Guia do Investidor
Prepare o bolso gas de cozinha gasolina e diesel vao subir com aumento de ICMS
Notícias

Gasolina poderá ter 35% de alcool em sua mistura

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

De acordo com o projeto de lei em análise, o limite para o teor de etanol na gasolina pode atingir 35% até 2030, em comparação com os atuais 27,5%. A Câmara dos Deputados está considerando aumentar os percentuais de mistura de etanol na gasolina e de biodiesel no óleo diesel.

No caso do óleo diesel, a mistura pode aumentar de 14% para 20%. No entanto, a implementação desses novos limites está condicionada à realização de novos testes de viabilidade.

O deputado Arnaldo Jardim, relator do projeto “Combustível do Futuro”, ressalta que nem todas as montadoras estão de acordo com o aumento acima de 30%, pois isso poderia exigir modificações nos motores dos veículos.

Além disso, o texto que está sujeito a votação hoje estabelece um percentual obrigatório de biometano a ser misturado ao gás natural, chegando a até 10% até 2034.

Diagnosticado com Covid-19, o ministro Fernando Haddad precisou ajustar sua agenda, originalmente ocupada devido à reunião do G20. Ele participará de alguns encontros de forma online, enquanto em outros eventos será representado por outros membros do governo.

Preço da gasolina sobe 0,26% na segunda semana de fevereiro

São Paulo tem o combustível mais barato do país, a R$ 5,767; na outra ponta, maior média está no Acre, a R$ 6,701.

O preço da gasolina nos postos de combustíveis subiu entre os dias 09 e 15 de fevereiro, quando comparado com a semana anterior (02 e 08 de fevereiro), com valor médio de R$ 5,954 por litro — variação positiva de R$ 0,016.  

Leia mais  Copom define hoje a taxa básica de juros da economia, a Selic

Os dados mostram que as unidades federativas que registraram as maiores altas foram Amapá (1,43%), Ceará (1,24%) e Roraima (1,29%).  

O menor preço médio do litro da gasolina foi registrado em São Paulo a R$ 5,767; na outra ponta, o Acre apresentou a maior média, a R$ 6,701. 

Brendon Rodrigues, Head de Inovação e Portfólio da ValeCard, explica que o aumento dos preços dos combustíveis e do gás de cozinha é reflexo do recente aumento do ICMS pelos Estados. O imposto, que incide sobre a circulação de mercadorias e serviços, que subiu no dia 1º de fevereiro, impactando diretamente o valor final dos produtos. 

“O anúncio do aumento do ICMS levou a uma alta imediata nos preços da gasolina, do diesel e do gás de cozinha. A previsão é de que os preços ainda subam nos próximos dias, o que significa que os consumidores continuarão a sentir o impacto do aumento do imposto em seus bolsos”, prevê. 

Preço da gasolina e do diesel sobem nesta quinta com novo ICMS

por Agência Brasil 01/02/2024

Leia mais  Conselho de Segurança da ONU rejeita proposta de resolução dos EUA

A partir desta quinta-feira (1º), abastecer o veículo e cozinhar ficarão mais caros. O Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tributo cobrado pelos estados, vai subir para a gasolina, o diesel e o gás de cozinha.

O aumento reflete a decisão de vários estados de reajustar o ICMS para “os produtos em geral para compensar perdas de receita.

Na maior parte dos casos, os estados elevaram as alíquotas gerais de 18% para 20%. Como os combustíveis seguem um sistema diferente de tributação, os reajustes serão com valores fixos em centavos.

O aumento foi aprovado em outubro pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), órgão que reúne os secretários estaduais de Fazenda. Esse é o primeiro reajuste do ICMS após a mudança do modelo de cobrança sancionado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro em março de 2022.

Anteriormente, o ICMS incidia conforme um percentual do preço total definido por cada unidade da federação. Agora, o imposto é cobrado conforme um valor fixo por litro, no caso da gasolina ou do diesel, ou por quilograma, no caso do gás de cozinha.

As alíquotas passaram para os seguintes valores:

CombustívelAlíquotas atuaisA partir de 1º de fevereiro
GasolinaR$ 1,22 por litroR$ 1,37 por litro
DieselR$ 0,9456 por litroR$ 1,06 por litro
Gás de cozinhaR$ 1,2571 por quiloR$ 1,41 por quilo

Ao considerar o preço médio calculado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o litro da gasolina subirá em média para R$ 5,71. No caso do diesel, o valor médio do litro aumentará para R$ 5,95 (diesel normal) e mais de R$ 6 para o diesel S-10, que tem menor teor de chumbo.

Leia mais  Ataques a navios e mudança de rota podem aumentar preço do petróleo

O preço da gasolina e do diesel irão ficar mais caros nesta quinta-feira. Com um aumento de R$ 0,15, a gasolina subirá em média para R$ 5,71, levando em conta o preço médio do produto baseado na pesquisa de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). Já o óleo diesel, terá um aumento média de R$ 0,12, podendo chegar em média a R$ 5,95, e o Diesel S-10 poderá ficar acima dos R$ 6,00 por litro, em média.

No caso do gás de cozinha, o preço médio do botijão de 13 quilos subiria, em média, de R$ 100,98 para R$ 103,60.

Fonte: Agência Brasil

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Dados de 3 mil chaves Pix são vazados comunica Banco Central

Agência Brasil

Preços de combustíveis sobem em abril; etanol atinge R$ 3,87

Rodrigo Mahbub Santana

Magazine Luiza pode ter desempenho mais fraco no 1T24

Márcia Alves

Petrobras anuncia que não vai mexer nos preços do combustível

Márcia Alves

BYD lança novos modelos de SUV para competir com Land Rover

Márcia Alves

M. Dias recomprará até 3,5 milhões de ações

Márcia Alves

Deixe seu comentário