Guia do Investidor
n 50040 33d9022b6e806066b261ae31dfcc9646
Resultados

3T22 em Wall Street: Confira o desempenho dos maiores bancos do mundo

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A temporada de balanços operacionais é um momento extremamente esperado pelos investidores. Com o fim do terceiro trimestre, as empresas começam a anunciar ao mercado seus dados internos, e revelar ao mercado e para seus acionistas o andamento de seus respectivos processos gerenciais.

É claro que as principais empresas do mundo também não ficam de fora dessa, e o inicio da temporada de resultados das empresas listadas nas bolsas de valores dos EUA, ditam os rumos do mercado privado global além das tendências de consumo e de investimento da economia mundial.

Em Wall Street, as primeiras grandes empresas a anunciarem seus destaques foram os grandes bancos, e nós do Guia do investidor preparamos um rápido resumo com os destaques dos principais balanços do mercado. Confira!

JP Morgan

Começando pelo JP Morgan, a temporada mostra que o setor não teve vida fácil no terceiro trimestre do ano. O banco registrou queda de 17% no lucro do terceiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, para US$ 9,74 bilhões (US$ 3,12 por ação). O resultado está longe de empolgar, mas apesar do lucro menor o JP Morgan registrou aumento de 34% nas receitas, acima das projeções do mercado. A reação do mercado é positiva e ação do banco sobe mais de 1% nesta manhã. Apesar de o desempenho superar as projeções, o CEO do maior banco norte-americano em ativos segue cauteloso.

“Há ventos contrários significativos imediatamente à nossa frente — inflação insistentemente alta levando a taxas de juros globais mais altas, os impactos incertos do aperto quantitativo, a guerra na Ucrânia, que está elevando todos os riscos geopolíticos, e o estado frágil da oferta e dos preços do petróleo”, afirmou Jamie Dimon, em comunicado.

Citi

A fotografia do terceiro trimestre do Citigroup foi parecida com a do JP Morgan. O lucro do banco recuou 25% em relação ao mesmo período do ano passado, para US$ 3,48 bilhões (US$ 1,63 por ação). Assim como o JP Morgan, o resultado menor do Citi veio do aumento das provisões para calotes no crédito. Por outro lado, as receitas aumentaram 6%, para US$ 18,5 bilhões. As ações do banco reagem em leve alta aos números nesta manhã.

Leia mais  Veja o Ranking de Piores Bancos e Plataformas em Julho em vários critérios

Junto com os números, a CEO do Citi, Jane Fraser, comentou sobre o andamento dos planos do banco para a Rússia de Vladimir Putin.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

“Continuamos a reduzir nossas operações e exposição à Rússia e encerraremos quase todos os serviços bancários institucionais que oferecemos no próximo trimestre.”

Leia mais  Queda de 22% no Lucro é destaque da Vulcabras (VULC3) no 3T22

Wells Fargo

Entre os clientes no varejo bancário nos Estados Unidos, o Wells Fargo também decidiu proteger o balanço de eventuais calotes no crédito, assim como Citi e JP Morgan. Desta forma, o banco registrou queda de 31% no lucro do terceiro trimestre, para US$ 3,5 bilhões (US$ 0,85 por ação). O resultado também sofreu o impacto de despesas com processos e indenizações a clientes. Ao excluir esses efeitos extraordinários, o resultado do Wells Fargo superou a expectativa do mercado. Como consequência, as ações do banco operaram em alta na sexta-feira.

Morgan Stanley

A grande decepção entre os grandes bancos norte-americanos que divulgaram resultados na sexta-feira, foi o Morgan Stanley. O lucro de US$ 2,63 bilhões (US$ 1,47 por ação) representa uma queda de 29% em relação ao terceiro trimestre do ano passado. Ao contrário dos concorrentes, o Morgan Stanley também apresentou um recuo nas receitas, que somaram US$ 12,99 bilhões (-12%). Os investidores não gostaram dos números e reagiram vendendo as ações do banco, que caem quase 2%. O Morgan Stanley sofreu com o momento ruim das bolsas norte-americanas, que derrubaram as comissões nas atividades típicas de banco de investimento, como a coordenação de ofertas de ações no mercado.

Leia mais  BC cria novo site para recuperação de dinheiro "esquecido" em bancos

Goldman Sachs

O Goldman Sachs registrou lucro líquido de US$ 3,07 bilhões entre julho e setembro, valor 43% menor do que o apurado um ano antes. Já o lucro por ação ficou em US$ 8,25, bem acima do consenso de analistas consultados pela FactSet, que era de US$ 7,75.

A receita do banco teve baixa de 12% no 3TRI, para US$ 11,98 bilhões, mas ficou acima dos US$ 11,42 bilhões esperados pela FactSet. O Goldman também confirmou os planos de reestruturar suas operações em três unidades de negócios.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa inicia com alta com maioria dos ativos em ganhos

Paola Rocha Schwartz

Bancos projetam queda do PIB e alta da inflação

Márcia Alves

Bancos funcionarão neste feriado de sexta-feira da paixão (29)?

Guia do Investidor

Efeito Lula? Analistas de 3 bancos cortam preço-alvo da Vale

Márcia Alves

Nubank registra lucro recorde de US$ 395,8 milhões no 4TRI23

Guia do Investidor

Bancos não repassam cortes da Selic e juros seguem estáveis

Guia do Investidor

Deixe seu comentário