Guia do Investidor
Fonte/Reprodução
Recomendações

Santander eleva recomendação da B3

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Na sessão desta quinta-feira (4), as ações da B3 sobem 2,31%, cotadas a R$ 11,97.

O Santander elevou a recomendação da B3 (B3SA3) para outperform (desempenho acima da média do mercado, equivalente à compra), e aponta como principal motivo o fato da ação ter caído cerca de 20% no acumulado do ano, sendo negociada atualmente perto do piso mínimo.

O banco considera que a companhia, operadora da bolsa brasileira, tem mais potencial agora de alta do que risco de queda. Além disso, o Santander vê a aproximação da taxa Selic perto de um dígito (a última queda levou o índice para 10,25%), o que tornará mais atrativo o investimento na bolsa.

As taxas de mercado para dezembro 2024 estão fixadas em 9,75%. O Santander é mais otimista é vê uma Selic no final do ano de 8,50%.

Em outra vertente, os analistas do Santander afirmam que em recentes interações com investidores estrangeiros identificaram um clima mais construtivo em relação às ações brasileiras.

Leia mais  Wall Street pesa sobre retomada do Ibovespa nesta 5ªF que fecha no "zero a zero"

Eles avaliam que, assim que o fluxo do exterior chegar ao Brasil, a B3 poderá ser o veículo de investimentos no país, pelo fato de alguns investidores enxergarem a bolsa brasileira como uma espécie de ETF local, além de ser uma ação de alta liquidez.

Em uma publicação do E-Investidor, os analistas Henrique Navarro, Arnon Shirazi e Anahy Rios ressaltaram que, de acordo com suas recentes interações com investidores estrangeiros, observaram um clima mais favorável em relação às ações brasileiras.

“Acreditamos que quando e se o fluxo estrangeiro chegar ao Brasil (para nós, mais uma questão de ‘quando’ do que de ‘se’), a B3 poderia ser um veículo para esses investimentos porque alguns investidores veem a B3 como uma proxy do ETF brasileiro, além de ser uma ação de alta liquidez e uma empresa de alta qualidade”,

Afirmaram os Analistas do Santander

O banco Santander estabeleceu um preço-alvo para as ações da B3 em R$ 15, indicando um considerável potencial de valorização de 28% em relação ao fechamento do mercado na quarta-feira (3) e mantendo-se também para a quinta-feira.

Leia mais  Ibovespa abre no "zero a zero" entre rali das commodities e pressão internacional


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Irresponsabilidade Fiscal no Governo e mais: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

IBOV: Yduqs dispara e Suzano cai em dia volátil no mercado

Rodrigo Mahbub Santana

Balde de água fria na Bolsa: entenda o motivo

Márcia Alves

Ibovespa abre com queda seguido por baixas da B3 e Eletrobras

Paola Rocha Schwartz

Mercado brasileiro fecha em queda moderada

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa abre com baixas, seguindo quedas de ELET3 e aéreas

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário