmento de Commerce, em comparação com o 3T21 e 4T21, quando o crescimento foi em torno de 34% e 42%, respectivamente. O crescimento orgânico no 1T22 vs 1T21 foi de 44%. 

Leia mais  Moura Dubeux (MDNE3) quebra recorde de vendas no resultado 1T22

Notamos também um maior crescimento das em loja própria dos nossos clientes. Esse maior crescimento, deve ao ecossistema Locaweb Company, que propicia ao lojista a realização de esforços em outras mídias por conta própria utilizando as ferramentas disponíveis no painel de controle (exemplo: e-mail marketing, integração com redes sociais como WhatsApp, Instagram e Facebook), tudo isso apoiado pelo nosso ecossistema de e-learning, que tem como objetivo dar maior poder sobre os esforços de marketing para o lojista.

Entre as adquiridas no segmento de Commerce, destacamos o forte crescimento proforma de 71% de Bling e Melhor Envio no 1T22 vs 1T21. destacar que essas empresas representam cerca de 50% do total da receita líquida das empresas adquiridas. 

Se considerarmos as quatro maiores empresas adquiridas, que juntas representam cerca de 75% do total da receita líquida das (Bling, Melhor Envio, Squid e Octadesk), o crescimento proforma no 1T22 foi de 62%.

“O crescimento apresentado é resultado do aumento das duas fontes de receita do segmento de Commerce, a receita de assinatura de plataforma, que cresceu 150,2% no 1T22 e a receita de ecossistema, que apresentou crescimento de 102,1% no trimestre em comparação com o 1T21”, afirma Fernando Cirne, CEO da Locaweb Company.

“No segmento de Be Online e SaaS, Continuamos a observar a mudança gradual no mix de receita dentro do segmento, uma vez que o crescimento dos produtos SaaS é mais acelerado que o crescimento apresentado no segmento de BeOnline, atualmente a receita de produtos SaaS já representa 40% da receita do segmento”, explica Cirne.

Para mais informações sobre os resultados, acesse.

Avalie este post:
[Total: Média: ]

Nossas redes:

Leia mais

Enauta (ENAT3) multiplica prejuízo por seis no 1T22

Ruan Sousa

Prejuízo da Tecnisa (TCSA3) cai 73,3% no 1º trimestre, para R$ 7 milhões

Ruan Sousa

BK Brasil (BKBR3) reduz prejuízo no 1T22

Ruan Sousa

JHSF (JHSF3) reporta lucro líquido 13% menor no 1º trimestre de 2022, indo a R$ 166,5 milhões

Ruan Sousa

Energisa (ENGI11) tem queda de 33,5% no lucro no 1º trimestre, para R$ 580,7 milhões

Ruan Sousa

Cogna (COGN3): lucro dispara 58,7% no 1T22 e reverte o prejuízo do último trimestre

Ruan Sousa

Deixe seu comentário