Guia do Investidor
petz gdi
Notícias

Oportunidade ou Furada? Queda de 80% desde IPO marca ações da Petz

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Petz (PETZ3), uma das empresas que surfaram a onda de IPOs (ofertas públicas iniciais de ações) em 2020 e 2021, enfrenta um período de adversidades no mercado financeiro. Desde sua estreia na bolsa brasileira, a companhia viu suas ações despencarem 80,8%. Com um início promissor, cujas ações valorizaram quase 22% no primeiro dia de negociação, cotadas a R$ 16,75, hoje, PETZ3 é negociada a R$ 3,21.

Cenário Desafiador para a Petz

Inserida no setor de varejo, a Petz não escapou das consequências do ciclo de alta dos juros no Brasil, um fator que tem afetado o desempenho de várias empresas no setor. Mesmo com o início da flexibilização monetária em agosto do ano passado, analistas permanecem cautelosos com relação à companhia. O Itaú BBA, por exemplo, retomou a cobertura das ações da Petz com uma recomendação de “market perform” (desempenho alinhado com a média do mercado), e um preço-alvo de R$ 3,90 para o fim de 2024, implicando um potencial de valorização de 21%.

Leia mais  IPO PicPay (PICS) sai nos EUA; veja como comprar ações

Quatro Motivos para a Postura Cautelosa

O Itaú BBA destaca quatro razões principais para sua postura neutra em relação às ações da Petz:

  1. Deterioração dos Fundamentos: A Petz perdeu participação na carteira de gastos com cuidados para pets, enfrentando uma competição mais acirrada no mercado.
  2. Tendências Operacionais Fracas: Desde o IPO, a empresa tem observado um declínio em sua rentabilidade.
  3. Valuation Elevado: A Petz apresenta um valuation considerado alto, com um múltiplo Preço/Lucro (P/L) de 23 vezes para 2024 e 15 vezes para 2025.
  4. Desafio de Rentabilidade: A empresa ainda tem um longo caminho antes de seus retornos alcançarem o custo de capital.

Perspectivas Futuras para a Petz

A equipe de análise setorial de Consumo do BBA expressa preocupação com as tendências de mercado e a produtividade da empresa, afirmando que a deterioração da produtividade e da margem bruta pode impactar negativamente os retornos. Para 2024, não se prevê um ponto de inflexão claro para a Petz. A própria empresa sinalizou que não espera uma melhoria significativa em seus fundamentos estruturais este ano, mesmo com um ambiente macroeconômico mais favorável para o setor de varejo.

Leia mais  IPO da Maple Bear pode estar a caminho com aquisição brasileira

Estratégias da Empresa e Expectativas de Mercado

Espera-se que a Petz priorize rentabilidade e fluxo de caixa em detrimento do crescimento. Isso sugere que o ritmo de abertura de novas lojas deve desacelerar, e as lojas já existentes devem se tornar menores. Com isso, o retorno sobre o capital investido (ROIC) da empresa deve permanecer abaixo do custo de capital nos próximos anos.

Recomendações para Investidores

Diante deste cenário, o BBA recomenda cautela aos investidores, sugerindo que aguardem um ponto de entrada mais favorável, considerando os atuais níveis de preço das ações.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

IRB (IRBR3) apresenta valorização de 25,6%

Rodrigo Mahbub Santana

Os melhores ETFs de Cannabis para 2024

Arthur Piassetta

Telegram quer IPO e valuation de US$ 30 bilhões

Márcia Alves

Petrobras: Santander e Bradesco BBI reduzem recomendações

Guia do Investidor

Veja as 10 ações que mais valorizaram em fevereiro

Mateus Sousa

Carteira EQI: Recomendações de Investimentos da Semana

Mateus Sousa

Deixe seu comentário