Guia do Investidor
impostos
Colunistas

Perdeu o prazo da declaração do Imposto de Renda? Saiba o que fazer!

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

O prazo para a declaração do Imposto de Renda 2023 foi encerrado na última quarta-feira, 31 de maio. Mais de 41 milhões de declarações foram entregues, no entanto, muitos contribuintes perderam a data limite e não cumpriram com essa obrigação.

Para auxiliar essas pessoas, a contadora e especialista em finanças, Dora Ramos, CEO da Fharos Contabilidade e Gestão Empresarial, preparou algumas orientações importantes sobre o que deve ser feito já a partir de hoje. Confira:

1 – Primeiro passo é baixar o programa

Se você perdeu o prazo da declaração do Imposto de Renda, não entre em pânico. Há soluções disponíveis para regularizar sua situação com a Receita Federal. O primeiro passo é enviar a declaração em atraso o quanto antes, utilizando o programa disponibilizado diretamente no site ou aplicativo da Receita;

2 – Prepare-se para a multa e os juros

Ao enviar a declaração em atraso, é importante estar ciente que serão aplicados multa e juros sobre o valor do imposto devido. Para o contribuinte que não tem imposto a pagar, o valor a ser pago é de R$ 165,74 descontados da restituição. Já para aqueles que têm que pagar o IR, o valor mínimo é de R$ 165,74 ou 1% mensal sobre o imposto devido, podendo chegar a até 20% desse imposto. Ou seja, quanto antes enviar a declaração, melhor;

Leia mais  Fim do prazo IR 2023: Como declarar no imposto de renda os aluguéis recebidos

3 – Evite a suspensão e irregularidade de seu CPF

Deixar de enviar a declaração – mesmo que em atraso – pode gerar transtornos ao contribuinte. O tributário que não regularizar a situação corre o risco de ter o CPF negativado pela Receita. Isso implica nas demais ações que o contribuinte precisa tomar, como solicitação de auxílios, tirar passaportes, prestar concursos públicos, certidão negativa para compra e aluguel de imóveis e outras restrições;

4 – Declare todos os rendimentos e despesas

É essencial informar corretamente todos os rendimentos obtidos no ano anterior, além de detalhar todas as despesas dedutíveis permitidas. Certifique-se de ter todos os documentos e comprovantes necessários para embasar suas declarações;

5 – Procure um contador

A melhor maneira de lidar com a situação é procurar auxílio de um profissional contábil capacitado. Um contador experiente poderá orientar o contribuinte em relação aos próximos passos a serem tomados, além de auxiliar na regularização da declaração de forma precisa e eficiente.

Por Dora Ramos, consultora contábil com mais de 30 anos de experiência. Empreendedora desde os 21 anos, é CEO da Fharos Contabilidade e Gestão Empresarial. Está há mais de 20 anos na jornada do autoconhecimento, é terapeuta holística, além de trabalhar também com PNL, aromaterapia, massagem, reiki e terapias de reconexão.

Leia mais  Compras Shein Taxadas: Governo Lula flerta taxar sites chineses
Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

IRPF 2024 tem novas regras para criptoativos

Fernando Américo

Recebeu mais de R$ 30.639,90 em 2023? Então leia isto

Fernando Américo

Governo propõe mudanças no IR para impulsionar investimentos na Bolsa

Rodrigo Mahbub Santana

Governo propõe reduzir IR cobrado sobre operações de day trade

Paola Rocha Schwartz

Como declarar imóveis no IRPF 2024

Fernando Américo

IR 2024: Especialista fala sobre investimentos no exterior

Fernando Américo

Deixe seu comentário