Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

CPFL (CPFE3) irá investir R$ 70 milhões em projeto de eficiência energética do estádio do Pacaembu

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Nesta sexta-feira (14) a CPFL Energia (CPFE3) anunciou a sua nova parceria com a concessionária Allegra Pacaembu, a fim de iniciar o projeto de eficiência energética do estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O investimento da Companhia será de, aproximadamente, R$ 70 milhões. O projeto faz parte do processo de modernização do estádio e contará com duas usinas solares fotovoltaicas, uma usina de cogeração a gás natural, dois bancos de baterias e central de climatização.

Além disso, também estão inclusos quatro geradores de emergência, 47 painéis de média tensão, sistema de
monitoramento inteligente e dez carregadores de veículos elétricos.

A execução do projeto tem previsão para iniciar no primeiro trimestre de 2023, com conclusão até o final do mesmo ano. Ademais, a CPFL também se responsabilizará pela Operação e Manutenção de todos os sistemas, com equipe residente por 15 anos. Assim, prevê o total de R$ 300 milhões em contratos.

Linhas de transmissão e subestação em Maracanaú já podem entrar em operação

Recentemente, a CPFL Energia (CPFE3anunciou importante comunicado junto ao mercado e aos seus acionistas. Isto é, a empresa infomou ter obtido liberação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Leia mais  Energisa e CFPL Energia: Confira os destaques operacionais das energéticas no 4T21

Ou seja, para a entrada em operação das linhas de transmissão LT C-1 CE – CPFL Maracanaú e da nova subestação Maracanaú II (com potência de 450 MVA e tensão de 230/69 kV), no Ceará.

Desse modo, o empreendimento é composto por uma nova subestação de energia e aproximadamente 2 km de linhas de transmissão. Isto é, com uma receita anual permitida (RAP) de R$ 7,9 milhões para o ciclo 2022-2023.

Assim sendo, controlados 100% pela CPFL Geração, os ativos em Maracanaú foram adquiridos pela empresa no leilão de transmissão realizado em junho de 2018.

Com isso, o portfólio de ativos de transmissão em operação da CPFL Energia passa a contar com a CPFL Transmissão, CPFL Piracicaba, CPFL Morro Agudo e CPFL Maracanaú. Isto é, tendo uma RAP de aproximadamente R$ 909 milhões e aproximadamente 6 mil km de linhas, além de mais dois projetos em construção.


Leia mais  CPFL (CPFE3), Copel (CPLE6) e Cemig (CMIG4): empresas confirmam pagamento de proventos!
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

CPFL Energia realizará terceiro pagamento de dividendos

Márcia Alves

CPFL (CPFE3) lucra R$ 1,2 bilhão com leve queda de 1,2% no resultado 2T23

Leonardo Bruno

CPFL3 Preço-alvo 2024: Vale a pena comprar ações da CPFL Energia?

Leonardo Bruno

Com alta de 3,3%, CPFL (CPFE3) lucra R$ 1,3 bilhão no resultado 4T22

Leonardo Bruno

O 3T22 das energéticas: confira o resumo do setor na temporada de balanços

Leonardo Bruno

Resultados 3T22: CPFL (CPFE3) anuncia data de divulgação

Gabriele de Paula

Deixe seu comentário