Guia do Investidor
copom selic gdi
Notícias

Onde investir com a nova queda da Selic?

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A decisão do Banco Central do Brasil de reduzir a taxa Selic para 11,25% ao ano gerou um novo panorama para os investidores. Especialistas da área financeira destacam que, embora as taxas de juros ainda sejam atrativas, é crucial não permanecer estático, mas sim buscar oportunidades específicas em diferentes classes de ativos. Neste contexto, avaliamos as principais recomendações para investidores em renda fixa, crédito privado, fundos imobiliários, ações e fundos de investimento.

Renda Fixa

A desaceleração da inflação e o crescimento da atividade econômica tornam os títulos atrelados à inflação, como o Tesouro IPCA+, uma opção atrativa, segundo analistas. Renan Rego, da G5 Partners, sugere que, com juros reais entre 4% e 4,5%, os títulos do Tesouro IPCA+ apresentam boas oportunidades de rendimento. Rodrigo Sgavioli, da XP, destaca a possibilidade de valorização desses títulos com a convergência das taxas para níveis considerados justos pelo mercado.

Lucas Queiroz, do Itaú BBA, é otimista e espera que as taxas do Tesouro IPCA+ se aproximem de 5%, indicando espaço para valorização. Em contrapartida, os títulos prefixados não apresentam grandes expectativas de redução de taxas, e os atrelados à Selic continuam sendo vistos como boas opções, mesmo com a queda da taxa.

Crédito Privado

No segmento de crédito privado, destaca-se a preferência por ativos isentos em 2024. Ciro Matuo, do Itaú BBA, sugere alocar parte do portfólio em juros reais e outra parte em crédito privado para incrementar os rendimentos. Luis Nazário Rodrigues, da Principal Claritas, vê um momento oportuno para investir em debêntures e outros ativos de crédito, como CRIs e CRAs.

Leia mais  Descubra 12 ações que pagam dividendos acima da Selic

Fundos Imobiliários

Os fundos imobiliários de papel, que investem em títulos de renda fixa atrelados ao CDI, surgem como uma oportunidade surpreendente. Apesar da queda da Selic, esses fundos estão sendo negociados a preços considerados injustos em relação ao seu valor patrimonial. Rodrigo Possenti, da Fator Gestão de Recursos, explica que a marcação a mercado desses títulos tende a valorizar com a queda dos juros, embora as cotas dos fundos não acompanhem imediatamente.

Ações

No mercado acionário, a abordagem é de otimismo moderado. Marcus Zanetti, da Kinea, recomenda uma postura defensiva, focando em setores como bancos, utilidades públicas e transporte, que tendem a apresentar resultados mais estáveis. A Finacap sugere empresas ligadas a commodities e serviços essenciais, como energia e saneamento, além de setores beneficiados pela queda dos juros, como saúde, educação e imobiliário.

Fundos de Investimento

Os fundos multimercados, que sofreram em 2023, têm boas perspectivas para 2024. Sgavioli, da XP, recomenda alocar entre 10% e 30% da carteira nesses fundos, destacando sua flexibilidade e capacidade tática. Ele também vê potencial nos fundos de crédito privado para superar o CDI no ano corrente.

Leia mais  Queda da Selic: é hora de comprar ações de shoppings?

Este panorama sugere um momento de atenção e estratégia para os investidores. A diversificação e a escolha cuidadosa de ativos são fundamentais para aproveitar as oportunidades que surgem com a nova taxa Selic e as mudanças no cenário econômico. Como enfatiza Sgavioli, é essencial não postergar decisões de investimento, especialmente no mercado de ações, para maximizar os retornos em um ambiente de juros em queda.

Não perca os melhores investimentos para 2024

Está buscando as melhores oportunidades de investimento para 2024? Com o mercado em constante evolução, é fundamental estar bem informado para fazer escolhas inteligentes e lucrativas.

No Guia do Investidor, trazemos para você uma análise criteriosa e atualizada dos investimentos mais promissores para o ano de 2024. Nosso time de especialistas analisa tendências de mercado, indicadores econômicos e potenciais de crescimento para orientar suas decisões de investimento na direção certa.

Confira algumas das principais tendências do novo ano:

Se você quer estar à frente no jogo dos investimentos, confira as recomendações essenciais que preparamos para você se destacar em 2024. Compreendemos que cada investidor possui objetivos e perfis de risco distintos. Por isso, em nosso portal, oferecemos sugestões que se adaptam a diferentes necessidades, desde o investidor mais conservador até o mais audacioso! Não deixe de clicar aqui para conferir!

Leia mais  Juros Futuros caem após IPCA-15 de maio ficar abaixo do esperado
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Santander eleva recomendação da B3

Rodrigo Mahbub Santana

Diferença de juros entre Brasil e EUA é a menor desde 2020

Márcia Alves

Qual a melhor casa de análise? Ranking Melhores Casas de Análise 2024

Victor Rodrigues

Copom faz redução de 0,50 pp na taxa Selic

Márcia Alves

Juros dos EUA foram mantidos na faixa de 5,25% a 5,50%

Márcia Alves

Taxa Selic deve atingir ao menor nível em dois anos

Márcia Alves

Deixe seu comentário