Guia do Investidor
Mashup AES Brasil Stone
Notícias

Stone e AES Brasil (AESB3) anunciam mudanças em seus conselhos

A Co, empresa de tecnologia e serviços financeiros, e a (AESB3), do setor de energia, anunciaram mudanças no de suas respectivas companhias. Confira.

Stone

A indicação dos novos conselheiros da Stone (Ticker: STNE) visa manter o foco na governança e trazer a partir de suas experiências novas visões para o negócio e o . Conrado Engel e Pedro Zinner contribuirão para o novo momento da Stone com o profundo conhecimento que têm em serviços financeiros e liderança de grandes empresas no Brasil.

Engel, que tem vasta experiência como líder em serviços financeiros e negócios de crédito, assume a posição de vice-presidente do Conselho. Em sua trajetória profissional, foi Vice-Presidente Executivo do Banco Santander Brasil, CEO do HSBC Brasil e CEO da Losango. Zinner é atualmente CEO da companhia de energia Eneva e traz na bagagem 25 anos à frente de negócios estratégicos com forte experiência em gestão de riscos e finanças.

Como parte deste processo de evolução da Companhia, Eduardo Cunha Monnerat Solon de Pontes, Ali Mazanderani e Thomas A. Petterson deixam o Conselho, do qual foram integrantes antes mesmo da abertura de capital da empresa, após vários anos de colaboração.

Em nome de todo o Conselho, agradeço ao Edu, ao Ali e ao Tom pelo trabalho e pela contribuição para o crescimento da Stone e dos negócios que a precederam ao longo desses anos”, diz André Street, presidente do conselho. “Ainda, agradeço ao Edu Pontes pela visão única e pelos serviços prestados esses anos ao Conselho de Administração e agora vamos continuar nos beneficiando dos seus conselhos como acionista.”

O Conselho de Administração da Stone passa a ser composto por nove diretores — sete deles independentes.

  • André Street — presidente do conselho
  • Conrado Engel — vice-presidente do conselho
  • Diego Fresco Gutierrez
  • Luciana Aguiar
  • Matheus Scherer Schwening
  • Pedro Franceschini
  • Pedro Zinner
  • Roberto Moses Thompson Motta
  • Silvio José Moraes
Leia mais  Qual a melhor ação do setor elétrico para ter em 2021?

AES Brasil ()

A AES Brasil Energia (AESB3) informou que Julian Nebreda, indicado pela The AES Corporation, renunciou a sua atual posição como presidente do Conselho de Administração da AES Brasil, em função da reestruturação realizada na AES Corp, onde assumiu a liderança da Unidade de Negócios dos EUA e das linhas de negócios globais, como vice-presidente Executivo, presidente de Negócios dos Estados Unidos (US Businesses) e das Linhas de Negócios Globais (Global Business Lines) da AES.

No seu lugar, como presidente do Conselho de Administração da Companhia, assumiu Francisco Morandi, conselheiro da Companhia desde 2020 e executivo da AES Brasil nos anos de 2014 a 2017. 

O Conselho de Administração da Companhia também conta com dois novos conselheiros: Juan Ignacio Rubiolo, líder de Negócios Internacionais da AES Corp, e Madelka McCalla, vice-presidente Global de Relacionamento com Stakeholders e Impacto Social da AES Corp.

Em decorrência da recente reestruturação da AES Corporation, Juan Ignacio passou a ser responsável por todos os negócios internacionais da AES, incluindo os do Brasil.

Leia mais  Mercado hoje: Resultados CPLE6 e EMAE4, Notícias e Dividendos do dia

Ele terá como desafio alavancar sinergias, ganhar escala, liderar a transição energética e impulsionar o crescimento em todas as diferentes Unidades Estratégicas de Negócios Regionais.

Mestre em Gestão de Projetos pela Universidade de Quebec, no Canadá, Juan Ignacio trabalha na AES há 20 anos. Em 2018, foi nomeado presidente da AES no México, América Central e Caribe.

No cargo, teve a oportunidade de firmar importantes parcerias com líderes regionais, reguladores, clientes e comunidades a fim de transformar a matriz energética de economias inteiras e fornecer soluções mais sustentáveis e inteligentes.

Sinto muito orgulho em assumir este novo desafio de liderar a Unidade de Negócios Internacionais. Todos juntos, sempre colocando a segurança em primeiro lugar, com elevado padrão de excelência, vamos trabalhar como um único time para alavancar sinergias, ganhar escala e liderar a transição energética, impulsionando o crescimento em todas as diferentes Unidades Estratégicas de Negócios regionais”, afirmou Juan Ignacio.
 

Julian Nebreda, que era responsável pelo Brasil desde 2016, assumiu a unidade de negócio dos Estados Unidos com o desafio de maximizar o aproveitamento de suas capacidades e vantagens competitivas únicas para o atendimento às necessidades de seus clientes e entrega de soluções de energia mais sustentáveis e inteligentes.

Em substituição a Julian Nebreda na cadeira de presidente do Conselho de Administração da AES Brasil estará o conselheiro Francisco Morandi, que conta com ampla expertise no mercado financeiro e no segmento de energia.

Morandi é engenheiro civil e possui pós-graduação em Finanças Corporativas, mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Metropolitana, em Caracas, além de programas de liderança executiva cursados nas Universidades de Georgetown, MIT e a Escola Darden de Negócios da Universidade de Virginia, nos Estados Unidos.

Seguiremos com o direcionamento estratégico da AES Brasil nas tomadas de decisões, zelando pelos interesses da organização como um todo, garantindo a boa governança corporativa da empresa e liderando com soluções inovadoras a transição energética sustentável do país“, afirma Francisco Morandi, recém anunciado presidente do Conselho de Administração da AES Brasil.
 

Já Madelka McCalla está na AES Corp há mais de oito anos e atualmente é vice-presidente Global de Relacionamento com Stakeholders e Impacto Social da AES Corp.

Leia mais  Minerva (BEEF3) realiza aquisição de frigoríficas na Austrália

Sua trajetória tem sido marcada pela implementação de abordagens estratégicas que permitem o engajamento dos stakeholders, melhorando vidas e fazendo a diferença no dia a dia das comunidades do entorno das operações da empresa.

Possui ainda profundo conhecimento e experiência em relações governamentais, stakeholders e desenvolvimento de modelos de negócios que criam valores empresariais e sociais.

McCalla apoiará o Conselho na orientação da administração para ampliar e aprofundar os relacionamentos com as partes interessadas locais e globais e identificar novos modelos de negócios que criem valor econômico e social.

NÃO DURMA NO PONTO!
Receba as mais quentes do mercado em primeira mão no seu Telegram:
ATIVAR AGORA!

Nossas redes:

Leia mais

Perdido no mercado? Confira as indicações de ações da BB Investimentos e Warren para a semana

Leonardo Bruno

Após aquisição por Stone (STOC31), Linx compra empresa que liga varejistas a shoppings virtuais

Ruan Sousa

Lucro líquido ajustado da Stone (STOC31) atinge R$ 132,2 milhões no 1T22

Ruan Sousa

AES Brasil lucra R$ 70 milhões no resultado 1T22

Leonardo Bruno

Aproveite a queda da bolsa e a alta dos juros para comprar estas ações

Leonardo Bruno

Stone (STOC31) anuncia mudanças no conselho de administração

GDI

Deixe seu comentário