Guia do Investidor
jjean paul prates ceo da petrobras
Notícias

Petrobras deve reduzir dividendos para investir em transição energética

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Em entrevista concedida para a Bloomberg News, o CEO da Petrobras (PETR3, PETR4), Jean Paul Prates, afirmou que os investimentos em energia renovável começarão neste ano. Com essa prioridade, a distribuição de dividendos pode ser menos volumosa em comparação aos anos anteriores. “Precisamos ser cautelosos. Os acionistas vão entender”, afirmou Prates para repórter da Bloomberg News, ao ser questionado sobre a possibilidade de um pagamento extraordinário de dividendos. “Eu seria mais conservador do que agressivo. Estamos no meio dessa grande decisão de nos tornarmos uma empresa de petróleo em transição.”

Plano de transição para fontes de energia limpa

Conforme o CEO da petroleira nacional, não há possibilidade de mudanças drásticas na estratégia da empresa. No entanto, destacou a importância de estar preparado para oportunidades de aquisição em energias renováveis e petróleo, além de investimentos em petroquímica e produção de fertilizantes. A Petrobras está considerando investimentos em projetos eólicos e solares em terra no Brasil, antes de adentrar no setor de energia eólica offshore. Além disso, está ampliando o uso de combustíveis à base vegetal para aviação e transporte marítimo, dois setores desafiadores em termos de descarbonização.

Leia mais  Não compre ações da Petrobras, recomenda Bradesco

Prates mencionou que o Brasil possui condições mais favoráveis para projetos eólicos offshore do que os EUA ou os países do Mar do Norte, prevendo que o desenvolvimento desse setor abrirá novas oportunidades de negócios para os mesmos fornecedores de serviços utilizados em projetos de petróleo. Uma das principais preocupações é a possibilidade de escassez de fornecedores para os projetos de petróleo do Brasil, à medida que o mundo reduz a dependência dos hidrocarbonetos. A Petrobras está em diálogo com o governo para estabelecer uma política industrial que apoie fornecedores locais de equipamentos e estaleiros. Além disso, a empresa está explorando maneiras de obter bens e serviços essenciais de países vizinhos e aliados geopolíticos. No âmbito das políticas econômicas, destaca-se o amplo plano de reindustrialização do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que visa fornecer crédito e financiamento para setores como saúde, defesa e agronegócio, além de promover iniciativas para impulsionar a transição verde no Brasil.

Remuneração dos investidores

Analistas indicam a possibilidade de a Petrobras recompensar seus investidores com dividendos extraordinários, que poderiam totalizar bilhões de dólares, sendo anunciados durante a divulgação dos resultados em 7 de março. O Citi visualiza espaço para um pagamento de até US$ 7 bilhões, enquanto o Goldman Sachs estima a possibilidade de até US$ 8 bilhões. No cenário de 2022, a Petrobras figurou como a segunda maior distribuidora de dividendos no setor petrolífero, ficando apenas atrás da Saudi Aramco. A decisão da Petrobras em direcionar seus esforços para a energia limpa contrasta com a estratégia adotada por alguns de seus concorrentes internacionais. Grandes players europeus como Shell e BP têm optado por se distanciar das energias renováveis, concentrando-se mais nos combustíveis fósseis.

Petrobras readquiriu quase R$ 1 bilhão em ações no 3T23

No terceiro trimestre de 2023, a Petrobras (PETR4) deu início ao seu programa de recompra de ações, adquirindo R$ 975 milhões em papéis da empresa durante o terceiro trimestre, de acordo com informações fornecidas pela petroleira.

Este processo de aquisição ocorreu quando o lucro da estatal registrou uma queda de 42,2%, totalizando R$ 26,7 bilhões no período de julho a setembro, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Leia mais  Petrobras (PETR3;PETR4) retoma produção em nove instalações do Polo Bahia Terra

O diretor Financeiro e de Relações com o MercadoSérgio Caetano Leite, ressaltou que o resultado obtido foi suficiente para sustentar os investimentos, a gestão da dívida, o pagamento de dividendos e o início do programa de recompra de ações.

Petrobras quer dividir gestão da Braskem com novo sócio, diz Prates

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, voltou a manifestar nesta terça-feira (20) interesse da companhia em dividir a gestão da petroquímica Braskem.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Petrobras: Gasolina com maior defasagem do ano chega a 21%

Paola Rocha Schwartz

Petrobras: Desembargador reverte decisão de afastamento de conselheiro

Rodrigo Mahbub Santana

Conselho Petrobras: confira quem são os 9 membros ativos

Rodrigo Mahbub Santana

BB e Petrobras: Estatais lucram 24% menos no Governo Lula

Paola Rocha Schwartz

Petrobras inova: robôs substituem mergulhadores em operações submarinas

Rodrigo Mahbub Santana

Dólar atinge máxima em seis meses com tensões no Oriente Médio

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário