Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

Petróleo fecha em alta: expectativas de estoque e demanda influenciam mercado

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Os preços do petróleo sobem com expectativas de queda no estoque dos EUA e aumento da demanda sazonal.

Os preços do petróleo fecharam em alta, influenciados por expectativas de uma redução no estoque de óleo bruto dos Estados Unidos e um aumento na demanda com a aproximação da temporada de férias de verão.

O corte na produção pela Opep+ e a recomposição das reservas estratégicas dos EUA também têm impactado positivamente os preços. No fechamento, o contrato do Brent para julho subiu 1,12%, para US$ 76,94 por barril, e o contrato do WTI para julho aumentou 1,19%, para US$ 72,91 por barril.

Aumento na demanda de verão e diminuição do estoque dos EUA impulsionam preços do petróleo

Os preços do petróleo fecharam em alta, impulsionados por uma série de fatores. A expectativa de queda nos estoques de óleo bruto dos EUA, conforme os dados da API e DoE a serem divulgados, e o aumento da demanda devido à aproximação da temporada de férias de verão são os principais condutores dessa alta.

A temporada de férias de verão nos EUA, que começa oficialmente com o feriado de Memorial Day em 29 de maio, geralmente resulta em um aumento na demanda por combustíveis, impulsionando os preços do petróleo.

Leia mais  Crise na Bolsa de Valores? Um alerta para a economia brasileira

Além desses fatores, a decisão da Opep+ de cortar a produção a partir deste mês e a recomposição das reservas estratégicas dos EUA também contribuem para manter os preços elevados.

Analistas observam que as cotações do Brent e do WTI têm oscilado em torno de US$ 76 e US$ 72, respectivamente, nas últimas sessões, sem grandes mudanças no radar. No fechamento, o contrato do Brent para julho subiu 1,12%, para US$ 76,94 por barril, enquanto o contrato do WTI para o mesmo mês avançou 1,19%, para US$ 72,91 por barril.

Apesar de a negociação do teto da dívida ainda não ter sido concluída, os preços internacionais do petróleo mantiveram suas altas. O WTI para julho subiu 1,19%, para US$ 72,91, e o Brent para julho subiu 1,12%, para US$ 76,94. Essas altas refletem as expectativas positivas em torno da demanda e do estoque de petróleo.


Leia mais  Juros futuros fecham sem direção única na B3; curtos sobem com IPCA-15
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Sob Lula, economia brasileira piorou, aponta pesquisa

Márcia Alves

Banco Inter anuncia novo CEO no Brasil

Márcia Alves

Renda fixa local tem viés positivo em julho, afirma Santander

Guia do Investidor

Reforma Tributária está ameaçada por exageros nas exceções

Guia do Investidor

Pesquisa revela crescimento na preferência por veículos elétricos

Guia do Investidor

Cresce o número de ‘superendividados’ no primeiro semestre

Guia do Investidor

Deixe seu comentário