Guia do Investidor
dividendos GDI 1
Notícias

R$ 2,20 por ação: TRLP4 vai pagar o maior dividendo de 2024?

Nos siga no Google News

Continua após o anúncio

A Transmissão Paulista (TRPL4) comunicou ao mercado, nesta sexta-feira (8), a aprovação do pagamento de R$ 1,4 bilhão em juros sobre o capital próprio (JCP). De acordo com o documento enviado, o valor por ação será de R$ 2,20. Esse pagamento será efetuado em duas parcelas: a primeira de R$ 160 milhões até 15 de janeiro de 2024 e a segunda, de R$ 1,2 bilhão, até 10 de abril de 2024.

A decisão marca um momento significativo para os acionistas da Transmissão Paulista. Contudo, a partir de 14 de dezembro de 2023, as ações da empresa serão negociadas na bolsa de valores sem o direito a esse JCP, conhecido como “ex-direito” a JCP. Isso significa que os compradores dessas ações após essa data não terão direito aos juros sobre o capital próprio anunciados.

No entanto, o cenário para a Transmissão Paulista não é totalmente positivo, segundo análises do UBS BB. Em um recente relatório de atualização de tese, o banco de investimento reavaliou as perspectivas para as ações da empresa, adotando uma postura mais cautelosa. A recomendação para as ações da Transmissão Paulista foi alterada para venda, com um novo preço-alvo de R$ 23,50 para os próximos 12 meses.

O UBS BB justifica sua posição citando diversos fatores que podem impactar negativamente o desempenho da Transmissão Paulista no mercado. Entre eles, o aumento da concorrência em leilões recentes e uma possível revisão negativa do RBSE (Rede Básica do Sistema Existente) são apontados como preocupações significativas.

Outro elemento que pode influenciar negativamente as ações da empresa é o potencial desinvestimento da Eletrobras (ELET3) em sua participação na Transmissão Paulista. Segundo os analistas Giuliano Ajeje, Gustavo Cunha e Henrique Simões, do UBS BB, esse movimento poderia exercer uma pressão baixista sobre os papéis da empresa.

Os analistas também alertam para a expectativa de volatilidade nas ações da Transmissão Paulista, em virtude desses desdobramentos. A situação sugere que os investidores devem estar preparados para um período de incertezas e potenciais flutuações no mercado.

O que são dividendos?

Dividendos são uma parcela do lucro de uma empresa que é distribuída aos seus acionistas. Eles são uma forma de a empresa recompensar os acionistas pelo investimento feito, e são geralmente pagos em dinheiro, mas também podem ser pagos na forma de mais ações da empresa.

A decisão de quanto do lucro será distribuído como dividendos é geralmente tomada pela diretoria da empresa e deve ser aprovada pelos acionistas em uma reunião anual. A outra parte do lucro é geralmente reinvestida na empresa para financiar o crescimento e a expansão.

O valor do dividendo que um acionista recebe depende do número de ações que ele possui. Por exemplo, se uma empresa paga um dividendo de R$1 por ação e você possui 100 ações, você receberá R$100 em dividendos.

Os dividendos são uma forma importante de retorno para os investidores, especialmente para aqueles que investem a longo prazo. Eles podem ser reinvestidos para comprar mais ações ou podem ser usados como uma fonte de renda.

Dividendos e Juros sobre Capital Próprio (JCP) são duas formas que as empresas têm de distribuir parte de seus lucros aos acionistas, mas eles têm diferenças significativas principalmente no aspecto tributário.

Dividendos: São distribuídos a partir do lucro líquido da empresa, após a dedução de todos os impostos. Portanto, os dividendos são isentos de imposto de renda para os acionistas que os recebem, pois a empresa já pagou todos os impostos devidos.

Juros sobre Capital Próprio (JCP): É uma forma alternativa de distribuição de lucros que tem um benefício fiscal para a empresa. O JCP é tratado como uma despesa operacional para a empresa e, portanto, reduz o lucro tributável da empresa, resultando em menos imposto de renda devido pela empresa. No entanto, ao contrário dos dividendos, o JCP é tributável para os acionistas que o recebem. A alíquota é de 15% e o imposto é retido na fonte.

Você quer começar a investir na bolsa de valores?

Você possui o desejo de começar sua carreira como investidor? Apesar de parecer complicado, se tornar um “frequentador” da bolsa de valores é mais fácil do que você imagina!

Aqui no Guia do Investidor, nós oferecemos uma ampla seleção de análises, recomendações e indicações de preços-alvo para as principais ações e ativos da bolsa de valores brasileira para você começar a entender todos os caminhos que separam você dos grandes lucros! Nossa equipe de especialistas está sempre atenta ao mercado, identificando as melhores opções e recomendações para você ampliar e diversificar sua carteira.

Se você não sabe por onde começar, pode seguir as 5 dicas que selecionamos para você dar seus primeiros passos na bolsa de valores:

Entendemos que cada investidor tem suas próprias metas e tolerância ao risco. Por isso, oferecemos uma variedade de recomendações que se enquadram em diferentes perfis e objetivos. Seja você um investidor conservador, moderado ou agressivo, encontrará em nosso site análises detalhadas e recomendações fundamentadas para auxiliar em suas decisões de investimento.

Além disso, sabemos que o mercado financeiro é dinâmico e as oportunidades podem surgir a qualquer momento. Por isso, atualizamos constantemente nossas recomendações para que você possa aproveitar as melhores oportunidades assim que elas aparecem.

Para conferir as últimas análises e recomendações do mercado, basta clicar aqui.

Nos siga no Google News

DICA: Siga o nosso canal do Telegram para receber rapidamente notícias que impactam o mercado.

Leia mais

Itaúsa (ITSA4) pagará R$ 5,6 bilhões de dividendos e JCP

Mateus Sousa

Apesar de quedas, Vale segue sendo a “queridinha dos dividendos”

Leonardo Bruno

R$ 1,12 por ação: Itaú divulga dividendos para encher o seu bolso

Leonardo Bruno

Cinco dicas para formar renda passiva com dividendos

Guia do Investidor

Grana Preta: Banco Inter revela melhores ações de Dividendos

Leonardo Bruno

As melhores ações de Dividendos para Janeiro

Leonardo Bruno

Deixe seu comentário