Guia do Investidor
fechamento mercado gdi
Notícias

Ibovespa fecha em alta aos 103.774 pontos com bom humor nos mercados ; Selic sobe para 13,75%

O principal indicador da bolsa de valores brasileira voltou a fechar em cenário nesta quarta-feira. Indicadores econômicos de atividade (PMI) nos EUA acima do esperado e os bons resultados na safra de balanços do 2º trimestre deram sustentação à alta das bolsas em NY na sessão de hoje, apesar das declarações de membros do Fed a favor do aperto monetário para conter a inflação.

image 33

Os destaques da B3

Papéis de grandes bancos, varejistas, construtoras e techs avançaram na sessão desta 4ªF diante da expectativa de que o BC promova hoje o último aumento da taxa Selic e encerre o ciclo de aperto monetário. A ação mais valorizada do pregão foi LWSA3, com elevação de 11,90%, a R$ 8,65.

Também figuraram na lista de maiores ganhos do Ibovespa VIIA3 (+11,49%; R$ 2,62), NTCO3 (+11,17%; R$ 17,52), (+8,12%; R$ 2,93) e SOMA3 (+7,94%; R$ 11,01).

Outro destaque foi MRVE3, que subiu 8,13%, a R$ 9,98. No setor financeiro, BBAS3 registrou +0,69% (R$ 36,41), iTUB4, +0,72% (R$ 23,89), BBDC3, +1,23% (R$ 14,82), BBDC4, +1,58% (R$ 17,95) e SANB11, +1,58% (R$ 28,29).

A queda do minério de ferro afetou os ativos das empresas ligadas à commodity. Na liderança entre as maiores perdas do índice, GOAU4 recuou 4,32%, a R$ 9,74.

Leia mais  Clientes do Assaí poderão fazer compras pelo Cornershop by Uber

Em seguida, GGBR4 baixou 4,06% (R$ 23,41) e caiu 3,89% (R$ 67,52). Acionista da mineradora, BRAP4 cedeu 2,90%, a R$ 21,80. Frigoríficos também se destacaram no ranking negativo: registrou -2,43% (R$ 12,86) e JBSS3, -1,67% (R$ 31,70).

Alta nos juros

Já após o , a reunião do COPOM indicou um novo aumento na taxa Selic, de 0,50% para 13,75% a.a. A alta segue a expectativa do mercado.

Considerando os cenários avaliados, o balanço de riscos e o amplo conjunto de informações disponíveis, o Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual, para 13,75% a.a.

Central em relatório.

Segundo o comunicado, p Comitê entende que essa decisão reflete a incerteza ao redor de seus cenários e um balanço de riscos com variância ainda maior do que a usual para a inflação prospectiva, e é compatível com a estratégia de convergência da inflação para o redor da meta ao longo do horizonte relevante, que inclui o ano de 2023 e, em grau menor, o de 2024.

Leia mais  Minerva (BEEF3) cancela e recompra US$ 48 milhões em bonds

Sem prejuízo de seu objetivo fundamental de assegurar a estabilidade de preços, essa decisão também implica suavização das flutuações do nível de atividade econômica e fomento do pleno . O COPOM também entende que o ciclo de juros precisa seguir o pensamento contracionista.

Destaques do Guia do Investidor

LULA OU BOLSONARO? Não corra o risco das eleições no : abra sua conta no exterior e proteja seu patrimônio

Recomendações no seu e-mail

Nossas redes:

Deixe seu comentário