Guia do Investidor
Moura Dubeux 2
Resultados

Moura Dubeux (MDNE3) reporta lucro e maior volume de vendas da sua história

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

Conforme resultados relativos ao quarto trimestre de 2021, protocolados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quarta-feira (9 de março), a Moura Dubeux (MDNE3), maior incorporadora do Nordeste, lançou 3 projetos no período, totalizando VGV Bruto (Valor Geral de Vendas) de R$ 256 milhões e Líquido de R$ 182 milhões.

Com isso, encerrou o ano com 17 novos projetos, somando VGV Bruto de R$ 1,4 bilhão e Líquido de R$ 1,1 bilhão. Em 2022, a companhia já lançou 2 empreendimentos, com VGV Bruto de R$ 354 milhões e Líquido de R$ 301 milhões.

No quarto trimestre de 2021, as Vendas Líquidas da empresa totalizaram R$ 341 milhões, significando aumento de 17,6% em relação ao mesmo período de 2020 e em linha com os três meses imediatamente anteriores. No ano, apresentou volume médio de vendas por trimestre acima do patamar de R$ 300 milhões.

E 2021 ficou marcado como o melhor ano em volume de comercialização da história da Moura Dubeux, com Vendas e Adesões Líquidas de R$ 1,3 bilhão, numa expansão de 85,0% em relação a 2020”, enfatiza o CEO da companhia, Diego Villar.

No ano, o Lucro Bruto aumentou 62,5%, atingindo R$ 226 milhões, ante a R$ 139 milhões em 2020. Já a Margem Bruta, foi de 36,4% em 2021, crescendo aproximadamente 10 pontos percentuais em relação a 2020.

Importante ressaltar que completamos 6 trimestres consecutivos gerando Lucros e encerramos 2021 com Lucro Líquido de R$ 85 milhões. Além disso, 2021 foi mais um ano em que a Companhia apresentou geração de caixa, desde o IPO, já geramos R$ 171 milhões, resultando em uma posição de Caixa Líquido de R$ 60 milhões. Isso, mesmo num ambiente de crescimento operacional e aquisição de terrenos”, salienta Villar.

A Moura Dubeux encerrou o quarto trimestre de 2021 com 1.798 unidades em estoque, equivalentes a R$ 943 milhões em valor de mercado.

Leia mais  4T21: Lucro da Fleury despenca 49,2%

Deste total, R$ 137 milhões (cerca de 15%) são de unidades concluídas e R$ 806 milhões (aproximadamente 85%) serão entregues entre 2022 e 2026.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

A empresa também continuou reforçando seu banco de terrenos, agregando 17 novas áreas, com VGV potencial de R$ 1,8 bilhão. Dez localizam-se no Ceará, quatro na Paraíba e três no Rio Grande do Norte. Assim, encerrou o ano com 48 terrenos, cujo VGV Bruto potencial é de R$ 6,0 bilhões.

Leia mais  VIA (VIIA3) anuncia queda de 73,4% no lucro no 4T21

Respeito ao cliente e ESG

O CEO da Moura Dubeux observa que os resultados e a liderança no mercado imobiliário do Nordeste somente foram possíveis devido ao reconhecimento da empresa à importância dos clientes, fornecedores, concorrência e toda a sociedade.

Estamos praticando algo que expressa um dos traços mais antigos e profundos da nossa cultura: o respeito ao desejo do consumidor e às características peculiares de cada uma das praças nas quais atuamos”.

Para atender a esses preceitos, a companhia está investindo no treinamento e desenvolvimento das pessoas. Tem mais de dois mil inscritos no seu programa de trainee e iniciou 2022 com vários colaboradores aderindo ao seu programa de sócio, no qual o desempenho das suas ações está diretamente vinculado aos resultados.

Também estamos avançando nas práticas ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG)”, acentua Villar, informando: “Em abril próximo, apresentaremos ao mercado nosso primeiro Relatório de Sustentabilidade, no qual nossas práticas, ambições e desafios estão bem delineados”.

Uma história de 38 anos

Atuando há mais de 38 anos no segmento de edifícios de luxo e alto padrão, a Moura Dubeux, que integra o Novo Mercado da B3 desde fevereiro de 2020, é a maior incorporadora da Região Nordeste, sendo a primeira em market share nas cidades de Recife, Fortaleza e Natal e uma das primeiras em Salvador.

Leia mais  Vivo (VIVT3): Lucro líquido cai 18,3% no resultado do 1T21

Tem forte presença, ainda, no segmento composto por flats, hotéis e resorts, voltado aos consumidores de alto padrão e estrangeiros. Tendo iniciado suas atividades em Pernambuco, também está presente em Alagoas, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Sergipe.

A companhia constrói todos os empreendimentos que incorpora. Além disso, atua no segmento de obras por regime de administração, no qual participa de todas as etapas, desde a identificação da demanda potencial de mercado, prospecção do terreno, formatação do produto, aprovação do projeto, administração e construção.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Marfrig (MRFG3) anuncia lucro líquido de R$ 63 milhões no 1T24

Paola Rocha Schwartz

Porto Seguro registra lucro de R$658 milhões no 1º trimestre

Rodrigo Mahbub Santana

Moura Dubeux encerra 2023 com o maior lucro da sua história

Guia do Investidor

Impressionou? Itaú lucra R$ 9,4 bilhões no 4T23

Leonardo Bruno

O que esperar da Raízen na Safra do 3T23?

Leonardo Bruno

Resultado Wiz 2T23: Wiz Co (WIZC3) reporta EBITDA ajustado de R$125,4 milhões no 2T23

Guia do Investidor

Deixe seu comentário