Guia do Investidor
dinheiro real 1 628x353 1
Notícias

5 dicas para usar o décimo terceiro salário de maneira eficiente

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Quem trabalha em regime da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) recebe em novembro e dezembro o décimo terceiro salário. De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o dinheiro extra tem o potencial de injetar na economia brasileira cerca de R$ 249,8 bilhões neste ano. Mas, a pergunta que sempre fica no ar é: qual a melhor estratégia financeira para usá-lo?

Comprar presentes de Natal, investir em renda fixa ou guardar o dinheiro em uma caderneta de poupança? De acordo com o coordenador do curso de Ciências Contábeis da Faculdade Anhanguera, Jair Rottini, é importante que todos tenham cautela com o valor extra, analisando com calma o que fazer, já prevendo 2024.

“Para garantir tranquilidade após as festas, é interessante se planejar com o dinheiro do décimo terceiro, gastar com cautela e não usar a verba para comprar itens que não sejam necessários. Tente quitar dívidas, caso as tenha, assim será possível passar as próximas festividades sem apuros financeiros. O mais importante é não adquirir novos boletos. Pense em ter a vida financeira equilibrada”, pontua.

Entre as maneiras de utilizar bem o valor extra estão: pagar as contas do início do ano, como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), fazer investimentos ou poupar parte do dinheiro.

“Se não tiver dívidas para quitar, reserve o valor para imprevistos ou mesmo para adquirir algum objeto com desconto, pois com dinheiro em mãos é mais fácil negociar e reduzir o preço”, aconselha.

O coordenador do curso de Ciências Contábeis elencou cinco dicas cruciais para usar o décimo terceiro salário de forma inteligente.

1. Dívidas

Quem está no cheque especial ou parcelas de financiamento no cartão de crédito, deve usar o décimo terceiro salário para quitar essas dívidas. Se não der para “zerar” tudo, comece pelas contas que cobram os juros mais altos. Use a quantia recebida para ganhar abatimento das dívidas na hora da negociação.

2. Contas do começo do ano

O planejamento é fundamental para tudo na vida. Já pensou começar o ano com o IPTU, IPVA, matrículas e materiais escolares pagos? Pois é, utilize o recebimento de novembro e dezembro para começar 2023 com folga no orçamento.

3. Reserva de emergência

Ter um fundo para imprevistos é fundamental para deixar a cabeça tranquila. Nunca se sabe quando vai ocorrer uma doença na família ou a perda do emprego. Por isso, aproveite o salário extra para iniciar um “fundão”. O ideal é que se tenha um valor equivalente a, pelo menos, seis meses de despesas mensais.

4. Investimentos

Se você já tem um fundo para emergências e não tem dívidas, aproveite para investir. Escolha investimentos adequados às suas necessidades. O salário também pode se transformar no primeiro passo para contratar produtos financeiros que garantam a segurança financeira de todos da sua casa. Sempre aplique o dinheiro de forma estratégica, de olho no futuro.

5. Presentes

Se ainda assim você é daqueles que não consegue ficar sem gastar na época em que mais se presenteia, busque promoções. Antecipe as compras, utilize apenas uma parte do valor recebido para os presentes.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Como investir seu décimo terceiro salário em 2024

Guia do Investidor

Perspectiva de carreira em 2024: a importância de ter uma

Autor Convidado

Segunda parcela do 13º salário: como utilizar bem o dinheiro extra

Guia do Investidor

A nova fase do 13º salário para trabalhadores formais

Miguel Gonçalves

Décimo terceiro: o que fazer e onde investir?

Guia do Investidor

Veja o que fazer com o 13º e quem pode perder esse direito

Guia do Investidor

Deixe seu comentário