Guia do Investidor
acoes sabesp
Notícias

Membro do conselho da Sabesp (SBSP3) renuncia ao cargo

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Sabesp (SBSP3) informou na segunda-feira (1) por “Comunicado ao Mercado”, a renúncia do Sr. Mario
Engler Pinto Junior
ao cargo de membro do Conselho de Administração da empresa. E agradeceu por sua participação em anos na Companhia.

“A Sabesp agradece a contribuição e dedicação do Sr. Mario Engler enquanto conselheiro de
administração e deseja sucesso em sua jornada.” Finaliza o Comunicado.

Mario Engler é um profissional com vasta experiência jurídica e acadêmica. Doutor em Direito Comercial pela USP, Professor e Coordenador do Mestrado Profissional da FGV Direito SP, além disso, é Procurador do Estado de São Paulo aposentado. Engler também atua como consultor jurídico e é membro da Câmara de Arbitragem do Mercado do BM&FBOVESPA.

Leia mais  Justiça suspende anulação do projeto de privatização da Sabesp

A Companhia de Saneamento Básico (SABESP) é uma empresa estatal brasileira responsável pelo fornecimento de água e tratamento de esgoto no estado de São Paulo. Fundada em 1973, é uma das maiores empresas de saneamento do mundo em termos de população atendida.

Ela opera uma extensa rede de infraestrutura para fornecer água potável e coletar e tratar o esgoto gerado pela população e indústrias em sua área de concessão. A empresa, também está envolvida em projetos relacionados à gestão de recursos hídricos e preservação ambiental.

Privatização da Sabesp

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, anunciou a abertura de uma consulta pública para a próxima etapa da privatização da Sabesp. A consulta pública discutirá, em aspectos como contratos, regulação tarifária, plano de investimentos e modernização das redes de saneamento da Sabesp em cada município atendido.

O processo de privatização da Sabesp (SBSP3) avança com o projeto de lei do prefeito Ricardo Nunes para manter o contrato pós-privatização. A tramitação desse projeto sugere, contudo, que o governo está buscando apoio político para garantir sua aprovação.

Leia mais  Sabesp contrata empréstimo milionário junto ao BID Invest para despoluição do Rio Tietê

O projeto de lei propõe ajustes no contrato para manter a concessão com a Sabesp após a privatização, o que indica uma possível mudança na legislação atual, que prevê o rompimento do contrato nesse cenário.

A reação do mercado financeiro, no entanto, é notável, com as ações da Sabesp apresentando volatilidade. Em 15 de abril, as ações tiveram alta expressiva, refletindo, contudo, a confiança dos investidores na privatização e nas mudanças contratuais propostas.

André Salcedo, presidente da companhia, delineou os próximos passos da desestatização, destacando, no entanto, o plano do governo de realizar um follow-on até agosto, seguindo o modelo escolhido pelo Governo do Estado de São Paulo para a privatização da empresa de saneamento.

“A gente teve o fim da consulta pública. Nos próximos dias ou semanas, o Estado deve divulgar o relatório, o que foi aceito e o que não foi aceito, e os documentos finais da consulta pública”.

André Salcedo em declaração ao InfoMoney

A expectativa do Governo, que “patrocina” a proposta, diz que a privatização garante capital para a Sabesp e irá tornar a empresa mais eficiente, além de aumentar seus investimentos e antecipar a meta de universalização de água e esgoto de 2033 para 2029.

Leia mais  Ibovespa abre com alta de 0,05%, atingindo 124.448,58 pontos

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa fecha em alta e Taxa Selic mantida em 10,5%: Confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

Sabesp concluiu aprovação e formalização de “waivers”

Márcia Alves

Ibovespa recua para mínimo anual em meio a tensões fiscais

Rodrigo Mahbub Santana

PetroRecôncavo (RECV3) anuncia data para pagamento de JCP

Paola Rocha Schwartz

LWSA (LWSA3) anuncia novo programa de recompra de ações

Paola Rocha Schwartz

Correios tenta ocultar rombo de R$ 800 milhões

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário