Guia do Investidor
Fonte/Reprodução
Notícias

Vale adota voluntariamente padrão internacional de sustentabilidade

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Decisão deve adotar voluntariamente o padrão internacional estabelecido pelo International Sustainability Standards Board (ISSB).

Na quarta-feira (29), a Vale anunciou que decidiu adotar voluntariamente o padrão internacional estabelecido pelo International Sustainability Standards Board (ISSB) para a elaborar e divulgar relatórios de informações financeiras relacionadas à sustentabilidade. 

Em comunicado, a empresa disse que desde 2020 vem divulgado seus dados conforme as diretrizes da Global Reporting Initiativ e afirmou que prevê a publicação do primeiro relatório seguindo este novo padrão em 2025.

De acordo com informações, essa iniciativa, irá colocar a Vale à frente, antecipando-se em dois anos à exigência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para as companhias abertas no Brasil.

O processo de adoção do ISSB está sendo conduzido pela administração da Companhia, com a supervisão do Conselho de Administração, por meio do Comitê de Auditoria e Riscos e do Comitê de Sustentabilidade. Neste
primeiro reporte a ser realizado em 2025, a Vale adotará as normas atualmente disponíveis (IFRS S1 e IFRS S2).

Leia mais  Petrobras, Lojas Renner e Vale recuam e Ibovespa interrompe sequência de nove semanas positivas; MRV é destaque entre as altas


A adoção antecipada do ISSB só é possível em decorrência da evolução das divulgações relacionadas à sustentabilidade e das demonstrações financeiras da Vale alcançada nos últimos anos, e é um passo importante
para garantir ainda mais transparência quanto à atuação da Companhia frente a investidores e sociedade.

Sobre o ISSB

O International Sustainability Standards Board (ISSB – ou Conselho Internacional de Padrões de Sustentabilidade, em português) anunciou os novos padrões para divulgação de informações em relatórios financeiros sobre sustentabilidade e fatores climáticos, dando abertura a uma nova era de relatórios.

Esses novos padrões, também conhecidos como IFRS S1 e IFRS S2, permitem o desenvolvimento de relatórios sobre temas climáticos e outros tópicos de sustentabilidade com alta qualidade, transparência e confiabilidade.

Sobre o padrão internacional ISSB


A formação do ISSB foi anunciada pela IFRS Foundation em 2021 durante a COP 26, com o objetivo de desenvolver padrões globais para divulgação de informações financeiras relacionadas à sustentabilidade e mudanças climáticas de forma consistente e comparável. Como parte deste movimento, o Integrated Reporting e o Sustainability Accounting Standards Board (“SASB”) foram consolidados pela IFRS Foundation.

Leia mais  Ibovespa inicia em alta junto ao desempenho positivo de Vale


Em junho de 2023, o ISSB publicou suas duas primeiras normas, a IFRS S1 – direcionada ao tema de requisitos gerais para divulgação de informações financeiras relacionadas à sustentabilidade, e a IFRS S2 – com divulgações relacionadas às mudanças climáticas, requerimentos que são consistentes com os principais requisitos da Task Force on Climate Related Financial Disclosures (”TCFD”).


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Vale investe US$ 3,3 bilhões em produção de cobre e níquel

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa abre em queda e grandes indicadores estão com baixas

Paola Rocha Schwartz

Ibovespa recua e Desaprovação de Lula aumenta: Confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa recua para mínimo anual em meio a tensões fiscais

Rodrigo Mahbub Santana

Vale é Removida da “Lista Suja” por Decisão Judicial

Rodrigo Mahbub Santana

Ibovespa inicia em queda impulsionado por Vale e Petrobras

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário