Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Os melhores e os piores IPOs de 2021: Veja o ranking

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O processo de listagem em bolsa (IPO na sigla em inglês) é o momento mais aguardado por uma companhia desde a sua fundação. Afinal, ser listada em bolsa é o que podemos chamar de “ápice” para um companhia e marca o momento em que a empresa se torna uma companhia pública.

No entanto, estar a mercê do mercado de capitais, apesar de representar a maior capacidade de captar investimentos, traz muitos desafios. Por isso, nem todas as companhias conseguem cumprir as expectativas de seus IPOs e acabam amargando quedas e mais quedas nos pregões das bolsas de valores.

Nesse sentido, trazemos para você agora um parecer geral do que realmente foi o ano de 2021 para as companhias brasileiras que estrearam na bolsa neste ano. Afinal, quais foram as empresas que tiveram IPOs de sucesso? e quais empresas deixaram a desejar? Confira agora os melhores e os piores IPOs de 2021!

Leia mais  IPOs irão voltar para a B3?

2021: o que aconteceu com os IPOs?

Primeiramente, antes de pensar que todas as novatas da bolsas tiveram desempenhos pífios em 2021, você precisa entender os movimentos do mercado. Especialmente, em relação aos IPOs.

2021 não foi exatamente um ano atrativo para a bolsa de valores. Ao contrário de 2020, onde vimos um movimento de estímulo aos investimentos, em 2021 o cenário Macro conturbado com inflação global alta e juros voltando para dois dígitos preocuparam o mercado. Além disso, o mercado já precificou preocupações de 2022 e a eleição presidencial no Brasil afetaram parte do resultado negativo das novatas da Bolsa.

Afinal, se você já é um “macaco velho” na bolsa, você sabe que os investidores têm mais receio em apostar naquilo que tem pouco histórico. Assim, preferem optar por investimentos mais seguros em tempos de incertezas.

Com esta receita do desastre no liquidificador, o resultado não poderia ser outro: dos 49 IPOs concluídos neste ano, apenas 12 ações tiveram desempenho positivo.

Leia mais  Lucro da Vamos dispara 66% no 1T22 no melhor "trimestre da história"

De acordo com o estudo da analista da Nord, Danielle Lopes, 24% dos IPOs de 2021 tiveram desempenho acima do preço inicial dos papéis. Enquanto isso, os outros 76% apresentaram quedas e negociam abaixo do seu valor de IPO. No ranking, a Vamos é a ação com melhor desempenho entre as empresas que fizeram IPO neste ano.

Os melhores IPOS de 2021

Assim, confira na lista abaixo, todos os IPOs que “fecharam” o ano com valorização. O levantamento foi feito com base do período entre a listagem da respectiva empresa, e o pregão do dia 14 de dezembro.

Empresa Ticker Valorização no ano (em %)
Vamos VAMO3 100,50%
Intelbras INTB3 71%
Armac ARML3 56,20%
Boa Safra SOJA3 49,50%
Vittia VITT3 48,30%
GPS GGPS3 42,70%
Jalles Machado JALL3 16%
Nubank NUBR33 10,60%
Petrocôncavo RECV3 8,50%
CBA CBAV3 7,90%
BR Partners BRBI11 7,30%
Orizon ORVR3 6,90%
Hashdex HASH11 4,00%

Os piores IPOs de 2021

Por outro lado, conforme citado, todos os demais IPOs de 2021 apresentaram quedas de seu preço de listagem. No entanto, conforme densidade e objetividade, listamos abaixo apenas os 10 piores IPOs de 2021. Você pode conferir o relatório completo clicando aqui

Leia mais  Nubank (NUBR33) anuncia capitalização de US$ 330 milhões no México
Empresa Ticker Desvalorização em 2021 (em %)
ModalMais MODL11 51,5
HBR Realty HBRE3 53,6
Espaço Laser ESPA3 53,7
Mosaico MOSI3 54,9
Brisanet BRIT3 64,2
ClearSale CLSA3 69,1
GetNinjas NINJ3 71,1
WestWing WEST3 73,1
Mobly MBLY3 74,4
Oceanpact OPCT3 74,5
Dotz DOTZ3 76,3

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

VAMO3: Ação da Vamos dispara após resultado positivo

Márcia Alves

Mercado reage a sinais de desaceleração nos EUA

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa cai pelo sexto dia consecutivo

Rodrigo Mahbub Santana

Vamos (VAMO3) nomeia José Cezário Menezes como CFO e DRI

Paola Rocha Schwartz

IRB (IRBR3) apresenta valorização de 25,6%

Rodrigo Mahbub Santana

Grupo GPS acaba de anunciar aquisição do Grupo GRSA

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário