Guia do Investidor
imagem padrao gdi
Notícias

O maior do ano: BRF levanta R$ 5,4 bilhões no maior follow-on de 2023

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A BRF (BRFS3), uma das maiores empresas de alimentos do Brasil e detentora das marcas Sadia e Perdigão, realizou o principal follow-on do país até o momento neste ano, levantando R$ 5,4 bilhões. A empresa anunciou que a demanda pela oferta foi 20% maior do que o esperado, resultando na emissão de 600 milhões de ações ao preço de R$ 9 por papel, o que representa um valor 5,7% menor do que o fechamento (R$ 9,54) das negociações na B3.

Os recursos provenientes do follow-on trazem um alívio significativo para a estrutura de capital da BRF, que tem sido uma preocupação recorrente no mercado. Com essa captação, a empresa estima uma redução de 1,3 vez em sua alavancagem, que é a relação entre a dívida líquida e o Ebitda. No final do primeiro trimestre deste ano, esse índice estava em 3,35 vezes.

A operação bem-sucedida representa um marco importante para a BRF, pois permite que a empresa fortaleça sua posição financeira e reduza sua dependência de financiamentos de curto prazo. Com uma estrutura de capital mais saudável, a BRF terá maior flexibilidade para implementar suas estratégias de crescimento, investir em inovação e enfrentar os desafios do mercado de alimentos.

Além disso, a captação de recursos por meio do follow-on proporcionará à BRF a capacidade de otimizar suas operações e melhorar sua eficiência. Com um nível de alavancagem mais baixo, a empresa terá mais margem para investir em modernização de suas instalações, aprimorar processos produtivos e expandir sua presença nos mercados nacional e internacional.

A alta demanda pela oferta demonstra a confiança dos investidores na BRF e em sua capacidade de geração de valor no longo prazo. A empresa tem se destacado como uma das principais players do setor de alimentos, tanto no mercado interno quanto no exterior, e busca constantemente inovar e atender às demandas dos consumidores.

Com a captação de recursos bem-sucedida, a BRF reforça seu compromisso em fortalecer sua posição competitiva, impulsionar seu crescimento sustentável e criar valor para seus acionistas. A empresa está confiante em sua capacidade de superar os desafios do mercado e aproveitar as oportunidades de crescimento que surgem no setor de alimentos.

Imagine-se navegando em alto mar sem uma bússola. Cada onda representa uma decisão financeira, e sem orientação, é fácil se perder nas correntezas do mercado. É aí que entra a consultoria financeira. Como um farol na escuridão, ela oferece direção clara e segura para alcançar suas metas.

É por isso que o Guia do Investidor orgulhosamente lançou o GDI Finance, com a missão de ser o mapa para o seu sucesso financeiro, mas também para navegar junto ao seu lado. Com anos de experiência, nossos consultores são como capitães experientes, guiando-o pelas águas turbulentas da economia.

Desde a navegação para a aposentadoria tranquila até a jornada para aquisição de bens, o GDI Finance foi criado para simplificar sua trajetória. Com estratégias personalizadas e insights precisos, transformamos desafios em oportunidades e sonhos em realidade.

É hora de aprender a navegar tranquilo por águas turbulentas, alcançaremos horizontes que você nunca imaginou possíveis. Conheça a nossa consultoria financeira hoje mesmo.

A operação de follow-on da BRF é um indicativo positivo para o mercado de capitais brasileiro, demonstrando o interesse dos investidores por empresas sólidas e com perspectivas de crescimento. A captação de recursos bem-sucedida reforça a confiança dos investidores na economia brasileira e abre caminho para que outras empresas também possam acessar o mercado de capitais para financiar seus projetos e impulsionar seu crescimento.

Leia mais  BRF (BRFS3): empresa tem 1T22 negativo e registra prejuízo de R$ 1,5 bi

No geral, o follow-on da BRF representa uma conquista significativa para a empresa e fortalece sua posição como uma das líderes do setor de alimentos. Com uma estrutura de capital mais saudável, a empresa está bem posicionada para enfrentar os desafios do mercado e aproveitar as oportunidades de crescimento, consolidando sua posição de destaque no setor alimentício.

Preço-alvo da BRF em 2023

Investir no mercado de ações pode ser uma maneira emocionante e potencialmente lucrativa de fazer seu dinheiro crescer. No entanto, antes de tomar qualquer decisão de investimento, é fundamental realizar uma análise cuidadosa e considerar várias informações relevantes. Neste artigo, discutiremos se vale a pena comprar ações da BRF (BRFS3) em 2023, avaliando o preço-alvo da empresa e explorando fatores que podem influenciar seu desempenho.

A mais recente análise do Santander aponta um preço-alvo de R$ 9 para as ações da BRF em 2023.
BancoRecomendaçãoPreço-alvo (R$)Comentário
SantanderNeutraR$ 9Aprovação do aumento de capital positiva, mas riscos relacionados à gripe aviária no Brasil pesam.
Bank of AmericaNeutraR$ 10Alta nos preços dos grãos e lenta recuperação dos preços de exportação de frango são desafios.
BB InvestimentosNeutraR$ 11Sinais de melhora sequencial na execução e estratégia comercial, cenário doméstico ainda desfavorável.
BTGNeutraR$ 11Resultados do frigorífico em linha com as expectativas.
Bradesco BBIOutperformR$ 17Venda do negócio de pet food pode focar nos principais negócios da empresa.
Itaú BBANeutraR$ 9Ambiente doméstico desafiador e normalização dos spreads de exportação.
SafraCompraR$ 11Melhor perfil de risco da ação.

Previsões do preço-alvo da BRF para 2023

O preço-alvo de uma ação é uma estimativa do seu valor futuro com base em análises e projeções. Analistas de mercado utilizam diversos métodos para determinar o preço-alvo de uma ação, levando em consideração fatores como desempenho financeiro, perspectivas do setor e eventos macroeconômicos.

Leia mais  Resultados do 1T21: Resumos da Equatorial , Hering e BRF

Segundo análises de especialistas financeiros, as previsões para o preço-alvo das ações da BRF em 2023 variam. É importante ressaltar que essas projeções são baseadas em estimativas e podem estar sujeitas a mudanças. Recomenda-se que os investidores consultem múltiplas fontes e considerem seu próprio perfil de risco antes de tomar qualquer decisão.

O banco Santander mantém uma recomendação neutra para as ações da BRF (BRFS3), com um preço-alvo de R$ 9. A instituição financeira avalia como positiva a aprovação do aumento de capital da empresa em R$ 4,5 bilhões, por meio da oferta primária de 500 milhões de ações. No entanto, o Santander ressalta que existem riscos relacionados à gripe aviária no Brasil, o que representa um peso sobre a empresa.

Assim, o Bank of America (BofA) elevou o preço-alvo das ações da BRF de R$ 8,50 para R$ 10, mas manteve sua recomendação neutra. A empresa também enfrenta dificuldades devido à alta nos preços dos grãos e a uma lenta recuperação dos preços de exportação de frango.

Ademais, o BB Investimentos mantém uma recomendação neutra para as ações da BRF, com um preço-alvo de R$ 11. O banco reconhece sinais de melhora sequencial na execução e na estratégia comercial da empresa, apesar do cenário ainda desfavorável ao consumo no mercado doméstico.

O BTG reitera sua recomendação neutra para as ações da BRF, com um preço-alvo de R$ 11. O banco destaca que os resultados do frigorífico no quarto trimestre ficaram em linha com as expectativas.

O Bradesco BBI reforça sua recomendação de outperform (equivalente a compra) para as ações da BRF, com um preço-alvo de R$ 17. O banco menciona que a venda do negócio de pet food pode não ser uma surpresa, pois a nova administração da empresa deve focar nos principais negócios da companhia.

Por fim, o Itaú BBA reforça sua recomendação neutra para as ações da BRF, com um preço-alvo de R$ 9. O banco aponta que o ambiente doméstico será desafiador e que haverá uma normalização dos spreads de exportação no futuro. O Itaú BBA também destaca que a seca nos EUA desencadeou uma grande liquidação de bovinos, o que pressionou os preços e prolongou o ciclo de baixa para a empresa.

Visão geral da BRF

O que é a BRF?

A BRF é uma das maiores empresas de alimentos do mundo, especializada em proteínas de origem animal. A empresa opera em diversos segmentos, incluindo aves, suínos, lácteos e alimentos processados. Com uma presença global, a BRF possui marcas bem estabelecidas, como Sadia e Perdigão, e é reconhecida pela qualidade e variedade de seus produtos.

