Guia do Investidor
MRV GDI
Notícias

 MRV atinge R$ 2,13 bilhões em vendas líquidas no 1T24

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Na segunda-feira (15), a MRV divulgou seus dados operacionais, referente ao 1T24.

A MRV, maior construtora da América Latina, reportou sua prévia operacional e informou que atingiu R$ 2,13 bilhões em vendas líquidas no 1T24, obtendo um aumento de 18,4% em comparação com 1T22.

De acordo com a construtora, seus lançamentos também tiveram um crescimento expressivo, totalizando R$ 1,594 bilhão no 1T24, um aumento de 150,4% em comparação com o ano anterior. A MRV também reportou que entre Janeiro e Março, a construtora vendeu 8.595 unidades, obtendo uma alta de apenas 4,1% sobre as 8.255 unidades referente ao ano de 2023, havendo um recuo de 8,2% no volume de vendas.

A construtora, também divulgou que elevou o tíquete médio de vendas em 13,7%, na comparação com um ano atrás. Com isso, as unidades foram comercializadas por um preço médio de R$ 248 mil neste início de ano, ante R$ 218 mil no mesmo intervalo de 2023.

O mês de Março foi encerrado com geração de caixa negativa em R$ 18,6 milhões. O resultado do 4T24, contudo, é desfavorável, já que, no fim do ano passado, a empresa gerou R$ 130,8 milhões positivos.

Leia mais  "Imposto do Pecado": sua cervejinha vai ficar mais cara. Entenda melhor

Apesar do bom desempenho que a construtora apresentou, analistas disseram que é preocupante a queima de caixa registrada no período.

“Apesar dos sólidos dados de lançamentos e vendas (a velocidade de vendas melhorou 11 pontos percentuais ano contra ano mesmo com lançamentos quase três vezes acima do primeiro trimestre de 2023), a unidade de negócios da MRV Development queimou aproximadamente R$18 milhões no primeiro trimestre de 2024, mesmo após vender quase R$630 milhões em recebíveis”, avaliaram.

MRV registra queda no Ibovespa

A MRV fechou o Ibovespa na segunda-feira (15) com as ações em R$ 6,44, registrando uma queda de 3,59%. O valor representa a menor marca da empresa neste ano.

A maior alta registrada pela construtora foi no mês de Janeiro, quando as ações foram valorizados a R$ 10,72. Em um ano, a MRV desponta com uma queda de 12,26% e neste mês, a empresa já caiu 15,82%.


Leia mais  Multas por atraso da DCTFWeb passarão a ser automáticas
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

IGP-M: índice usado no reajuste do aluguel sobe 0,89% em maio

Agência Brasil

Brasil fecha abril com 240 mil empregos criados, aponta Caged

Agência Brasil

Vendas do Tesouro Direto somaram R$ 5,72 bilhões em abril

Agência Brasil

Mesmo na pandemia, emprego na construção cresceu 21,6%

Agência Brasil

Cosan anuncia prejuízo de R$ 192,2 milhões no 1º trimestre

Paola Rocha Schwartz

Exploração de petróleo na costa brasileira é essencial, diz Magda

Agência Brasil

Deixe seu comentário