Guia do Investidor
Ministro Alexandre de Moraes durante sessao do STF Foto Nelson Jr SCO STF 1
Notícias

Moraes “censura” oposição a Lula, afirma comissão dos EUA

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O Comitê Judiciário dos EUA divulgou relatório sobre decisões sigilosas do STF e do TSE relacionadas à rede social de Elon Musk, X. O documento divulgado nesta quarta-feira (17), denuncia uma suposta “censura no Brasil” e critica a gestão de Joe Biden. Intitulado “O ataque à liberdade de expressão no exterior e o silêncio da administração Biden: o caso do Brasil”.

O relatório aponta que os governos do Brasil e dos Estados Unidos têm buscado silenciar críticos na internet. Com 540 páginas, inclui 88 decisões, sendo 51 do ministro Alexandre de Moraes, do STF, com ordens ao X. Além disso, o relatório apresenta outras 37 decisões do Tribunal Superior Eleitoral relacionadas ao X e outras redes sociais, como o Instagram e o Facebook.

“Os registros revelam que, pelo menos desde 2022, o Supremo Tribunal Federal no Brasil, onde Moraes atua como juiz, e o Tribunal Superior Eleitoral do Brasil, também liderado por Moraes, ordenaram que a “X Corp” suspendesse ou removesse quase 150 contas na plataforma. A maior parte das demandas de censura foram direcionadas especificamente a críticos do atual governo brasileiro”, cita o relatório.

No documento, o Comitê afirma que o Congresso dos Estados Unidos deve agir para proteger a liberdade de expressão, destacando que: “Agora, mais do que nunca, o Congresso deve cumprir seu dever de proteger a liberdade de expressão”. O Comitê também elogia Elon Musk por seu “compromisso público com a liberdade de expressão”. O relatório destaca que Musk tem sido alvo de críticas e ataques “por governos de todo o mundo”, inclusive nos Estados Unidos.

Leia mais  100 dias de governo Lula: Preço da gasolina é a terceira maior barreira para compra de um veículo no Brasil, aponta Ipsos

O relatório surge, no entanto, após os ataques de Elon Musk, proprietário do X, contra a Justiça brasileira. Ainda, em particular, contra Moraes. Musk tem criticado o STF e até insinuou que “não acataria as decisões do tribunal”.

A comissão enumera os “principais afetado” pela “suposta censura” da plataforma. Incluem-se, contudo, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e os parlamentares Carla Zambelli (PL-SP), Marcel Van Hattem (Novo-RS), Alan Rick (União-AC) e Marcos do Val (Podemos-ES).”

Demais declarações

O documento afirma que uma das declarações do influenciador Bruno Aiub Monteiro, conhecido como Monark, que motivou o ministro a censurá-lo, foi: “Vemos o TSE [Tribunal Superior Eleitoral] censurando pessoas, vemos Alexandre de Moraes prendendo pessoas”. O relatório não menciona a frase completa, na qual Bruno também expressa desconfiança com a “maracutaia” que supostamente estaria acontecendo dentro das urnas”, sem apresentar evidências das alegações.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

Com base na declaração do influenciador, o relatório, portanto, conclui: “Moraes ordenou a censura de um cidadão brasileiro por criticá-lo por censurar outros brasileiros”.

Leia mais  Elon Musk desistiu do Bitcoin? Tesla vende US$ 936 milhões da Criptomoeda

O colegiado afirma que o presidente dos EUA, Joe Biden, toma medidas semelhantes às de Moraes com a população norte-americana, assim, compactuando com a “onda de ataques à liberdade de expressão” globalmente.

“O Congresso deve levar a sério as advertências do Brasil e de outros países que buscam suprimir discursos no ambiente on-line. Nunca devemos pensar que isso não pode acontecer aqui. A comissão e a subcomissão selecionadas conduziram uma supervisão ostensiva –emitindo intimações, realizando apuração de fatos e convocando múltiplas audiências– para esclarecer a censura induzida pelo governo nos Estados Unidos e para informar soluções legislativas adicionais”, cita o texto.

Musk e Moraes: Críticas ao STF predominam em redes sociais

Durante o empate entre Elon Musk, ex-dono do Twitter, e o ministro do STF Alexandre de Moraes, as críticas ao STF predominaram.

Segundo pesquisa da Quaest divulgada hoje (10), 68% das menções nas redes foram críticas ao Supremo, enquanto 32% foram direcionadas a Musk. A média diária de menções foi de 865 mil, com um alcance total de 72 milhões.

As críticas a Moraes e ao STF predominaram fora do X, representando 63% das menções, enquanto as críticas a Musk totalizaram 37%. De acordo com a análise da Quaest, o principal argumento dos apoiadores de Musk é a defesa da liberdade de expressão e o combate à censura.

Leia mais  Advogado aliado de Lula assume defesa da Jovem Pan em busca ao respeito a democracia

Os críticos de Musk denunciam sua “interferência na soberania brasileira” e afirmam ser uma estratégia da extrema direita para facilitar a propagação de fake news.

Nos últimos dias, Elon Musk fez uma série de postagens contra Alexandre de Moraes, cujas medidas podem resultar na proibição do X no Brasil.

Ele pede a renúncia ou impeachment do magistrado, alegando que suas exigências para a plataforma violam a legislação brasileira.

Esta decisão pode beneficiar uma série de influenciadores e expoentes do bolsonarismo que estão com seus perfis suspensos. Musk alega que as “multas pesadas” aplicadas pelo ministro estão causando perda de receitas à rede social no Brasil, ameaçando fechar o escritório do X no país.

Elon Musk, dono do X, SpaceX e Tesla, criticou o ministro do STF, Alexandre de Moraes, em sua conta no antigo Twitter (X). E passou a criticar também o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Maioria dos brasileiros vê Brasil na direção errada com Lula

Paola Rocha Schwartz

“Já deu”, diz Jean Wyllys (PT) sobre reeleição de Lula em 2026

Paola Rocha Schwartz

Startup de IA de Musk alcança avaliação de US$ 24 bilhões

Paola Rocha Schwartz

Lula pode ser punido em 2026 por irresponsabilidade fiscal

Paola Rocha Schwartz

Déficit do Governo Lula se aproxima ao nível da pandemia

Paola Rocha Schwartz

Petrobras e as perspectivas futuras sob intervenção política

Paola Rocha Schwartz

Deixe seu comentário