Desempenho recente da BRF

Antes de decidir investir em ações da BRF, é importante analisar o desempenho recente da empresa. Nos últimos anos, a BRF enfrentou desafios, como a crise econômica e as restrições comerciais. No entanto, a empresa tem implementado estratégias para melhorar sua rentabilidade e eficiência operacional.

Leia mais  BRF lucra R$ 823 milhões no 4º trimestre

A companhia apresentou um prejuízo líquido de R$ 1,024 bilhão no 1T23. Ou seja, uma redução de 35,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. Apesar do resultado negativo, a BRF registrou um crescimento de 9,4% na receita líquida, totalizando R$ 13,2 bilhões.

image 12

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado atingiu R$ 607 milhões, um aumento de 300% em comparação ao 1T22. No entanto, a margem Ebitda ficou abaixo das expectativas, alcançando 4,6% em vez dos 5,5% projetados.

Fatores a considerar ao investir na BRF

A análise feita pelo Safra sobre a compra de ações da BRF destaca pontos importantes que podem influenciar a decisão dos investidores. A oferta subsequente anunciada pela BRF tem o potencial de melhorar as estruturas de capital própria e consolidada da Marfrig, outro grande nome do setor. Assim, reduzindo o risco nas duas empresas. A operação de desalavancagem na BRF terá um impacto significativo na redução do perfil de risco da ação, o que é positivo para o patrimônio líquido.

A alavancagem da Marfrig permanecerá estável, excluindo a participação na BRF, mas a alavancagem consolidada será reduzida, o que melhora o perfil de risco da empresa. Com base nessas avaliações, o rating de compra para BRFS3 é mantido e o preço-alvo é elevado para R$ 11,00 por ação. O rating neutro para MRFG3 também é mantido, com aumento do preço-alvo para R$ 8,70 por ação, devido ao impacto positivo no valor justo da BRF e ao perfil de risco mais baixo da Marfrig.

Em relação à alavancagem da BRF, espera-se que a dívida líquida seja reduzida de R$ 15.295 milhões para R$ 10.795 milhões após o follow-on, o que diminui a relação dívida líquida/EBITDA. Além disso, o programa de desinvestimento da empresa pode gerar uma injeção de caixa adicional de aproximadamente R$ 4 bilhões.

A redução da alavancagem projetada terá um impacto significativo no perfil de risco da BRFS3, e a empresa também espera economizar entre R$ 400 milhões e R$ 600 milhões em despesas financeiras anualmente por meio da redução da dívida.

AgênciaEscala LocalEscala GlobalPerspectiva
Standard & Poor’sAA+(bra)BB-Estável
Fitch RatingsAA+(bra)BBEstável
Moody’s Investors ServiceBa3

No primeiro trimestre de 2023, a BRF enfrentou desafios devido aos mercados globais difíceis, o que resultou em margens mais fracas. No entanto, a empresa mencionou conquistas importantes em seu plano de ganhos de eficiência, que devem refletir nos próximos trimestres. As perspectivas são positivas para os preços de frango e porco, e há uma chance de safras mais favoráveis beneficiarem as margens da empresa. O estágio atual do ciclo da proteína indica um ponto de compra favorável para as ações da BRF.

Vale a pena?

Decidir se vale a pena comprar ações da BRF em 2023 requer uma análise abrangente dos fatores mencionados anteriormente. Embora o preço-alvo possa fornecer uma perspectiva do potencial de valorização das ações, é fundamental avaliar o contexto geral, incluindo as perspectivas do setor e o desempenho financeiro da empresa. É recomendado que os investidores consultem profissionais financeiros e conduzam sua própria pesquisa antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Confira mais recomendações

Quer encontrar novas oportunidades de investimento? Confira a seleção de análises, recomendações e indicações preços-alvo para as principais ações e ativos da bolsa de valores brasileira aqui no Guia do Investidor! Para isso, basta clicar aqui.


Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Ex-CEO critica administração da Petrobras e mais: confira o resumo do dia

Rodrigo Mahbub Santana

BRF e SALIC celebraram contrato de fornecimento de produtos

Márcia Alves

Ibovespa sobre 0,21%, após abrir em queda

Márcia Alves

BRF (BRFS3) anuncia término do programa de recompra de ações

Paola Rocha Schwartz

BRF (BRFS3) apresenta lucro de R$ 823 milhões no 4º trimestre de 2023

Mateus Sousa

BRF lucra R$ 823 milhões no 4º trimestre

Guia do Investidor

Deixe seu comentário