Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Criptomoedas Notícias

PF deflagra operação Kripto contra fraudes com criptomoedas em SC

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Polícia Federal realiza operação Kripto em Santa Catarina para combater fraudes com criptomoedas, deixando prejuízo estimado em R$ 1,5 milhão.

A Polícia Federal deflagrou a operação Kripto em Santa Catarina com o objetivo de combater fraudes envolvendo criptomoedas. A investigação teve início em 2021 e revelou que os suspeitos captaram recursos de terceiros prometendo rentabilidade por meio de operações com criptomoedas.

Um dos investigados teria se apropriado dos valores recebidos, resultando em um prejuízo estimado de R$ 1,5 milhão para os investidores. Os crimes investigados são contra o sistema financeiro nacional e podem resultar em pena de um a quatro anos de reclusão, além de multa. O “modus operandi” se assemelha a esquemas de pirâmide financeira que usam criptomoedas como isca.

Operação Kripto da Polícia Federal desarticula esquema de fraudes com criptomoedas em Santa Catarina

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (18) a operação Kripto em Santa Catarina, com o objetivo de combater fraudes relacionadas a criptomoedas. A investigação teve início no ano de 2021, quando a PF identificou que os investigados estavam captando recursos de terceiros para supostos investimentos em criptomoedas, prometendo rentabilidade por meio de operações com esses ativos.

Durante as diligências, os agentes descobriram que um dos investigados teria se apropriado dos valores recebidos das vítimas do esquema. Estima-se que o prejuízo causado pelos supostos golpistas chegue a R$ 1,5 milhão.

Leia mais  Unick Forex é acusada novamente de pirâmide financeira pela CVM

Os crimes investigados são contra o sistema financeiro nacional e podem resultar em pena de um a quatro anos de reclusão, além de multa. Por questões legais, a Polícia Federal não divulgou o nome da empresa envolvida nem os nomes dos investigados alvo da operação Kripto.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

O modus operandi dos investigados assemelha-se ao de esquemas de pirâmide financeira, nos quais as criptomoedas são utilizadas como isca para atrair vítimas. Geralmente, essas empresas ou seus líderes prometem rendimentos periódicos aos investidores com retornos muito acima do praticado no mercado.

Vale ressaltar que oferecer um rendimento fixo sobre aplicações em criptomoedas não é possível, devido à volatilidade desse tipo de ativo. Os preços das criptomoedas podem variar significativamente em curtos períodos de tempo.

Leia mais  Fed não eleva taxa de juros e Bitcoin continua acima de US$ 27.000

As práticas fraudulentas envolvendo criptomoedas têm sido recorrentes no Brasil, com diversas empresas sendo apontadas como pirâmides financeiras pelas autoridades. Um dos casos mais recentes de destaque é o da GAS Consultoria, liderada por Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como “Faraó dos Bitcoins”, que movimentou R$ 38 bilhões em um esquema de pirâmide e está preso desde 2021.

Diante do aumento dessas pirâmides envolvendo criptomoedas, a Câmara dos Deputados instalou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em junho para investigar esse tipo de fraude. A CPI convocou representantes de importantes exchanges de criptomoedas do Brasil e suspeitos de operarem esquemas fraudulentos, incluindo o próprio Glaidson, que prestou depoimento na condição de investigado. A investigação busca combater esses crimes e proteger os investidores do mercado de criptomoedas no país.

Relatório aponta redução expressiva de crimes com criptomoedas, exceto por crescimento nos golpes de ransomware

Um relatório divulgado pela TradingPedia revelou que os crimes envolvendo criptomoedas tiveram uma queda significativa no primeiro semestre de 2023 em comparação com o mesmo período do ano anterior.

De acordo com os dados, houve uma redução de mais de US$ 5,2 bilhões em crimes com criptomoedas. No entanto, os golpes de ransomware foram a única modalidade que apresentou crescimento, registrando um aumento de US$ 449 milhões.

O relatório destaca que os golpes em geral foram os que tiveram a maior queda no mercado, com perdas de US$ 3,24 bilhões no primeiro semestre de 2023. No mesmo período em 2022, os golpes de criptomoedas causaram prejuízos superiores a US$ 4 bilhões. Ou seja, os golpistas arrecadaram menos de US$ 800 milhões este ano.

Leia mais  Os melhores Jogos NFT Gratuitos para 2024

Além dos golpes, os ataques hackers também registraram uma redução no valor roubado, com uma queda de US$ 1,12 bilhão, seguidos pelos crimes cibernéticos com uma queda de US$ 839 milhões. No entanto, os ransomwares foram a exceção, gerando um lucro de US$ 175 milhões no primeiro semestre de 2023.

O aumento dos golpes de ransomware é uma preocupação, uma vez que representa 90% do valor total roubado através desse tipo de crime em todo o ano de 2022, o que equivale a cerca de US$ 500 milhões. Os ransomwares são programas maliciosos que bloqueiam o acesso a arquivos ou sistemas de um dispositivo e exigem um resgate em criptomoedas para liberar o acesso.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Novidade: Brasil Bitcoin expande sua lista com novos tokens; Confira

Lara Donnola

Brasil Bitcoin: é seguro? Como funciona? Conheça a exchange

Lara Donnola

O retorno dos Memes Coins: por que estão fazendo tanto sucesso?

Autor Convidado

Halving do Bitcoin é a oportunidade de ‘ouro’ em 2024

Fernando Américo

A tokenização irá ditar o futuro e poucos sabem disso

Autor Convidado

Ethereum: por que essa criptomoeda que merece ser observada?

Autor Convidado

Deixe seu comentário