Guia do Investidor
brf marfrig GDI
Notícias

Fusão de BRF e Marfrig melou? BTG análisa caso

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O BTG Pactual, em seu recente relatório sobre o setor de Alimentos & Bebidas, apresentou suas projeções e análises para duas grandes empresas do segmento: BRF (BRFS3) e Marfrig (MRFG3). O banco aborda a complexa relação entre as duas companhias e suas perspectivas de mercado, considerando a participação acionária significativa da Marfrig na BRF.

A Possibilidade de Fusão entre Marfrig e BRF

O BTG Pactual considera improvável uma fusão entre Marfrig e BRF, apesar da Marfrig deter uma participação de 50,06% na BRF. O banco destaca três fatores principais para essa avaliação:

  1. Consolidação de Resultados Financeiros: A Marfrig já consolida os resultados financeiros da BRF, o que significa que uma fusão não traria benefícios adicionais significativos nesse aspecto.
  2. Sinergias Operacionais Limitadas: As sinergias operacionais entre os negócios de carne bovina (gerenciados pela Marfrig) e de aves/processados (gerenciados pela BRF) não são claras. O BTG sugere que qualquer benefício sinérgico potencial já está sendo aproveitado sob a configuração atual.
  3. Questão do Controle Acionário: Marcos Molina, acionista controlador da Marfrig, manteria uma posição de controle menos dominante em uma entidade combinada, o que poderia ser um impedimento para uma fusão.
Leia mais  O maior do ano: BRF levanta R$ 5,4 bilhões no maior follow-on de 2023

Além disso, o banco não vê disposição nem capacidade financeira por parte da Marfrig para adquirir os acionistas minoritários da BRF. Contudo, não descarta possíveis transações pontuais entre as empresas para ativos específicos.

O Dilema da BRF

O BTG Pactual aponta um descompasso entre o valor e o preço das ações da BRF, uma situação que remete a 2019, quando fatores como o ciclo favorável das aves e a Peste Suína Africana na China impulsionaram as margens e a valorização das ações da empresa. Segundo o banco, a estrutura de controle da BRF dificultou a implementação de uma estratégia de longo prazo consistente, mas com a Marfrig como acionista controlador, essa situação parece estar melhorando, indicando um caminho mais claro para o futuro da BRF.

Perspectivas para a Marfrig

A estratégia de longo prazo da Marfrig é vista pelo BTG como mais difícil de ser compreendida, especialmente após a aquisição da participação na BRF. Anteriormente, a Marfrig focava em desalavancagem e simplificação, mas essa nova aquisição parece ir na direção oposta. O BTG expressa uma postura mais cautelosa em relação à Marfrig devido à falta de clareza na alocação de capital e ao nível de alavancagem no balanço da holding.

Leia mais  Marfrig (MRFG3) anuncia lucro líquido de R$ 63 milhões no 1T24

Recomendações do BTG

O BTG Pactual mantém uma recomendação neutra para as ações de ambas as empresas. Os preços-alvo estabelecidos pelo banco são de R$ 13 para a BRF e R$ 10 para a Marfrig.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Este relatório do BTG Pactual oferece uma visão detalhada e analítica das complexidades e desafios enfrentados por BRF e Marfrig no competitivo setor de Alimentos & Bebidas. As empresas, cada uma com seus desafios e estratégias específicas, continuam a ser relevantes no cenário econômico, enquanto buscam navegar num ambiente de mercado em constante mudança.

Leia mais  Quem vai comprar a Oi (OIBR3;OIBR4)?

Confira a nova ferramenta de cotação do Guia do Investidor

Quer estar sempre atualizado em tempo real com a cotação de seus ativos favoritos listados na bolsa? O Guia do Investidor agora oferece a oportunidade de você se manter informado sobre os preços e movimentações das principais ações da bolsa de valores brasileira com apenas um clique.

Lá, você pode acompanhar métricas diárias e semanais personalizadas, além de conferir um gráfico exclusivo de tendência de alta para seguir as expectativas dos analistas e ficar por dentro das melhores ações antes mesmo de elas decolarem!

Imagine ter acesso fácil e rápido às informações cruciais para suas decisões de investimento. Com o Guia do Investidor, isso se torna realidade. Não perca mais tempo e esteja sempre um passo à frente no mercado financeiro. Não deixe de clicar aqui para conferir!


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Marfrig (MRFG3) anuncia lucro líquido de R$ 63 milhões no 1T24

Paola Rocha Schwartz

Petz (PETZ3) e Cobasi anunciam o aguardado processo de fusão

Paola Rocha Schwartz

BRF (BRFS3) anuncia término do programa de recompra de ações

Paola Rocha Schwartz

StormGeo compra 100% da Climatempo

Guia do Investidor

BRF (BRFS3) apresenta lucro de R$ 823 milhões no 4º trimestre de 2023

Mateus Sousa

BRF lucra R$ 823 milhões no 4º trimestre

Guia do Investidor

Deixe seu comentário