Guia do Investidor
quadro de cotacoes bolsa de valores acoes
Notícias

Ibov tem queda de 0,22% em meio a preocupações econômicas e políticas

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Ibovespa enfrentou um dia de quedas generalizadas operando aos 127.351,60 pontos, uma redução de 0,22%. Esta queda ocorreu em meio a uma semana repleta de desafios, com eventos importantes no cenário nacional e internacional.

No mercado brasileiro, ações de empresas como Petrobras, Vale e grandes bancos sofreram quedas significativas, juntamente com setores como papel/celulose, construção, educação, mineração, petroleiras juniores, siderúrgicas e varejistas. Além disso, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, concedeu uma entrevista ao Programa Roda Viva, enquanto o presidente Lula participou de um evento para sancionar a Lei Orçamentária Anual de 2024 e lançar um plano para impulsionar a indústria.

Quedas generalizadas no Ibovespa em meio a eventos políticos e econômicos

O Ibovespa enfrenta dificuldades para manter-se acima dos 127 mil pontos, registrando uma queda de 0,22% em um ambiente marcado por preocupações econômicas e eventos políticos significativos.

Nesta segunda-feira, as ações de empresas como Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e grandes bancos apresentam desempenho negativo, arrastando consigo setores como papel/celulose, construção, educação, mineração, petroleiras juniores, siderúrgicas e varejistas.

Além disso, o cenário político ganha destaque, com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, concedendo uma entrevista ao Programa Roda Viva, enquanto o presidente Lula participava de um evento para sancionar a Lei Orçamentária Anual de 2024 e lançar um plano para impulsionar a indústria.

Leia mais  Bolsas em NY reagem apesar da crise na China

Enquanto o Congresso estava em recesso, a atenção se volta para a Medida Provisória 1202, que trata do pagamento de contribuições previdenciárias. A decisão final sobre esse tema crucial, no entanto, está programada para ocorrer somente após o término do recesso legislativo, em 1º de fevereiro.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

No cenário econômico, houve variações nas projeções, com a inflação de 2024 registrando nova queda, enquanto a estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) avançou levemente em comparação com a semana anterior, de acordo com dados divulgados no Relatório Focus do Banco Central.

Leia mais  Sobe-cai: Ibovespa opera sobre forte volatilidade na abertura desta 6ªF

Nos Estados Unidos, os índices futuros operam em alta, com investidores aguardando a divulgação de relatórios econômicos cruciais, incluindo os dados do PIB previstos para quinta-feira e os preços das despesas de consumo pessoal na sexta-feira.

Análise do mercado

O mercado financeiro inicia o ano de 2024 com sinais mistos e análises técnicas em destaque. O índice Bovespa, acompanhado de perto pelo Itaú BBA, registrou a terceira semana consecutiva de realização de lucros. No entanto, no último pregão, o índice mostrou uma reação significativa ao atingir o suporte em 126.400 pontos, levantando a possibilidade de um retorno às máximas nas próximas semanas.

Esse potencial de recuperação é fortalecido pelo cenário internacional, onde os índices SP500 e Dow Jones atingiram máximas históricas recentemente. Para que o Ibovespa retome o movimento de alta, é crucial ultrapassar a primeira resistência em 130.100 pontos, abrindo caminho para uma recuperação mais sólida. Vale ressaltar que o índice demonstrou respeito à região de suporte em 126.400 pontos, o que mantém a tendência de alta.

A análise técnica da XP, conduzida por Gilberto Coelho, destaca a importância desses níveis de suporte e resistência em diferentes mercados. No caso do IBOV, o indicador RSI saiu da zona de sobrevenda, enquanto um padrão de alta foi formado na banda de Bollinger inferior, sugerindo um aumento nas chances de uma retomada altista. Acima dos 127.850 pontos, a tendência de alta ganha força, com alvos potenciais em 131.900 ou 134.390 no curto prazo.

Leia mais  Em clima de Feriado, Ibovespa ensaia recuperação nesta 2ªF

No mercado internacional, o SP500 também exibe sinais de força, fechando em alta e superando topos anteriores. Isso favorece a perspectiva de testar níveis mais elevados, como 5.000 ou 5.200 pontos. Por outro lado, uma realização de lucros ganharia força abaixo dos 4.715 pontos, direcionando o foco para suportes em 4.660 ou 4.550 pontos.

No cenário cambial, o Dólar futuro G24 fechou em leve alta, posicionando-se acima da média móvel de 21 dias. Isso abre espaço para possíveis altas adicionais, com resistências em potencial em 5.000 ou 5.045. No entanto, um fechamento abaixo dos 4.895 pontos indicaria um sinal de reversão baixista, com projeções de queda em 4.818 ou 4.760 pontos.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ibovespa encerra em alta de 0,15% após seis dias de queda

Rodrigo Mahbub Santana

B3 já possui 19,4 milhões de investidores

Fernando Américo

Balde de água fria na Bolsa: entenda o motivo

Márcia Alves

Ação da Gafisa dispara 24,5%: entenda o motivo

Márcia Alves

BEEF3: Ações da Minerva disparam na Bolsa

Márcia Alves

Ibovespa fecha em alta moderada em dia de cautela nos mercados

Rodrigo Mahbub Santana

Deixe seu comentário