Guia do Investidor
Pague Menos Acoes vale a pena Pague Menos acoes codigo
Notícias

Pague Menos aprova homologação do aumento de capital

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A rede Pague Menos (PGMN3) homologa parcialmente aumento de capital autorizado, aprovado, portanto, pelo conselho de administração da empresa. Assim, por meio da emissão de ações para subscrição privada.

39.935.179 novas ações, 86% do aumento de capital, a R$2,93 por ação, no entanto, totalizando R$117.010.074,47 foram integralizadas pela Pague Menos.

O capital social da Pague Menos, contudo, aumenta de R$1.647.538.679,14 para R$1.764.548.753,61, com 581.715.639 ações ordinárias, todas nominativas e escriturais.

Novas ações emitidas no aumento de capital da rede de farmácias serão idênticas às existentes, com direito a dividendos e juros sobre o capital próprio.

“As novas ações emitidas no âmbito do Aumento de Capital serão idênticas às ações já existentes, e farão jus ao recebimento integral de dividendos e/ou juros sobre o capital próprio, bem como quaisquer outros direitos que venham a ser declarados pela Companhia a partir da homologação do Aumento de Capital, em igualdade de condições com as demais ações já existentes.” Indica o Fato Relevante

A empresa creditará as ações subscritas aos seus subscritores em até 3 dias úteis a partir desta data.

Para mais detalhes sobre o resultado do período de sobras e homologação do capital social, consulte os Avisos aos Acionistas divulgado. Os interessados podem direcionar dúvidas ao Departamento de Relações com Investidores da empresa, ligando para +55 (85) 3255-5544 ou enviando um e-mail para ri@pmenos.com.br.

Leia mais  Novo CEO no pedaço: Pague Menos anuncia mudança de gestão

Pague Menos comunica aumento de capital

O Conselho de Administração da Pague Menos autorizou a homologação parcial do aumento do capital social, passando de R$ 1,6 bilhão para R$ 1,7 bilhão. Em um comunicado publicado, os acionistas foram informados sobre essa atualização.

No total, foram subscritas e integralizadas 39.935.179 novas ações. Este número representa 86% das ações incluídas no aumento de capital, ao preço de R$ 2,93 por ação. O montante atinge mais de R$ 117 milhões.

De acordo com as diretrizes do documento, o movimento ocorre dentro do limite do capital autorizado, emitindo ações ordinárias, escriturais, nominativas e sem valor nominal.

Antes do aumento de capital, o capital social da Pague Menos era de R$ 1.647.538.679,10, composto por 541.780.460 ações ordinárias, todas nominativas e sem valor nominal. Com a implementação do aumento, o valor passa a ser de R$ 1.764.548.753,57, composto por 581.715.639 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal.

A deliberação do Conselho de Administração representa um passo significativo na estratégia de crescimento da Pague Menos. Com o aumento do capital social, a empresa fortalece sua posição financeira e está mais bem equipada para enfrentar os desafios e explorar as oportunidades no mercado.

Leia mais  Lucro da Pague Menos (PGMN3) cresce 683% no resultado do 2T21

A subscrição e integralização das novas ações refletem a confiança dos investidores no potencial de crescimento da empresa, com o preço por ação de R$ 2,93 indicando uma avaliação favorável pelos acionistas.

A emissão de ações ordinárias escriturais, nominativas e sem valor nominal para subscrição privada destaca a flexibilidade da Pague Menos em aproveitar condições favoráveis de mercado.

A homologação parcial do aumento do capital social da Pague Menos marca um marco significativo em sua trajetória de crescimento, evidenciando seu compromisso com a criação de valor sustentável.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Lupatech (LUPA3) aprova aumento de capital com 36 mil ações

Paola Rocha Schwartz

Pague Menos comunica aumento de capital

Rodrigo Mahbub Santana

Compre-Menos: analistas rebaixam PGMN3

Leonardo Bruno

Com troca de CEO ainda vale a pena investir na Pague-Menos?

Leonardo Bruno

Novo CEO no pedaço: Pague Menos anuncia mudança de gestão

Leonardo Bruno

Pague-Mais: PGMN3 anuncia aumento de capital e bonus de subscrição para acionitas

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário